Bounce Rate – Objetivo das Páginas e Intenção do Usuário

Olá leitores da Agência Mestre!

O bounce rate é uma das métricas utilizadas para analisar o comportamento dos usuários nas páginas do site. Ele é calculado levando em consideração o número de pessoas que entram em uma página em relação ao número de pessoas que saem, e é útil para medir a “atratividade” das páginas para o usuário.

Entretanto, verificar se o bounce rate está normal ou muito alto não é assim tão trivial. Deve-se levar em consideração a finalidade da página. Por exemplo, quanto mais conteúdo uma página tem e menor seu bounce rate, melhor. Já para páginas com pouco conteúdo, que tem a única finalidade de direcionar o tráfego para outras páginas, o bounce rate é uma métrica relativamente desnecessária.

O bounce rate geralmente está ligado ao que as pessoas estão procurando (a intenção dos usuários) confrontado com o que está sendo oferecido no site. A situação ideal é que a intenção do usuário e o objetivo das páginas estejam em sintonia e, para isso, é necessário entender:

  1. O objetivo de cada página (e ser o mais fiel possível à esse objetivo)
  2. Como os usuários vão chegar até cada página
  3. Como o objetivo e a intenção do usuário vão andar juntas

O Objetivo de Cada Página

Ter em mente o objetivo de cada página é útil tanto para direcionar os trabalhos de SEO em cada uma delas, como para avaliar e reavaliar a necessidade de criação de novas páginas ou reotimização do conteúdo.

Um exemplo disso é a necessidade ou não de criação de novas categorias em um blog (afim de segmentar melhor um determinado assunto).

A necessidade de alteração da disposição dos elementos de uma página também pode ser vista como uma reotimização – geralmente essas alterações são feitas para corrigir algum erro de foco de uma página ou mesmo para alterá-lo.

Por exemplo, uma página que tem como finalidade a venda de um produto, mas o elemento de maior destaque é um call to action para uma promoção de um outro produto relacionado.

Como os usuários chegam até as páginas?

Keywords

Uma maneira de verificar como os usuários estão chegando às páginas do seu site é verificar as keywords e as fontes de tráfego de entrada de cada página. Para tanto, você deve acessar os dados da página que você deseja verificar através do menu Traffic Sources->Content->Content by Title:

content by title

E, depois disso, encontrar a página desejada:

titulo-pagina-verificar

Depois disso, para verificar as keywords de entrada, basta selecionar a opção “keywords”:

keywords no google analytics

Dessa maneira é possível verificar se a página está otimizada para as keywords corretas, além de facilitar a descoberta do porquê do bounce rate de uma página ser baixo ou alto. Se uma página estiver sendo acessada pelas keywords erradas, é hora de pensar na reotimização de seu conteúdo.

Comece pelas páginas mais importantes, independente do bounce delas e somente depois ordene suas atividades por ordem de bounce.

Sources

Para verificar as fontes de tráfego de uma página, basta selecionar a opção “sources” (após selecionados os dados da página em questão):

sources no google analytics

O ponto interessante de se analisar as fontes de tráfego para uma determinada página é verificar quais referrals estão te trazendo mais visitas para assuntos específicos e, dessa maneira, te fornecer dados sobre quais redes sociais te dão mais resultados e quais podem ser melhor trabalhadas.

Sintonia Entre Objetivo das Páginas e Intenções do Usuário

Melhorar a sintonia entre o objetivo das páginas e as intenções do usuário vai além do uso das keywords corrretas nos trabalhos de SEO (tanto on-page quanto off-page), também é necessário prestar atenção à organização dos elementos na página, o uso ou não de calls to action e outros fatores visuais que também podem acarretar na saída do visitante.

Pense em um site de e-commerce. As páginas de produtos tem que ter como finalidade a venda daquele produto, portanto, ele é que deve ter o destaque da página.

Estar atento à maneira como os usuários chegam às páginas é essencial para baixar as taxas de bounce, mas montar páginas objetivas e fáceis de serem compreendidas e navegadas também. Dessa maneira, o usuário consegue encontrar suas páginas da maneira correta, compreende o conteúdo e não abandona a página antes de verificar se a página tem ou não aquilo que procura.

Você já havia percebido a relação entre o bounce rate e a sintonia entre o objetivo da página e as intenções do usuário? Faça um comentário e conte o que achou sobre o assunto.

Receba Dicas Exclusivas Sobre Web Analytics

Quer aprender a mensurar suas visitas e conversões de maneira correta? Então, cadastre seu e-mail!
Divulgue este artigo

12 Comentários para “Bounce Rate – Objetivo das Páginas e Intenção do Usuário”

  1. PcSaudavel.com

    Fabiane

    Muito interessante esse artigo, eu sou leitor através do Feed RSS por email e já me registrei para poder comentar.

    Um Abraço

    Roberto

    Responder
  2. tigdesigner

    Bem legal o artigo, preciso verificar agora no meu analytics!

    Tiago Lucena

    Responder
  3. Evandro C. Pavanete

    O meu site, por ser um diretório de links, tem uma Bounce Rate acima de 70%. É natural, pois o usuário chega,encontra um link intessante, clica nele e segue em frente. Esta é a proposta do diretório.

    Quando isto acontece em sites/blogs que tem bastante texto, é realmente preocupante, pois é sinal de que o conteúdo não foi atraente ao usuário.

    Responder
  4. andre salles

    Fabiane,

    Acredito que sites de conteúdo que estão bem posicionados na pesquisa natural do Google (primeira ou segunda página) naturalmente terão o Bounce Rate alto, o usuário encontra o que procura, lê e vai embora.

    Responder
  5. Carol

    Olá Fabiane,

    Ótimo artigo!

    Você sabe exatamente o quanto de tempo é necessário para que a pessoa fique no site e não seja considerado “bounce”?

    Carol

    Responder
    • Fabiane Lima

      Olá, Carol

      Depende da proposta do site, o tempo deve ser suficiente para o usuário realizar as ações que precisa na página. Por exemplo, se um artigo x leva um tempo médio de 2 minutos para ser lido, quando ocorre uma visita de 10 segudos ela pode significar um Bounce.

      No Google Analytics são considerados Bounce os usuários que saem do site. Ou seja, se um usuário chega por uma página A, vai para uma página B do mesmo site e dessa página B o usuário sai, esse dado vai contar como Bounce nas estatísticas da página B.

      Responder
  6. Fernando

    Muito obrigado pelas informações, ainda não tinha me atentado a esses dados. foi de grande contribuição para minhas analises.
    Continuem sempre assim com dicas interessantes que o bounce rate de vocês vai chegar a zero.
    Obrigado

    Responder
  7. Marcus Vinicius

    Fabiane, o teu post me deu uma aula bastante rápida e prática do Analytics. Criei há algum tempo um blog e instalei o código, para poder apreder a mexer no programa do Google. Embora poste muito pouco, umas duas vezes por mês, no máximo, estava atrás de respostas sobre o bouce rate alto do blog. Pelo que eu entendi, possuo a porcentagem alta, pois não existe nenhuma tarefa necessária para o usuário nos posts. Ele simplesmente entra, lê e sai. Não existe nenhum atrativo para que ele entre em outras páginas do blog, mas acredito que muito pela própria natureza da página, onde todos posts ficam um em baixo do outro. Achas que esse raciocínio poderia estar correto? Neste caso o bounce rate não seria uma métrica muito importante do blog, né?! O que achas?

    Responder
    • Fabiane Lima

      Olá,

      Bom, uma alternativa interessante é estipular uma métrica diferente para Bounce – por exemplo, supondo que para todos os seus artigos os usuários têm que usar o scroll para chegar até o final do post… Ou seja, usuários que não usam scroll seriam contados como uma rejeição do conteúdo. Ou ainda, outra métrica possível é o tempo que os usuários gastam nas páginas do blog, por exemplo, o usuário gastou menos de 1 minuto então ele não leu todo o conteúdo.

      Vale lembrar que para considerar o tempo nas páginas ou o scroll do mouse como métrica de engajamento , é necessário fazer manipulações do Google Analytics.

      Espero que tenha ajudado.

      Abraços.

      Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>