Web Analítica – Como medir, o Quê e Por quê

Imagine que você entra e sai de uma farmácia. Se não comprar nada, provavelmente o gerente nem vai saber que você esteve lá. Se comprou algum produto, a farmácia sabe que algo foi vendido (eles saberão um pouco mais se você usar um cartão de associado).

Visitar um website será totalmente diferente se você observar a partir da visão da coleta de dados. Durante sua visita a um website, você deixará para trás uma quantidade absurda de dados, comprando algo ou não.

O website conhece cada “corredor” que você andou, tudo que tocou, por quanto tempo ficou lendo cada “etiqueta” de cada produto, tudo que colocou em seu “carrinho” e então descartou, e muito, muito mais. Se você acabar comprando, o gerente do site saberá onde vive, de onde veio até entrar no website, a qual promoção está respondendo, quantas vezes comprou antes etc. Se você simplesmente visitou e saiu do website, ele ainda saberá tudo o que fez e na ordem em que fez.

Imagine o quanto é proveitosa a web em termos de sua capacidade de coletar dados e saber muitas coisas sobre seus visitantes. Tudo isso sem violar os princípios de privacidade do cliente.

Existem mais ferramentas do que você já imaginou, que criarão instantaneamente relatórios de todos esses dados web, apresentando-os em cada seção, gráfico, tabela, pivô ou dump.

Mas, não importa qual ferramenta você usa, o melhor é que todos esses dados irão ajudá-lo a entender o quê aconteceu. Eles não podem, não importa o quanto tente, informá-lo por que algo aconteceu.

Temos cliques, páginas, a hora no site, caminhos, promoções, taxas de abandono e mais. Porém, estamos esquecendo um aspecto crítico de todas essas partes dos dados: Por que eles clicaram neste lugar? Por que nossos visitantes acabaram nestas páginas e não naquelas? Por que 50% deles abandonam seus carrinhos? Por que 90% do trafego da web informam as principais perguntas de suporte, mas as pessoas ainda entram em contato pelo telefone?

O que está faltando é o porquê.

Esta é a razão para os dados qualitativos serem tão importantes. Eles podem nos aproximar muito da compreensão do porquê. É a diferença entre 99% da análise do website que é feita, mesmo que produza muito poucos critérios, e 1% que fornece uma janela para a mente de um cliente.

Combinar o quê (quantitativo) com o porquê (qualitativo) pode ser extremamente eficiente. Também é fundamental para nossa capacidade obter todos os dados do fluxo de cliques e realmente analisá-los, para encontrar os critérios que levem as alterações significativas do website para melhorar as experiências de nossos usuários.

Embora existam muitas opções para a análise qualitativa, sua primeira missão deve ser compreender tudo que pode sobre as interações do cliente com seu website. Um entendimento amplo das interações do visitante pode levar a critérios acionáveis mais rapidamente, tendo um impacto mais rico em sua tomada de decisão.

Existem muitas metodologias usadas para reunir os dados qualitativos do cliente (o porquê), por exemplo:
– Teste de uso do laboratório (convidando os participantes a completar as tarefas, guiados ou não)
– Visitas do site, também chamadas de siga-me (observando o ambiente nativo de um cliente)
– Experimentação/teste
– Pesquisa

Se você for novo neste mundo, a última opção é uma ótima maneira de iniciar. Diferente do que você pode ter ouvido, a pesquisa é fácil de implementar, pode ser uma metodologia contínua e está seguramente cheia de critérios úteis a uma ação muito orientada.

Combinar o porquê (intenção, motivação) com o quê (cliques, contagens do visitante) deve ser à base de qualquer programa de web analítica acionável e bem-sucedido.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

79 Comentários para “Web Analítica – Como medir, o Quê e Por quê”

  1. YVES

    A impressão que tenho é que, muitas vezes, o que falta é motivação para dar continuidade à visita de um determinado site. Às vezes parece uma coisa mais interessante do que realmente é, ou vai bem até um certo ponto e no meio do caminho perde a graça (por quê as pessoas abandonam o carrinho no meio?) ou então percebemos que não estamos no lugar em que deveríamos estar. O direcionamento do visitante vai definir se ele conclui a visita (pesquisa, compra ou o que quer que seja…) tendo por base os dados que lhe são apresentados.
    Muito bom o texto.
    Muito elucidativo.

    Responder
  2. walter

    esse artigo é de muita validade para os profissionais do ramo, por vezes não muito conscientes do abrangencia do assunto

    Responder
  3. Claudio

    Tenho site divulgado pelo Google.
    Muitos dos dados citados no texto são usados pelo Google justamente para mapear os
    hábitos e gostos dos futuros clientes.
    A seção: palavras mais procuradas na Internet neste Tal período de tempo são obtidas medindo-se isso.
    Esse feedback ajuda às empresas a irem adequando seu marketing de acordo com gostos e hábitos dos clientes.
    Algumas empresas usam espiões, também conhecidos como spywares. Esses programas
    indesejados muitas vezes, e frequentemente confundidos com vírus, são “instalados” quando visitamos uma determinada página, e ficam monitorando nossos passos e colhendo infprmações a nosso respeito, para quem sabe, fazerem um futuro contato comercial.

    Responder
  4. Eneida Nogueira Salgado

    Muito bomo texto…. Bem escrito, de forma clara e sintética!
    Fica fácil para quem quer senterder um pouco mais como é o Cyber World!
    Parabéns…
    Tenho certeza que isso é genético… KKKKK
    Valeu!

    Responder
  5. Pequeno Hans

    Olá a todos,
    Tenho uma notícia no mínimo interessante para nós, não sei se posso dizer que isso ocorreu em tempo recorde, mas pelo menos para mim sim.
    Acho importante sabermos disso, afinal, estamos em um Blog de SEO!! Não sabem do que estou falando?
    Este texto sobre Web Analítica foi postado ontem por volta das 17h. Ontem mesmo, por volta das 19h30m esta página já estava indexada pelo Google.
    Fiz alguns poucos testes e vou colocar aqui os resultados. Digite no Google:
    como medir dados na web (1o lugar)
    web analítica (3o lugar)
    como medir, o que e por que (1o lugar)
    capacidade de coletar dados com web analítica (1o lugar)
    coletar dados com web analítica (1o lugar)
    Não sei dizer até que ponto obtivemos um bom e rápido resultado, por isso, solicito aos especialistas que nos informem sobre a qualidade dos resultados obtidos.
    E vejam que quando escrevi o texto nem me preocupei em formatá-lo especificamente para SEO, com densidade de palavras-chave e afins.
    Até, Pequeno Hans.

    Responder
  6. Marcelo Vellozo

    O tema e o texto estão muito bons e atuais.
    Cada dia mais usamos a internet a nosso favor, como um facilitador em nossas vidas.
    Por este motivo é ótimo entendermos mais sobre este ambiente, parabéns pelo texto e a facilidade na explicação.

    Responder
  7. Eduardo

    as informações estão a nossa disposição, devemos saber como usar, pesquisar, comprar, etc…

    Responder
  8. Claudete Vasconcellos

    Um ótimo texto que vai além do Objetivo para o Subjetivo. Afinal este último é que realmente está por trás de tudo, de todas as intenções.

    Responder
  9. Gustavo da Wedda

    Excelente texto, retrata a realidade e a atualidade do mundo moderno “virtual”.

    Responder
  10. Jean Felipe

    Realmente excelente, texto bem explicado e objetivo.
    Temos tantas informações e não usamos 100% delas.

    Sobre o Google realmente foi um recorde!uahuah

    Abraço

    Responder
  11. Carol Malaquias

    Noss… que bacana!
    Muito bem elaborado, bem escrito e o melhor: master informativo.

    PARABÉNS ao PequenoHans!

    Responder
  12. Antonio Lara

    Parabéns ao pequeno Hans, pena que ainda tem gente (site) que não se tocou com isso !!!!

    Responder
  13. Filipe

    Nice read, mereceu meu voto tambem. Apesr de nao ter assimilado muito bem o texto, foi muito bem escrito. Vou ler de novo :)

    Responder
  14. Renato

    Muito bom o trabalho!

    Afora o contexto do mesmo, isto mostra que apesar de todo sigilo que a Internet nos promete, convivendo com ela somos, “sem saber”, uma porta aberta para o mundo.

    O quê fazer ? Usar ou não ?

    Quem quiser que faça sua opção.

    Parabéns.

    Responder
  15. Cida Pimentel

    neste mundo globalizado e informatizado,entender um pouco mais sobre este assunto é otimo, principalmente escrito de uma forma tão clara e instrutiva.
    parabens pequeno hans pela nivel fantastico de informações!

    Responder
  16. Paola

    Muito bom!
    Fácil de entender, mesmo para quem não é da área.
    Me deu boas dicas para acompanhar os acessos no meu site.

    Responder
  17. Nelson Marcondes Machado

    Excelente! É uma visão moderna do que a Internet pode proporcionar em termos de avaliação de mercado e do próprio produto, com evidentes vantagens para quem a utilizar de forma mais inteligente.
    Parabéns.

    Responder
  18. Heloisa

    Há coisas que não nos damos conta, mas que são importantes conhecermos!
    Muito bom!

    Responder
  19. Pequeno Hans

    Para quem tiver interesse: A revista VEJA desta semana fez uma reportagem grande sobre o Google. Na reportagem, fala-se muito sobre a coleta de dados dos usuários e o quanto é importante obter estas informações.

    Responder
  20. Rosana

    Quando acessamos um site nem pensamos o quanto estamos sendo “vistos”. É importante mostrarmos de que forma olhamos para “ele” também!. Parabens!! Muito bom mesmo!

    Responder
  21. Patricia Cruz

    Gostei muito do texto. Bem elaborado e super didático. Parabéns Jonga !!

    Responder
  22. Fernanda Saad

    Olha, eu gostaria de parabeniza-lo pelo belissimo texto. Logo se ve que não é um texto fajuto…..é de muito bom gosto e conhecimento. Obrigada por me proporcionar essa leitura tão maginifica, superior e encantadora!Parabens Joao

    Responder
  23. Marcello

    Texto mto bom! gostei!!
    esse artigo vale um positivo! rsrs

    Ja li sobre a revista veja q vc falou!!
    mto interesante para todos nos!

    Parabens

    Responder
  24. Gilberto

    Estas informações são de extrema importância à todos os profissionais da área.

    Responder
  25. Samantha

    É realmente diferente pensar que somos monitorados enquanto navegamos na internet.

    Responder
  26. Cassia

    Também li a matéria da Veja. Realmente é um assunto muito atual e extremamente importante.

    Responder
  27. Nelson

    Com um profissional qualificado para está função uma empresa pode elevar significativamente suas vendas em um site. Muito Bom.

    Responder
  28. Guilherme

    Muito interessante, as vezes nem sabemos o que acontece “do outro lado” das coisas.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>