Alguns setores lucram muito no período da Copa. Em junho de 2014, por exemplo, a produção nacional de cerveja atingiu uma alta de 6,3% em comparação ao mesmo mês do ano anterior. Mas não foram todos os segmentos que registraram aumento. Diante disso, fica a pergunta: será que vale a pena anunciar durante a Copa do Mundo 2018?

Para o nosso CEO, Fabio Ricotta, há duas vertentes a serem seguidas:

1) não investir em ações de marketing durante o período da Copa, porque o público em geral direciona sua atenção para os jogos;

2) usar o evento, dentro da forma legal, para provocar e atrair pessoas. Se um infoprodutor quer lançar um treinamento entre junho e julho, por exemplo, pode criar um anúncio questionando o que é mais importante para sua persona: o curso ou a Copa?

Recomendações para quem prefere não competir com Copa

Na visão de nosso CEO, a Copa do Mundo é uma distração a mais para as pessoas e, enquanto ela acontece, os processos ficam até mais lentos. Mesmo empresas que não liberam seus funcionários nos dias de jogos sentem a diminuição de ritmo de trabalho, pois a concentração e a disponibilidade (de possíveis clientes) são prejudicadas.

Diante disso, Ricotta dá algumas dicas sobre o que deve ser evitado por aqueles que decidiram não anunciar durante a Copa do Mundo 2018. Veja:

1. Controle o horário das campanhas

Olhe o calendário da Copa e, nos dias em que a seleção do Brasil jogar, controle as campanhas manualmente, a fim de diminuir o BID delas.

2. Não envie e-mails nos dias de jogo do Brasil

Outra recomendação importante é adiar o envio de e-mails para o dia seguinte ao jogo do Brasil. Assim, você não disputa a atenção dos seus leads com a Copa. Sua empresa pode até seguir a rotina comum e disparar mensagens nos dias de jogos importantes. Porém, não deve esperar por grandes resultados.

3. Postergue as ligações comerciais

Possivelmente o time de vendas não vai conseguir entrar em contato com os tomadores de decisões para fechar negócios. Então, faça as ligações importantes uma hora antes do jogo ou adie todas elas para 60 minutos depois.

Seja na parte da manhã ou da tarde, tenha em mente que o período em que a seleção brasileira entrar em campo será comercialmente “morto”.

Ações para quem deseja anunciar durante a Copa do Mundo 2018

Quem optar pela segunda vertente e decidir disputar a atenção das pessoas com a Copa do Mundo, pode recorrer a algumas opções ousadas, como:

  • se declarar contra a Copa na copy de e-mails e anúncios;
  • direcionar as ações de marketing para pessoas que não gostam de futebol;
  • argumentar que o evento não é produtivo para ninguém;
  • ressaltar a importância de agir enquanto todos estão assistindo TV;
  • fazer lives ou transmissões no YouTube durante os jogos do Brasil.

Na visão do nosso CEO, a alternativa de anunciar durante a Copa do Mundo 2018 é arriscada. Mas tudo depende dos argumentos usados para atrair o público. Pode dar muito certo… ou não.

Então? Qual linha você vai seguir? Deixe a resposta no campo de comentários. Queremos saber sua opinião!