Olá leitores da Mestre, bem-vindos a mais um episódio do Mestre TV! Hoje nosso CEO, Fabio Ricotta, vai falar do custo por aquisição, o famoso CPA. Imagina que seu CPA aumentou — e esse é o maior pesadelo para quem trabalha com compra de mídia — o que fazer nessa hora? Dá o play e confira!

“O que fazer se o seu CPA aumentou?” Esta é uma dúvida que está constantemente na caixa de mensagens do Ricotta. Primeiro para esclarecer, CPA significa Custo Por Aquisição.

Para entender o conceito, imagina que você gastou R$ 100 para trazer dez aquisições, o seu CPA neste caso é de R$ 10. Então é o custo dividido pelo número de aquisição.

Mas, imagina que esse valor aumente de R$ 10 para R$ 20 para aquisição de leads de ebooks por exemplo. Ou seja, você gastou mais para trazer a mesma quantidade de conversão, o que fazer nessa hora?

CPA aumentou? Confira a saturação

A saturação é um dos primeiros pontos a se pensar se o seu CPA aumentou. E o que isso quer dizer? Basicamente que o público que você selecionou, ou seu público-alvo, já foi todo atingido. Você já esgotou todas as oportunidades de alcançar a sua persona com a sua campanha.

Por isso o seu custo por aquisição aumenta, porque quanto mais pessoas você atinge, mais você esgota esse público-alvo. E consequentemente vai ter que gastar mais dinheiro para alcançar pessoas diferentes.

Outro problema para se prestar atenção é o criativo. Ou seja, você não consegue mais converter porque a forma que você está chegando nas pessoas não está mas dando resultado, a mensagem que você está aplicando não persuade mais.

E como você otimiza essa frente? O que você pode mudar na sua campanha para que possa atingir mais pessoas? Descubra!

Copy

É a mensagem que você está utilizando para atingir as pessoas. É preciso que você mude a copy porque talvez a sua comunicação não esteja interessando mais a sua persona.

Imagens

As imagens são um dos pontos que também mudam muito o jogo. Em uma campanha de Display do Google Ads, por exemplo, ou de Facebook Ads há essa possibilidade de alterar a imagem.

Por isso, na hora de criar campanhas uma boa ideia é já iniciar com múltiplas imagens, se tiver orçamento para isso. Se você já testou a imagem e chegou em um ponto de saturação, troque ela.

Depende muito da conta, mas segundo o Ricotta, na Mestre as imagens são trocadas a cada duas semanas para que a persona seja impactada de formas diferentes.

Landing page

A página de destino é um ponto que poucas pessoas mudam. Você pode testar melhorar a própria imagem, a composição de cores a copy da página e testar o que funciona melhor.

Mas é preciso ter atenção, não é recomendação do Ricotta que você mude esses três fatores ao mesmo tempo. Pois, você não vai saber qual alteração deu certo.

Mude primeiro a copy e analise se houve alguma melhora. Depois teste a imagem e por último, se nada adiantar, aposte na mudança da landing page. Neste caso você pode até utilizar a própria ferramenta do Google para fazer um teste A/B. Porém, é importante que você não mude a página de destino anterior por outra sem testar se ela funciona primeiro.

Teste sua audiência

A audiência pode ser testada de duas formas: específica ou ampla. Geralmente se o CPA aumentou e houve uma saturação do público, as pessoas vão direto para o teste amplo, ou seja, aumentar o target totalmente.

Específico

O CEO da Mestre, recomenda que seu vá primeiro ao específico, ou seja, direcionar o seu alvo para uma persona daquela audiência que você já tinha. Você pode separar a audiência geral, e fazer uma nova campanha específica que vai interessar somente algumas pessoas dentro daquele público.

Se você está fazendo uma campanha de marketing digital, por exemplo, ser mais específico seria criar uma campanha somente focada em e-commerce, que também é um produto que você vende, neste caso.

Quando você entra na especificidade você consegue baixar o seu CPA muitas das vezes. Mas é preciso ter cuidado, ele também pode aumentar caso houver muita competição dentro daquele pequeno grupo que você selecionou.

Amplo

No sentido amplo, é só escalar a sua audiência. Por exemplo, se seu público era de até 25 anos, pode aumentar para 40. Assim você atinge pessoas que antes não seriam impactadas pela sua campanha. O amplo é a forma mais simples de aumentar a sua demografia, ou descobrir interesses diferentes dentro do seu público.

Use a audiência atual e o Lead Scoring

Outra otimização para fazer se o CPA aumentou e que nem todo mundo aproveita é usar a sua audiência atual ou aplicar informações de lead scoring.

Ou seja, no lead scoring você pode classificar sua audiência de duas formas: uma nota de A a D, dizendo se o perfil dela está alinhado com seu público alvo, e por nível de interesse (abertura de e-mails, visita de páginas etc.). Neste último caso quanto mais ações, mais qualificada ela estaria ou receberia uma nota mais alta.

Com essas duas informações você pode criar outros critérios. No Facebook, por exemplo, pode utilizar o critério LTV. Nele você diz para a ferramenta o quão qualificado é um lead, ao invés de dizer somente o quanto ele irá gastar. Assim a ferramenta entrega melhor para a audiência e o seu CPA diminui.

Pegar a audiência que já converteu é basicamente subir na plataforma no modelo de “audiência similar”. Essencialmente a própria ferramenta irá processar esse grupo e retirar informações de características em comum dessas pessoas e atingir novos usuários que se encaixam. O que também é uma estratégia para diminuir seu CPA.

Esperamos que esse conteúdo tenha respondido suas dúvidas! Se você tem outra estratégia para diminuir o CPA, deixe nos comentários.

Para mais dicas sobre marketing digital aproveite e inscreva-se no canal do Mestre Academy! Lá você encontra muito mais informações para aplicar nas suas estratégias!