Sites de Páginas Únicas vs Long Tail – Como aproveitar melhor?

The Long Tail

Olá leitores da Mestre,

Uma das perguntas que eu mais recebi nas últimas palestras e cursos de SEO é sobre a produção de sites de uma única página, feitos em CSS3 e HTML5, na maioria das vezes utilizando o famoso efeito de Parallax. As pessoas me perguntam: “Isto é bom? Ajuda o meu posicionamento ou piora?”.

Eu tenho algumas opiniões boas e ruins sobre o assunto e gostaria de discutir com vocês.

Sites de Páginas Únicas

Cada vez mais as agências e profissionais de web estão utilizando o conceito de site de uma única página, que contém um resumo de todos os serviços ou produtos, seguidos por um formulário de contato.

Exemplos do que estou falando é esta campanha da Volkswagen:
Parallax - Volkswagen

Ou Ainda desta agência:
Parallax - Agência

Ou ainda o nosso Checklist de SEO:
Checklist de SEO

O grande ponto destas peças virtuais é a questão da interatividade com o usuário. Eles possibilitam uma experiência formidável ao usuário, que ao ser combinado com o efeito Parallax, produz uma sensação muito legal ao consumir o conteúdo.

Em termos de SEO, a parte boa é que ao fazer a página em HTML 5 + CSS 3 e não em Flash ou todo em imagem, você possibilita que o Google entenda este conteúdo, por ele estar presente no HTML. Desta forma você pode ficar bem posicionado nas buscas.

O Problema em Long Tail

Quando pensamos em SEO, uma das bases do trabalho é você pensar em como o usuário vai te encontrar na web e estar presente nestes termos. Normalmente estes termos são variações dos seus principais e são os grandes direcionadores de tráfego.

Curva de Long Tail

No caso de um site de página única, ele irá conter diversas informações na mesma página e não terá benefícios como Título, Meta Description, URL e sinais sociais, que são presentes por página.

Um exemplo mais direto, seria o caso da página da Volkswagen citada acima. Ela possui diversos carros listados. O benefício em termos de SEO, seria criar uma página para cada um dos carros, criando títulos focados nos nomes dos carros, assim como meta descriptions e ganhando relevância com sinais sociais.

Página Longa vs. Múltiplas Páginas

Conclusões

Ainda que seja muito bonito, um site de uma única página pode perder diversos benefícios em termos de SEO para estar bem posicionado. Cabe ao gestor do projeto avaliar qual a intenção do website/página e assim tomar a decisão que achar mais pertinente.

Como profissional de SEO, eu recomendo sempre a criação das páginas focadas em seus termos, para tirar sempre proveito da long tail.

Espero ter clarificado o assunto.

Um abraço e até o próximo artigo!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

19 Comentários para “Sites de Páginas Únicas vs Long Tail – Como aproveitar melhor?”

  1. Diego Mangabeira

    Parabéns pelo artigo pessoal!
    Saber quais tipos de URL a utilizar e saber sobre como usar a Long Tail a seu favor é fundamental dentro de uma estratégia de SEO.

    Responder
  2. Felipe Ranieri

    Você disse tudo!
    É uma questão de entender a fundo o objetivo de cada projeto.

    Nada impede do site com Parallax entregar um resumo, uma introdução aos assuntos mais importantes e fornecer links para as páginas bem trabalhadas nas questões que envolvem SEO.

    Bem legais as dicas.

    Abraço

    Responder
  3. Carolina Vidal

    Muito interessante esse artigo! Eu acho lindos os sites de página única, mas ainda acho mais vantajoso investir em long tail para aproveitar os benefícios do SEO.

    Responder
  4. Franz Geissler

    Olá Fábio,
    acho que levantou uma pergunta que muitos SEOs já tiveram na hora de montar ou organizar um site. E a única forma de realmente chegar a uma conclusão é de pensar do ponto de vista do usuário. O que ele vai querer achar e qual o valor agregado da minha página para ele? Fazer páginas únicas na minha opinião só tem sentido quando o(s) tema(s) ou termo(s) de busca abordados não são muito abrangentes porque só assim tem uma boa chance que o usuário encontre o que ele busca. Quando tem um usuário que busca uma “agência de marketing”, pode ser suficiente ter uma página única com imagens de todas as áreas que trabalha e um botão para contato. Mas acho que essa agência perde muito longtail porque o tema marketing é bem amplo e pode ser reduzido aos termos utilizado em apenas uma página. Em outras áreas com menos buscas e menos amplas pode ser vale a pena sim.

    Responder
  5. João Paulo Balthazar

    Tema muito oportuno.
    Prefiro o aproveitamento da Cauda Longa não só pelas oportunidades de SEO como também pela necessidade de termos propostas comerciais em landing pages que sustentem campanhas mais específicas por público.
    Abraço!

    Responder
  6. educoutinho

    A única desvantagem é: “…Título, Meta Description, URL e sinais sociais…” e a única vantagem é experiência visual do usuário?

    Esse site por exemplo: http://www2.apexbrasil.com.br/ Todos os links (exceto as 3 abas da home) são carregados dinamicamente por Ajax, mas mesmo assim eles tem uma url acessível para o buscador e para o usuário poder compartilhar a página. Nesse caso a desvantagem mencionada no artigo não se aplica?

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Olá Edu,

      O Google tem sérios problemas em ler conteúdo em Ajax, mas pelo que vi ali o webmaster conseguiu mudar a URL ao carregar o conteúdo.

      Meu receio é no momento de o Google olhar os links feitos em Ajax e não passar link juice. Teria que avaliar o projeto mais de perto para dar uma certeza se funciona bem ou não.

      Responder
  7. Júlio César

    Realmente Fábio acho que você abordou o assunto da melhor forma.
    Podemos criar essas páginas para conseguirmos agradar os usuários tanto na forma de User Experience como em SEO. Dá um pouquinho mais de trabalho, porém o cliente ficará duplamente feliz em saber que você além de pensar na usabilidade do site, está pensando na otimização em conjunto!

    HTML5 + CSS3 são coisas de Deus!

    Responder
  8. Emerson de Oliveira Carvalho

    Esse post me ajudou muito, estive pensando nessa assunto e discutindo com meu colega da faculdade sobre isso.
    Eu acho que as paginas únicas podem ser uma atração dentro do seu site, como fosse um “conteúdo interativo”. Acredito ainda que para SEO e sempre deixar 1 pagina para cada conteúdo.
    Gostei muito do post, obrigado.

    Responder
  9. Emerson de Oliveira Carvalho

    Uma duvida que tive agora, é uma boa escolha deixar essa pagina única como portfólio ?

    Responder
  10. Olavo Monteiro

    Ótimo artigo, embora a página única melhore substancialmente a experiência do usuário, quando o projeto foca vários assuntos específicos o trabalho deve ser bem planejado.
    Acredito que em projetos simples à exemplo de websites que funcionam apenas como ‘cartão de visita’ a página única torna-se a melhor proposta.

    Responder
  11. Fabiano Ferreira

    Concordo com o Fábio, talvez funcione bem para um hot site ou algum projeto onde a otimização não seja tão importante, além dos benefícios em SEO ao utilizar páginas separadas, pessoalmente me traz uma sensação de organização, acho interessante mas pessoalmente ainda prefiro páginas separadas para a maioria dos projetos.

    Responder
  12. Sidnei

    Outra questão nos casos de “one page” como mensurar a taxa de rejeição sendo que todos os visitantes não navegarão além de uma única página. Para o Google o que o “tempo médio de navegação” e a “taxa de rejeição”, pode influenciar negativa e positivamente para o ranking do site?

    Responder
  13. Juliana

    Oi, Fábio
    E como fica a análise no Analytics? Como fica a separação das páginas?

    Responder
  14. André de Moraes

    Em tempos de beija flor, isso ainda continua valendo da mesma forma já que o foco em palavras chave vem perdendo cada vez mais foco num projeto de SEO?

    Abs

    Responder
  15. Lorena

    Excelente artigo, penso em criar um site de página única para meu novo projeto, acho que o layout fica mais organizado e bonito.

    Responder
  16. Luiz Parreira

    Estava em uma enorme batalha sobre trocar ou não o meu modelo pelo Parallax, mas com este artigo acho que vou ficar no modelo convencional; Tenho uma variedade de páginas/produto considerável e cada produto tem palavras-chave muito específicas. Valeu pela dica.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>