SEO: O Que NÃO Fazer

Olá amigos do Agência Mestre.
Hoje irei postar algumas dicas do que você não deve fazer pelo bem do SEO e SEM. Se por acaso acabei citando seu site, não tome como ofensa, mas sim como uma crítica construtiva, ok?

Black Hat

www.filhote.com – Bom, apenas dê um scroll na página veja que algumas keywords foram explicitamente spammeadas. NUNCA FAÇA ISSO. Apesar de ainda estar indexado no google brasil e rankeando bem para algumas keywords, é questão de tempo até ser banido. Este é apenas um dos inúmeros exemplos de black hat que você não deve usar.

Title tag mal definida

www.frnz.de – Note a title tag. Ela não está explicando de forma clara o conteúdo da página. Não possui nenhuma keyword coerente e que faça alusão ao contexto do site.

Interface não amigável

www.dokimos.org/ajff/ – Ao entrar num site, o usuário espera algo que não agrida visualmente. Sempre pense no design do site.

Usabilidade Zero

www.arngren.net – Neste exemplo, note que apesar da variedade de coisas listadas, você não consegue achar o que quer. A parte inferior é praticamente inútil, uma vez que você já desisitiu de procurar.

Flash

www.publicis-mk.com – Site bonito, explicativo criativo, porém, em flash. O google ainda não indexa conteúdos em flash como deveria. Então por hora, evite usar flash nas partes que queira que sejam indexadas pelo google.

Url não amigável

BB Agronomia – Sabemos que o site do Banco do Brasil é muito importante e famoso para depender de SEO. Mas serve de contra exemplo. Note que http://www.bb.com.br/portalbb/home4,107,107,9,1,1,2.bb não é a mais amigável e legível das URLs. Se for para você interpretar, o que você acha que o link quer dizer? Para mim, é um punhado de números não coesos. Além disso, você perde a chance de ter a keyword na URL, o que melhoraria o rankeamento.

Css e Js no código da página

www.fragmentum.com.br – Abra o código e note que há vários elementos de javascript e css no próprio código da página. Além de não ser muito elegante, também é péssimo pro SEO. Sabemos que o quanto antes aparecer o conteúdo de interesse para o crawler, melhor rankeada é sua página. Esses elementos fazem com que o conteúdo seja lido depois.

Estes foram alguns dos exemplos que sempre encontro em muitos sites e facilmente podem ser evitados. Fique sempre de olho.

Grande abraço!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

12 Comentários para “SEO: O Que NÃO Fazer”

  1. Felipe Hummel

    “…também é péssimo pro SEO. Sabemos que o quanto antes aparecer o conteúdo de interesse para o crawler, melhor rankeada é sua página. Esses elementos fazem com que o conteúdo seja lido depois.”

    Só não entendi/concordo muito com essa parte. Não entendi o problema pro coletor ter javascript e CSS no código. O parser HTML do coletor vai remover estes elementos de qualquer forma e deixar só o texto para ser indexado.

    Não creio que isso vá resultar em problemas para o site.
    Mas concordo em dizer que não é muito elegante hehehe. Realmente fica uma bagunça só.

    Abraço!

    Responder
  2. Heron Inouye

    Agradeço à atenção e elogios recebidos nesse post. Fico muito feliz pelo reconhecimento do nosso trabalho. :o)

    Walmar, para os exemplos, eu procurei por “worst web design ever” no google. Deu no que deu!
    :p

    Hummel, também concordo em partes com o que você falou, mas é que ninguém garante que TODOS os crawlers de SE’s trabalham dessa maneira. Pode ter alguns bots que consideram css/js no código, uma vez que isso não é bom pra leitura do crawler. Se pensarmos como um crawler chato e exigente, seria como: “CSS e JS devem estar num arquivo à parte com os caminhos no cabeçalho. Se isso não ocorre, o Webmaster não deve seguir padrões, e os que seguem devem ser melhor avaliados”. Apenas opinião minha, uma vez que o mundo do SEO é baseado em achismos e testes empíricos.

    abração

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>