YouTube SEO: Como Ter Vídeos Bem Rankeados no YouTube

Se você acompanha a Agência Mestre, já sabe o que é SEO. Mas, você sabia que existe uma forma de fazer SEO para YouTube? Sim, isso mesmo! Você pode otimizar o título, descrição e outras coisas mais para ter seus vídeos bem rankeados no maior buscador de vídeos do mundo, o YouTube. Para saber tudo sobre o assunto, dê o play no vídeo abaixo:

5 Dicas Para Otimizar Seus Vídeos no YouTube

Aqui no blog, já demos 10 dicas práticas sobre como ganhar visualizações no YouTube. Hoje, você aprenderá mais sobre YouTube SEO e, se aplicar tudo que ensinaremos aqui, poderá aumentar e muito sua exposição dentro do buscador.

Invista nas Capas dos Vídeos

Com mais de 300 vídeos publicados, nós entendemos que quanto melhor e mais chamativa for a capa do seu vídeo, maior a chance do usuário clicar nele para assistir a um conteúdo. Sempre que alguém faz uma busca no YouTube ou está assistindo a um vídeo, tem a oportunidade de visualizar algumas thumbs de vídeos relacionados/recomendados. Por isso, você precisa “vender” muito bem a imagem do seu vídeo.

Crie Títulos Chamativos e Com a Palavra-chave Correta

Assim como o Google tende a dar mais força para sites que incluem no título da página, a palavra-chave relacionada à busca, o YouTube por sua vez também segue a mesma lógica. Em outras palavras, o YouTube privilegia os vídeos que possuem um título bem trabalhado e com menção à palavra pesquisada pelo usuário. Porém, não basta apenas colocar a palavra-chave no título, você também precisa pensar em títulos criativos, que chamem a atenção das pessoas. Dessa forma, elas ficarão muito mais propensas a assistir seus conteúdos.

Faça um Bom Roteiro e Uma Boa Edição

Antes de gravar seus vídeos, pense sempre no roteiro. Um bom roteiro ajudará você a aumentar sua taxa de retenção e fazer com que as pessoas assistam seus vídeos até o final, o que por sinal é muito bom para que seus vídeos sejam melhor pontuados pelo YouTube.

Roteiro de Vídeo

Um exemplo prático de roteiro, pode ser visto no vídeo que você encontra no início deste artigo. Nele, nosso CEO Fábio Ricotta antecipa, que dará 5 dicas ao longo do vídeo. Assim, quem está assistindo, possivelmente irá esperar para saber quais são as 5 sacadas.

A edição do vídeo também ajuda na retenção, fazendo com que o YouTube promova mais seus vídeos. Sem falar que a edição torna a experiência de quem assiste aos vídeos muito mais agradável. Por isso, invista nesse recurso e conquiste cada vez mais inscritos para o seu canal.

Insira Tags em Seus Vídeos

As tags podem ser adicionadas a todos os vídeos que você sobe no YouTube e elas contribuem para que o buscador saiba do que se trata o vídeo em questão. Esse recurso fará com que seu vídeo seja sugerido para os usuários do YouTube, na parte de vídeos recomendados.

Vale a pena mencionar que o ideal é você incluir apenas tags que estejam de fato relacionados ao vídeo, caso contrário, você pode prejudicar sua taxa de retenção e o engajamento com as pessoas. Portanto, nunca inclua tags que não têm ligação com o assunto do vídeo, para não ficar em desvantagem. Em casos de abuso de tags que não reflitam a verdade, o YouTube pode mesmo até excluir o seu canal. Sendo assim, muito cuidado!

Faça Playlists

Construa playlists de vídeos relacionados a um determinado assunto e inclua nela todos os vídeos que julgar relevante para que a sua audiência os assista em uma sequência. Divulgue as playlists criadas para sua base de e-mail e também para as pessoas que acompanham o seu trabalho no Facebook, Twitter, LinkedIn e demais redes.

Pesquisa de Palavra-chave no YouTube

Em uma das dicas deste artigo, mencionamos a importância de você criar títulos com a palavra-chave que sua audiência pesquisa, para que dessa forma seu vídeo fique melhor rankeado no YouTube. Para descobrir as palavras que já estão lhe trazendo visualizações, confira o vídeo abaixo e entenda como utilizar uma ferramenta de gerenciamento do próprio YouTube:

Para quem utiliza o Google Analytics de longa data, sabe que existia uma aba dessa ferramenta que nos mostrava as palavras-chave que foram buscadas no Google e que geraram visitas para o site. Esse recurso foi descontinuado e hoje só conseguimos algo parecido através do Google Search Console. No entanto, o YouTube ainda mostra essa informação, listando as palavras-chave que foram pesquisadas e que levaram os usuários até seus vídeos.

Para descobrir essas palavras, basta acessar o painel de gerenciamento do seu canal e clicar em “Gerenciador de Vídeos > Estatísticas > Origens de Tráfego > Pesquisa no YouTube”. Basta percorrer esse caminho, para encontrar as palavras-chave. De posse dessa informação, você pode criar mais vídeos relacionados ao interesse de sua audiência, além de criar playlists com os vídeos já existentes e que são bem procurados, a fim de rankear ainda melhor seus conteúdos.

Encontrando as Palavras Certas Com o Google Trends

Uma outra forma de fazer uma boa pesquisa de palavras-chave para aplicar o SEO para YouTube, é através da ferramenta Google Trends. Nela, você consegue identificar quais são as pesquisas crescentes e relacionadas a qualquer assunto e como as pessoas estão pesquisando por isso dentro do YouTube.

Para utilizar a ferramenta, basta acessar https://www.google.com.br/trends/ para começar a explorar os tópicos. Depois, é só entrar com o termo desejado e aplicar os filtros de país, período de tempo, selecionando a opção “Pesquisa do YouTube”, tal como exibido na imagem abaixo:

Pesquisa no Google Trends

Depois de pesquisar, basta rolar a página para baixo e verificar as opções retornadas em “Consultas relacionadas”. Você ainda pode ver os termos principais e os termos em ascensão, como indicado abaixo:

Google Trends: consultas relacionadas

Temos certeza que se você aplicar todas as técnicas listadas neste artigo, conseguirá aumentar o número de visualizações de seus vídeos no YouTube, bem como o número de inscritos em seu canal. Sucesso!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>