O Google na Caça das Redes de Links

Google na Caça das Redes de Links

Olá leitores da Agência Mestre,

Toda vez que ministro uma das nossas turmas do Curso de SEO, eu faço questão de ser o professor do módulo de Black Hat. Em todas as 19 oportunidades, eu inicio o módulo narrando para todos os nossos alunos as diretrizes para webmasters, um conjunto de regras e dicas que o Google descreve como imprescindíveis para o seu site estar listado nos resultados de busca.

O Google divide as diretrizes em 3 áreas: Diretrizes de conteúdo e design, Diretrizes técnicas e as Diretrizes de qualidade. Logo no texto de introdução, o buscador ressalta que caso você decida não implementar as sugestões referenciadas nas diretrizes de conteúdo e design; e nas diretrizes técnicas, é recomendado que você preste atenção às “Diretrizes de qualidade”, que destacam algumas práticas ilícitas que podem levar à remoção de seu site do índice do Google ou à ação manual ou por algoritmos de spam.

Ainda que eu repasse as diretrizes com os alunos do curso, vejo sempre que muitas delas são violadas por estratégias antigas, defasadas e que sua implementação é quase sempre instigada pelo mantra: “ahhh o meu concorrente faz isso e está no 1º lugar, vou fazer o mesmo”. Muita calma, vamos discutir melhor.

Você Não Tem a Visão Completa

Em um dos meus embates mais importantes da minha carreira profissional com o ex-googler (na época era um googler) Pedro Dias, discutimos a SERP para a palavra-chave “otimização de sites”, onde eu ressaltava um site que visualmente violava as diretrizes para webmasters por conta de uma rede de links que ele “organizava”. Na oportunidade, a frase do Pedro foi muito desprezada por mim, mas ele disse exatamente: “Ricotta, você não tem a visão completa”. Em outras palavras, o que o Pedro, na oportunidade queria me dizer é que existiam outros fatores para que aquele website em questão estivesse posicionado.

O website poderia estar violando as diretrizes, mas talvez a “estratégia” que eu ressaltei não estivesse fazendo qualquer efeito. Talvez ainda, o Google soubesse do problema e estaria aguardando alguma punição de forma algorítmica. Talvez até o nome do domínio estivesse influenciando no posicionamento.

Entenderam o ponto? Existiam diversos fatores que eu não estava visualizando e talvez até hoje não tenha pensado, que estavam fazendo a diferença no momento. O que podemos extrair disso é que nem sempre, o que estamos vendo é o que influencia o Google. Não podemos “copiar” uma estratégia de um concorrente sem pensar no fato de que ele pode estar violando as diretrizes e, em algum momento, ele pode ser penalizado e, se você copiá-lo, irá ser penalizado também.

As Redes de Links

Tratando especificamente de redes de links, ela é uma das estratégias que mais vejo alunos do curso praticando até o momento que descobrem que é uma violação das diretrizes. O Google é bem claro neste ponto:

Não participe de esquemas em que os links são usados para aumentar a classificação do seu site ou que utilizem o PageRank. Evite, principalmente, links para autores de spam ou para “más vizinhanças” na web, já que esses tipos de link podem prejudicar a classificação do seu site.

Exemplos clássicos de “esquemas de links” ou “redes de links” são os famosos sites que você pode pensar em criar, onde os mesmos referenciam sites que sejam seus também. O problema aqui é a intenção. Se você cria um blog para a sua empresa, que fica hospedado em outro domínio e faz referências ao site da empresa em alguns momentos, você está ok. Mas se você cria diversos sites de apoio, cada um focando uma área, onde cada um deles referencia o outro, através de links, isto pode gerar uma violação das diretrizes.

Veja por exemplo o caso mais recente da Home Depot. A empresa, através de uma carta aos seus parceiros solicitando que eles criem um link com determinadas palavras-chave no texto âncora, além de endossar que o link seja escondido. É uma prática totalmente ilícita, tanto pelo lado da criação dos links, quanto escondê-los.

Outras Ações do Google

Provando a sua luta contra as redes de links, o Google começou a identificar, policiar e desindexar, programas que garantiam o ganho de links para melhorar o seu posicionamento nas buscas. Uma das primeiras “vítimas” foi a famosa rede BuildMyRank.com, que confirmou ter quase toda sua rede desindexada no Google no dia 19 de Março.

Vale lembrar ainda os casos da Forbes, Overstok e JC Penny que também tentaram manipular o Google através da compra de links.

O Google Ainda Oferece Alertas

Ainda que pareça complicado entender o que o Google “enxerga” o que são as redes de links, existem várias informações em fóruns de que o Google está enviando desde o começo de Abril uma mensagem avisando de possíveis links “artificiais” ou “não naturais” apontando para o seu site.

A mensagem, neste caso em inglês, está composta desta forma:

Dear site owner or webmaster of ….

We’ve detected that some of your site’s pages may be using techniques that are outside Google’s Webmaster Guidelines.

Specifically, look for possibly artificial or unnatural links pointing to your site that could be intended to manipulate PageRank. Examples of unnatural linking could include buying links to pass PageRank or participating in link schemes.

We encourage you to make changes to your site so that it meets our quality guidelines. Once you’ve made these changes, please submit your site for reconsideration in Google’s search results.

If you find unnatural links to your site that you are unable to control or remove, please provide the details in your reconsideration request.

If you have any questions about how to resolve this issue, please see our Webmaster Help Forum for support.

Sincerely,

Google Search Quality Team

Resumindo a carta em bom português, o Google entende um conjunto de links como artificiais e está avisando os webmasters. Até aí tudo bem, mas eu gostaria de chamar a atenção para a frase “please provide the details in your reconsideration request”, a qual me leva a um pensamento: será que com os detalhes de como o webmaster adquiriu os links, o Google pode identificar as redes de links como o BuildMyRank.com e desconsiderá-los de seu índice / grafo de links.

Então você utiliza redes de links? Conte-me mais sobre isso...

Conclusões

Como disse no início do artigo, recomendo sempre a leitura das diretrizes para webmasters. Elas indicam o que você não deve fazer para ter uma vida saudável do seu site em todo o período de existência. Um profissional de SEO deve ter sempre as diretrizes em mente todos os dias de seu trabalho como profissional.

Não entendo ainda de onde as estratégias de links aparecem ou quem educa os profissionais com este tipo de “conto de fadas”, mas o que eu posso afirmar a vocês é que esta é uma estratégia que está evidência no radar do Google. Não é sábio investir em manipulações de links, ainda mais em um momento como este.

Fica aqui o convite a todos os leitores, leiam e revisem os seus sites baseado nas diretrizes para webmasters. Correr riscos, nem sempre é inteligente quando se tem uma marca, uma reputação e uma ética a defender: a sua.

Créditos da imagem para Thomas Hawk.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

36 Comentários para “O Google na Caça das Redes de Links”

  1. Roberta

    Que atire a primeira pedra aquele especialista em SEO que nao usa tecnicas proibidas ou mal vistas.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Normalmente o problema aqui Roberta é onde você aplica. Fazer em site de cliente é suicídio, tanto do website quanto da sua carreira.

      Não recomendo isso, mas tenha o seu website de testes e aplique seus conhecimentos para entender como as coisas funcionam.

      Um abraço!

      Responder
  2. Charles David SEO / Web

    Realmente vejo vários sites com backlinks de sites que não tem nada a ver com o seu propósito e estão bem indexados, digo estavam, venho acompanhando a tempos e fiquei pensando “vou fazer”, mas não fiz. E hoje vejo o site que tinha esses links caindo de posição.

    Fiz um blog p/ teste e cadastrei em site p/ ganhar link p/ ver qual o resultado: “Penalizado” sumiu meu blog de teste.

    Ao invés de gastar dinheiro com links que não diz nada, porque não investir em publicidade que terá um retorno “amigável”?

    Pense, faça teste, estude mas estude o concorrente e pratique suas estratégias no ponto fraco dele, faça seu trabalho ser viral que você terá os links.

    Responder
  3. Rodrigo Berlinck

    Belo Artigo!
    Isso fica ainda mais claro que o mais importante é o conteúdo, existem muitos praticantes de SEO que fazem todas as técnicas sugeridas de SEO mas muitas vezes esquecem do conteúdo que de fato pro Google é o mais importante.

    Responder
  4. Ivan Bottion

    A grande questão do ponto de vista da compra de links é a concorrência desleal, por exemplo, você cria um site e aplica as diretrizes e espera os links aparecerem, bom conteúdo, tudo aquilo que já sabemos nos leva a conseguir links de maneira honesta e posicionamento nas buscas.

    Aí um concorrente forte investe pesado em linkbuilding, compra de links, etc e ele vai se posicionar melhor isso é fato, a questão é, a google certamente conhece as redes de links que existem por aí, se tem alguém que tem ferramentas para isso são eles, então por que só agora a caça as bruxas? ou melhor, a caça as redes de links? Eu sinceramente gostaria de ver isso acontecer no entanto como o próprio Fábio cita a o Pedro Dias, são muitos fatores envolvidos e pode ser que muitos que fazem isso não sejam penalizados.

    No final das contas os especialistas da área, black ou white, encontrarão maneiras de refinar esse tipo de serviço e o mesmo vai continuar o que vai tornar os serviços mais caros e vai favorecer apenas aqueles que tem $$$ para investir nisso, no final tudo fica da mesma maneira. Penso que esse ano de 2012 será decisivo para provar isso, espero um dia ver um post com o nome 2012 o fim do mundo para as redes de links.

    Parabéns pelo artigo.

    Responder
    • Cristiano Siqueira

      É isto ai, conheço vários e já fiz denúncias – mas parece-me que o Google só vai atrás realmente dos grandes players, dos pequenos que é a base do Brasil – ou seja – regionalmente falando – já que muitas agências no país atendem pequenas a médias empresas – fico horripilante a negociação de links – o famoso tapas nas costas – aqui em praia grande no litoral paulista – e já comentei muito sobre isto – existe por exemplo centenas de imobiliárias faturando muito com isto – não é somente comprar domínios exatos – eu to falando de troca entre eles mesmos! fora compra de links de empresas de fora e pasmem de real state – como se fala lá fora! isto está sim uma palhaçada tremenda – eu acho que se é guerra estratégica que se separem os maus e bons profissionais – não tenho muita paciência para diz que não diz de muitos! ótima colocação tua! e ótimo post do Fábio Ricotta – ele levanta assuntos e já vi ele batendo de frente com a tropa de elite do Google! risos…

      Responder
  5. Pablo Ribeiro

    O bom mesmo e testar e ver ate aonde podemos ir, praticar black hat e um pouco complicado pois isso pode afetar o nome da agência, do cliente e afins e com isso trazendo um prejuízo para todos.

    Como Ricotta falou e sempre bom ler as diretrizes para webmasters e ficar atendo nos update.

    Belo Artigo Ricotta.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Oi Nelio, no caso do BOTW, o Google já fez uma declaração que diz que o caso do BOTW e do Yahoo! Directory não são considerados compra de links pois nem todos os sites são aceitos e realmente existe uma seleção para entrar no diretório.

      Como é algo bem rígido, eles não entendem que eles entregam links por dinheiro, mas sim entregam uma listagem de sites com uma qualidade razoável.

      Um abraço!

      Responder
    • Marcos

      É o famoso: “Faço o que eu mando, mas não faça o que eu faço!”

      Concordo com você, Nélio! Para mim isto que o Botw.org e o Yahoo! Directory fazem é venda de link, independente da seleção feita. Em SEO e em qualquer área as coisas são assim. Quem pode mais manda e outros obedecem.

      Uma dúvida ainda fica: Como o Google controla e mensura essa seleção destes diretórios?! A reposta é: não controla e nem mensura nada, certamente. O Google simplesmente determinou que os que eles fazem não é venda de links. E você não será penalizado se comprar um link deles.

      Não duvido que, inclusive, que haja uma participação nos ganhos dos lucros deste diretório com o poderoso Mr. G!

      O Google é um negócio, uma empresa. Tenha em mente que uma empresa busca sempre o lucro e com monopólio que detêm hoje, ela dita as regras.

      Responder
  6. André Fidalgo

    Há como obter links de forma legítima sem ter que pagar um único centavo por eles e até podem parecer esquemas de troca de links, mas no fundo não são. Talvez o algorítimo do Google seja inteligente o suficiente para saber quais sites fazem isso e não penaliza.

    Exemplos disso são sites para explorar palavras específicas na busca orgânica e que são praticamente do mesmo segmento, mas possuem conteúdos completamente diferentes um do outro, além do termo chave de busca também ser diferente. Mesmo que se queira, um site não consegue ficar no topo para todos os termos que a pessoa possa imaginar. Em algum momento outros sites mais direcionados para aquele tema vão acabar subindo mais do que um site que tenta explorar tudo.

    Este tópico está parecendo mais um desabafo por ter perdido alguma posição com alguma ameaça que o Google supostamente irá perpetrar (caça às bruxas) do que uma discussão sobre o tema, que é importante.

    Link não é tudo, é preciso ver outros fatores que interferem no posicionamento de um site. O problema é que quem depende praticamente só de link vai acabar sofrendo alguma flutuação de posicionamento quando isso fica igual a outros sites que possuem conteúdo melhor.

    Ademais, como disse a Roberta no começo: atire a primeira pedra quem nunca fez nada errado. Além do que o Pedro Dias não é a pessoa mais honesta do mundo para opinar, já que circula na internet artigos falando sobre seu site e manipulação de pagerank.

    Responder
  7. Luiz Monteiro

    Parabens pelo artigo Fabio.

    Estari na proxima turma de SEO agora em maio e quero me atualizar/tirar duvidas sobre como trabalham melhor o link buiding, evitando tais praticas – ancioso e até lá!

    ; )

    Responder
  8. Cristiano Siqueira

    Eu já acho o seguinte: Quando realmente o Google vai tomar uma atitude? e quando tomar eu vou adorar – porque eu concordo 1.000 % que todo link seja ganho digamos por relevância – não adianta apontar entre eles que não tem nada a ver o conteúdo – e pior – no Brasil parece que as coisas não rodam no mesmo tempo de lá fora, tudo, até as matérias que discordam das políticas do Google não são as mesmas ditas pelos profissionais de SEO no Brasil – Porque não podemos mostrar ao mundo alguma coisa como um conselho de ética – uma associação mostrando as empresas mais sérias – uma certificação ou algo parecido aberto ao qual se coloca em prática os sites de clientes e sua transparência – o Brasil ainda é pequeno para SEO – não devemos ter nem 5.000 profissionais na área e dentro das empresas – criem algo como IAB e mais poderoso – como se fosse uma ISO 9002 – será utopia? bom – pior é o cenário que estás!

    Responder
  9. Gustavo

    Boa Ricotta, primeiramente gostaria de parabenizar pelo brilhante trabalho que vem desenvolvendo na área de SEO ao longo dos anos, sou do sul de minas e assisti uma palestra que deu na FACECA em VARGINHA quando eu ainda era estudante de SI.

    Pois bem, semana passada, meu site perdeu cerca de 40% do tráfego orgânico (de 2000 visitas diárias para 1200 vindas de tráfego orgânico) sem mais nem menos e continua a cair mas num rítimo mais lento, as subpáginas do site estão bem ranqueadas, porém a principal caiu da segunda para a décima posição para um termo BEM BUSCADO e da primeiro para a terceira posição para outro termo moderadamente buscado.

    Eu havia criado, há 9 meses um dominio com esse tal termo “BEM BUSCADO”.com.br que fazia referência ao meu site principal com esse mesmo texto âncora BEM BUSCADO e coincidência ou não, este domínio foi parar da segunda para a nona página dos SERPs, então será isto que resultou nesta perda de 40% do tráfego ou a punição poderia ser somente a total desindexação do site?

    De qualquer forma, devo apenas tirar o link do meu site deste domínio e esperar ou devo tirar o link do meu site deste domínio e já fazer o pedido de reconciliação reconhecendo meus erros?

    Agradeço a atenção!

    Responder
  10. Ricardo

    Fábio, e as empresas que cometem esse ato ilicito e ao mesmo tempo são clientes do google, sofrerão penalidades?

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Ricardo,

      Uma coisa é você comprar publicidade do Google e outra você violar as diretrizes para webmasters. O índice do Google possui as regras claras e TODOS estão sujeitos as regras. Não importa se você compra ou não Links Patrocinados.

      Responder
  11. Lennon

    Existem sites que vendem links de páginas com PR7. Isso é ilegal? Você aconselha comprar estes links?

    Responder
    • Fábio Ricotta

      O simples fato de você falar “Existem sites que vendem links…” já me passa a informação que é uma violação das diretrizes para webmasters. Eu não recomendo.

      Responder
  12. Caio

    Ricotta mas o que falar daqueles sites que a MestreSEo recomenda? Alguns deles se você notar são pagos. Isso seria técnica de black hat ou uma técnica justa? Claro se a MEstreSEo citou é justa, mas até em que momento cadastrar em sites pagos confiáveis seria justa? Não seria um abuso de direito (ato lícito no conteúdo, mas ilícito pelas consequências se cadastrarmos em muitos sites? Como diferenciar o joio do trigo? E quanto ao Botw? Ok, o google disse que é um diretório confiável, mas você já pensou, tendo um site ingles e portugues, aparentemente com credibilidade acredito que seria possível cadastrar nesses sites sem segredos. Na minha opinião o google deve punir os diretórios e não os sites. É muito complicado um agente SEo identificar um diretório que é um verdadeira casa de orgias de SEO (com exceção daquelas propagandas na cara ridículas). O google possui todos os dados desde o seu nascimento bastando somente agir.
    Um abraço
    Admiro seu trabalho e sua caminhada
    Parabéns!

    Responder
  13. Henrique

    Olá,

    Vamos supor que eu tenho 5 Blogs de nicho, e as vezes faço citações para meus outros blogs de forma que só vá enriquecer mais ainda o usuário que está lendo aquele artigo… Isso é considerado também uma “rede de links”?

    Responder
  14. Gustavo

    Coindicência ou não, meu resultados orgânicos despencam dos SERP`s quando recarrego minha conta no AdWords, aliás o desempenho do site nunca mais foi o mesmo depois que eu tive a maldita idéia de combinar SEO com SEM… o Google não parece ser tão “politicamente correto”. Alguém mais já passou por isso?

    Responder
    • Marcos

      Eu já vi site que teve melhora em seu posicionamento depois que investiu no Adwords.
      Ou seja, ao contrário do que ocorreu com você.
      Inclusive este mesmo site só trabalha com redes de links e com inúmeros blogs criados unica e exclusivamente para content farms e hoje é o #1 nos resultados para termos altamente competitivos.
      Cansei de fazer denúncias, mas nem com o Pinguim rodando o site dele foi rebaixado.
      Tratamento Vip para Clientes Adwords?!

      Responder
  15. Leandro Gomes

    Muito bom o Artigo Ricotta.

    No curso que fiz com vocês lembro muito bem da aula de black hat, vários concorrentes utilizam de algumas técnicas, faço a denuncia, e depois de algum tempo eles vão perdendo algumas posições. Tento ser o mais correto possível, mas na minha opinião o google considera muito os links. Principalmente a quantidade de links, nem sempre a variedade de domínios.

    Responder
  16. LeoMarCos

    Olá Fábio,

    Vejo alguns sites com códigos que, ao clicar em alguns links do próprio site ou fechar a página faz abrir outros sites, e assim sucessivamente, obviamente os favorendo de alguma forma. Isso por acaso seria “redirecionamento não autorizado”? Se sim, porque o Google parece não dar a devida importância? Pergunto isso porque vivo denunciando sites que se utilizam deste artificio, mas nunca vejo eles sendo penalizados, muito pelo contrário.

    Responder
  17. Pedro Grigolli

    Muito bom artigo!

    Faltou as dicas de como trabalhar a rede de links caso a mesma já exista.

    Obs. O Ariel (Ex-Googler) na foto no final do Post foi proposital? rsrs

    Abraços.

    Responder
  18. Cristiano Siqueira

    Que legal – a galera em peso criticando a posição do Google em relação ao diretórios não punidos – me parece que há muita opinião contrária do que se pregam nos meios oficiais do Google – isto é bom até certo ponto para que aja outras ações de mkt ou aprender com outros meios – como criar mais conteúdo com uso de infográficos, apps para mobile, vídeo com algo linkando para algum post do site e etc – as ferramentas estão em toda parte – mas o lance é como fazer ou quanto pagar para ser feito!

    Responder
  19. anita

    Fábio, parabéns pelo ótimo site, sempre volto para ver os novos posts, tenho uma dúvida:

    Tem empresas que estão criando vários domínios do seu segmento, onde produzem textos únicos para cada um e fazem links para o site principal que querem subir no google e tenho notado que dá resultado, mas isso é correto ?

    Responder
  20. João

    Olá Fábio,

    Recebi essa mensagem do Google sobre links não naturais. Não tenho como remover os links que vejo pelo webmasters tools apontando para meu site. Venho tentando arduamente a mais de 2 anos fazer isso.
    Você acha que é o caso de abandonar a URL e começar com outra? Acredita que o Google fornecerá uma ferramenta para eu desqualificar esses links pelo WMT? São 10 anos de trabalho e muito conteúdo!

    João

    Responder
  21. Caio Vidal

    A minha duvida é até que ponto eu posso fazer um troca de link com o blog de um parceiro. Não utilizo rede de links, mas só quero colocar o meu link no blog de um amigo e colocar o dele no meu. Queria saber a quantidade que isso pode ocorrer sem penalização.

    Responder
  22. Jose

    Estou em busca do meu primeiro pag, mas acho que peco em algumas coisas.
    Tenho que estudar mais para entender melhor as diretrizes do SR. “Google”
    Valeu, obrigado!

    Responder
  23. shirley

    Gostaria de saber, se fui punida pelo Google, meu site caiu no pagerank e o trafego caiu cerca de 60%, eu apenas comprei um link de rank alto e por alguns dias houve grande numero de acessos, agradeço esclarecimentos sobre : se um link trás mais acessos para o site e isso implica em mais clicks e mais compras, porque o google puniria?

    Responder
  24. Fernando

    Então no caso se tiver dois sites e em ambos colocar espaços com postagens de um site no outro, causaria essa punição?

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Se você possuir 2 sites apenas, é incerto de receber uma penalização. O problema é que as pessoas exageram e vão passar para 8, 10, 20 sites se conectando. E isto resulta em problema.

      Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>