SEO e Flash

Olá! Hoje, em meu primeiro post aqui no Agência Mestre, vou falar sobre o uso de conteúdo em Flash com SEO.

Sabemos que as ferramentas de busca não indexam perfeitamente um conteúdo em Flash. É possível extrair o texto de um arquivo em Flash, mas nem sempre. Muitas vezes esse conteúdo é gravado no arquivo como uma imagem, o que impossibilita esse trabalho da ferramenta de busca. Então vamos aplicar SEO com Flash.

Mesmo assim, se você faz uma busca por “chocolate” no google.com em inglês, vai encontrar sites de empresas famosas como “Hershey’s” nos primeiros resultados, mesmo sendo sites que tem a maior parte do conteúdo em Flash.

Por que isso ocorre? Seria tudo resultado de linkagem externa?

Sim, a linkagem representa uma boa parte do pagerank, mas existem algumas coisas em SEO que podem e devem ser feitas para melhorar a navegação do Googlebot pelo seu site em Flash. E como as ferramentas de busca estão cada vez mais emulando o comportamento de um usuário real, isso também afeta a usabilidade do seu site.

Aqui vão algumas dicas de SEO para Flash:

  • Crie meta tags e title tags bem descritivos e úteis.
  • Insira o conteúdo Flash em uma pagina HTML. Use links comuns (HTML) e não só dentro do Flash para as outras páginas do seu site se possível.
  • Se não for atrapalhar o design, retire o texto do arquivo flash e adicione texto em HTML.
  • Crie representações em texto do que está no arquivo flash usando noembed tags.
  • Em vez de colocar o site todo em um único arquivo flash, divida em várias partes. Assim você pode criar diferentes páginas para diferentes conteúdos
  • Como alternativa às noembed tags, pode ser usado este plugin para criação de XHTML que ajuda na detecção de conteúdo em flash.

A Macromedia lançou um search engine SDK, para ajudar na indexação do conteúdo flash, mas mesmo assim é interessante seguir essas dicas de SEO e flash.

Além disso, o Google Webmaster Central Blog ainda diz que uma regra básica é: mostre ao Googlebot a mesma coisa que você mostra aos seus usuários. Então se o bot não consegue ver todo o conteúdo em Flash, faça um SEO que mostre a ele.

Isso inclui as dicas de SEO que acabamos de ver e também algumas outras, como por exemplo, quando utilizar uma animação de introdução em flash em seu site, colocar um link para entrar no site fora do Flash, em html. Dando acesso a pessoas que não possuem um navegador com suporte a Flash, como em aparelhos de celular.

Fontes:

seobook.com

Google Webmaster Central Blog

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

15 Comentários para “SEO e Flash”

  1. Marta

    “Como alternativa às noembed tags, pode ser usado este plugin para criação de XHTML ”

    Que plugin?

    Responder
  2. Brayan

    Olá, primeiramente parabéns pelo artigo, muitoo bom, gostaria de saber se hoje já existem melhores formas de estar indexando flash no google, o artigo eh de 2008 e acredito que possa ter mais ferramentas e outros macetes para o mesmo com o flash hoje.
    Obrigado e até mais

    Responder
  3. Julio Bitencourt

    Muito interessante como mesmo após mais de dois anos, o que é muito no universo web, sites inteiros em flash ainda não são boas opções para SEO. Principalmente SEO On Page.

    As dicas do Flávio mostram boas práticas em criação de sites em flash. Mas resumindo significa usar o bom e velho HTML em conjunto com o Flash.

    Parabéns!

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>