Neste vídeo da Mestre TV, Fábio Ricotta, CEO da Agência Mestre vai falar sobre um técnica de utilizar o conceito do storytelling em apresentações, criando histórias e desenvolvendo exposições incríveis de resultados para seus clientes. Dê o play e confira mais sobre o tema!

Podemos definir storytelling como a capacidade criar histórias por meio de palavras, elementos visuais e diversos outros aspectos que valorizam e possibilitam o embelezamento de resultados. Por meio da técnica, a forma como as informações são transmitidas chamam atenção pelos detalhes e pelo cuidado com a apresentação.

Os relatórios de marketing digital têm dados e fatos que podem ser narrados de uma maneira especial, mostrando a jornada percorrida para que resultados sejam alcançados. Dessa forma, é desenvolvida uma visão mais ampla por parte do cliente e o trabalho passa a ser mais valorizado.

Saiba como valorizar seu trabalho com a técnica do storytelling em apresentações

É fato que a forma como uma história é contada influencia diretamente na percepção dos espectadores, ou seja, o tom de voz, a postura e toda a apresentação farão diferença. Essa realidade pode ser aplicada em qualquer tipo de exposição, incluindo no momento de exibir resultados em um relatório. Fábio defende que metade do sucesso adquirido em um trabalho pode ser associado a forma como os dados foram apresentados.

Ao utilizar o storytelling em apresentações, quem assiste vai gostar não só dos resultados expostos, como também vai atribuir maior relevância do seu trabalho e enxergá-lo como peça importante para o sucesso do negócio em questão. Além disso, novas possibilidades de contratos com novos clientes podem surgir, fora que os atuais consumidores serão mais facilmente serão mantidos.

Invista em elementos visuais para criar storytelling em apresentações

Além de pensar na forma de apresentar os resultados, a estratégia de criar storytelling em apresentações pede por elementos visuais significativos e que agreguem valor ao seu trabalho. Evite criar textos muito extensos, que não criam a possibilidade de interação de quem expõe os dados e de quem assiste à exposição. Dever ser feita uma mescla de itens visuais com o conteúdo que você deseja apresentar.

Outro fator que deve ser levado em consideração é o tom de voz. A entonação faz toda diferença para a percepção que o cliente terá do seu trabalho. É ideal também alinhar a sua forma de passar as informações ao seu perfil de cliente.

Uma dica importante fornecida por Fábio Ricotta, principalmente no caso de agências, é evitar enviar relatórios via e-mail. A justificativa é simples: os dados e bons resultados são frutos do trabalho desenvolvido, portanto devem ser apresentados por você, não apenas entregues ao cliente para que ele faça uma interpretação particular.

Gostou deste vídeo? Confira também a sugestão de vídeo Meus Dados Não Batem – ANALYTICS vs FACEBOOK vs ADWORDS vs CRM. Confira!