Olá leitores da Agência Mestre!

Não é de hoje que o Google vem brigando contra os links pagos. Já vimos as batalhas que mencionei em um post no meu blog pessoal:

Recentemente vimos o caso do próprio Google se penalizar, por realizar tais práticas de links pagos. Mas até aí não existia um canal de comunicação entre usuários “delatores” e o Google, assim como existe aquele famoso formulário de spam.

Este mês, em um post em seu blog pessoal, o engenheiro chefe do time de webspam do Google, Matt Cutts, reportou à comunidade a novidade: um formulário para delatar a compra e venda de links pagos.

Formulário de Reportar Spam

É muito importante este passo do Google em produzir um formulário para reportar links pagos, pois a web ganha um novo canal de comunicação sobre técnicas Black Hat, neste caso, a manipulação de PageRank. Este novo formulário pode indicar mais e mais ao Google o comportamento de websites que vendem links, interconectando os que fazem este tipo de manipulação/venda, e assim eles podem penalizar com mais facilidade os websites que utilizam de links pagos.

Sobre o caso de links pagos, o Matt Cutts disse claramente que eles não devem manipular o PageRank:

If link in a paid post would affect search engines, that link should not pass PageRank (e.g. by using the nofollow attribute). Google — and other search engines — do take action which can include demoting sites that sell links that pass PageRank, for example.

E em seguida ele re-afirma este ponto:

My bottom-line recommendation is simple: paid posts should not pass PageRank.

Ou seja, evite links pagos, mas se for fazer, utilize a tag nofollow.