Vida Profissional – Um Novo Desafio

Por Ique Muniz


Mudar ou não mudar: dúvida profissional

Saudações, amigos da Agência Mestre!

Chegamos para o trigésimo oitavo programa aqui na Agência Mestre. E este MestreCast vai abordar um assunto bem diferente. Por vezes, trouxemos algumas edições tratando mais do lado da carreira, valores, desafios e ações que um profissional da área se envolve durante sua jornada.

Aproveitando de uma situação comum entre praticamente todos os integrantes da agência em São Paulo, decidimos falar de um tema novo: o profissional e a decisão de mudar. O que envolve uma pessoa a abandonar sua zona de conforto, sua cidade de origem, para buscar novas oportunidades num novo centro?

Para isso, juntamos Fábio Ricotta e eu (vindos do sul de Minas Gerais), Domicio Neto, que acabou de chegar da Bahia, e o novo integrante do time Agência Mestre, Gustavo Dutra, que deixou o Rio Grande do Sul. Falamos sobre a motivação da mudança, fatores que influenciam e também os problemas.

Neste MestreCast, entenda que a zona de conforto realmente incomoda, saiba como lidar com algumas adversidades, tenha sempre em mente que o desafio é duro e conheça também o ponto de vista da empresa, se você pretende abrir uma nova sede em uma cidade maior.

Links Comentados

UaiSEO
TcheSEO
Curso de SEO – Outubro

Músicas desta Edição

Nabh24 – Plugged Instrumentality (album)
Kamuran Ebeoglu – Acoustic Cyprus Folk (album)
Dickey F – Snake Skin Blues (end)

MestreCast #38
[display_podcast]

LEIA MAIS
Plágio na Internet: Casos e Como Combater

Plágio na Internet: Casos e Como Combater

O MestreCast atinge vinte edições e comemora com um convidado especial. Trouxemos Juliano Barbosa, diretor da Agência AO5, nosso amigo e parceiro. Com ele, abordamos um tema corriqueiro, que infelizmente ronda o trabalho da agência: o Plágio. Tendo seus layouts copiados com frequência, Juliano representou a empresa e se juntou a Fábio Ricotta e eu para um debate sobre o assunto de plágio. Entenda como ocorre, conheça alguns casos e saiba como combater legalmente a situação.

Os Valores do Trabalho de SEO

Os Valores do Trabalho de SEO

O MestreCast #25 chega para abordar um tema bastante pedido pela nossa audiência: afinal, quanto cobrar pelo trabalho de SEO? Para ajudar nesta importante discussão, convidamos Frank Marcel, um dos responsáveis pela parte de negócios aqui na Agência Mestre e Juliano Barbosa, nosso amigo e parceiro, um dos comandantes da Agência AO5. No programa desta semana, abrimos valores, demos exemplos e dicas de como montar um cálculo para chegar a um valor correto para o seu negócio. Confira!

Táticas e Dicas para Adsense

Táticas e Dicas para Adsense

O MestreCast vai abordar táticas avançadas e técnicas para você que trabalha com o Adsense. Depois de um programa de entrada onde falamos “por cima” sobre o tema, decidimos unir os amigos e convidados Mauricio Zane e Coca Gelada para formar a bancada ao lado de Ique e Fábio no programa 45. A dupla trouxe dicas quentes sobre o assunto, além de comentar algumas técnicas passadas no último TcheSEO, onde Zane foi o palestrante. Abordamos também até sobre o Black Hat na área, onde o Fabio Ricotta surpreendeu ao apontar alguns “conselhos” para a audiência.

Comentários
  1. Parabéns pelo MestreCast 38. Belas experiências de vocês tanto na parte profissional quanto na pessoal.

    Estou nessa linha de um cara do interior com a meta de ir pra capital (rs). Vamo que vamo!

  2. Ótimo podcast, excelente!
    Me vi em vários momentos nos depoimentos de vocês.. Já quase fui trabalhar em SP, recebi algumas propostas logo após ganhar o DesafioSEO em janeiro de 2010, mas não fui por ver que ganharia mais mas o que sobraria mesmo no final do mês não compensaria e acabaria por me isolar totalmente de família e amigos daqui do RJ. Acabei ficando pelo RJ, tendo ótimas oportunidades por aqui e hoje, assim como o Ricotta, também sou dono do meu próprio negócio, o que não é fácil mesmo no início!
    Vocês tocaram no ponto exato que muitos profissionais precisam ouvir, que cada mercado paga o proporcional a vida na cidade também, não basta ver que vai ganhar mais indo para outra cidade e na empolgação não ver que os gastos também aumentarão substancialmente.
    Parabéns mesmo, gostei MUITO dessa edição e com certeza o que foi dito aqui ajudará na nossa caminhada nessa nova fase profissional..

    Abraços!

  3. Pô muito bom esse MestreCast em? Bastante encorajador…. até perigoso 🙂

  4. Ouvindo 4 podcasts distintos praticamente em seguida, notei que 3 deles (inclusive o mestrecast) tocaram no assunto sobre o funcionarismo público e a acomodação nesse tipo de emprego (coincidência???). Sou funcionário público e concordo plenamente com as idéias apontadas. Não temos (sem generalizar) nenhum tipo de desafio, os dias passam e é sempre a mesma coisa (isso me preocupa), o que acaba motivando um pouco é o salário e as férias premium ( que demoram…), porém no meu caso isso não basta, busco sempre dar uma olhada pelo lado negativo desse tipo de emprego para que eu não fique estagnado e acomodado aqui, até pq não existe um plano de carreira para maior incentivo, logo aproveito os momentos oportunos para aprender algo de novo, afinal outros empregos bem melhores estão por aí. Bom, o negócio então é não ficar de braços cruzados e correr em busca de novas oportunidades de conhecimento! Quanto ao podcast, tenho a dizer que ficou excelente, serve para abrir ainda mais a mente quando a questão é perspectivas para o futuro. Um abraço pessoal.

    • Obrigado pelas palavras, Renato!

  5. Olá amigos. Primeiramente gostaria de parabenizá-los por mais esse programa falando de um assunto que muita gente está passando, já passou ou ainda vai passar.

    Eu mesmo passei por isso recentemente. A algumas semanas mudei do interior de SP, Piracicaba, para a capital.

    Trabalhei por muitos anos em agências no interior, porém o crescimento salarial e desafios sempre foram pequenos e isso me encorajou a buscar novos rumos. Foi então que fiquei por 3 meses vivendo apenas como freelancer, porém não deu muito certo. Finalmente vim atrás das oportunidades que a cidade do bixo das 99 cabeças tem a oferecer.

    Realmente tem um preço a se pagar aqui, a começar que você vive praticamente pelo trabalho. Vão fácil 2 horas de ônibus/metrô para se locomover até o trabalho.

    Aqui a sensação é de que todos são bastante workaholic.

    Os custos para se viver nessa cidade também são elevados, enquanto em minha cidade eu conseguia almoçar bem com 10 reais, aqui gasto 20 comendo mais ou menos.

    Mas é isso, penso que ir para uma cidade grande como São Paulo pode não ser a única opção para evoluir como profissional, porém é a melhor e mais fácil.

    Abraços

  6. Escutei todo o podcast, gostei do assunto, bastante interessante, agora me fala uma coisa, quem e essa premoniz, onde eu encontro esta pessoa na web.

Deixe seu comentário abaixo

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?