Todos já devem conhecer a série de vídeos que o Matt Cutts, Engenheiro-Chefe do time de webspam do Google, vem publicando no Youtube com a intenção de esclarecer dúvidas comuns de webmasters. Em um vídeo de ontem, ele respondeu a pergunta “Como posso garantir que o Google vai encontrar minhas páginas mais profundas” – as deeper pages:

O que o Matt Cutts ressalta neste vídeo, é uma maneira de ajudar o Googlebot a encontrar as páginas mais profundas de um site, profundas considerando sua hierarquia:

deep-pages

Deep Pages – Páginas Profundas

Muito provavelmente, a maior parte do conteúdo de um site será composto de páginas profundas, páginas que, a partir da home do site, exigirão uma quantidade maior de cliques para serem encontradas através de navegação.

O problema é que, como é dito no vídeo, o Googlebot não segue indo cada vez mais longe no conteúdo. Chega um momento em que ele pára o rastreamento.

A sugestão é: para que as páginas importantes que sejam mais profundas não deixem de ser rastreadas, que sejam feitos links a partir da home do site, que é uma página importante aos olhos do Googlebot dentro de um site.

Além do Matt Cutts

Mas além de colocar links para essas páginas na home do site, elas devem realmente ser trabalhadas e ter um esforço de Link Building dedicado a elas, tal como a página inicial.

Para o Google, quanto mais conteúdo de qualidade, melhor. Por isso, para o seu site, quanto mais conteúdo de qualidade, melhor. Quando o Google enxerga que um site recebe diversos links não só para a página inicial, mas que diversos outros conteúdos deste site também recebem links, ele o identifica com maior valor.

O fato é que não vai ser possível fazer links na página inicial para cada página do site, para isso, o sitemap HTML é usado, mas não é suficiente. Hoje, muito se fala que as páginas precisam de um mínimo de PageRank para serem indexadas, mínimo este que o sitemap pode não garantir e que não se tem uma medida de quanto é.

Em suas campanhas de SEO, lembrem que o trabalho deve ser dedicado ao site todo, e a estratégia de linkagem interna e Link Building não podem fugir disso. Para quem perdeu, leia também meu post sobre Deep Links. Um post antigo que trata do mesmo tema. Até a próxima!