Links Pagos: O Google Está de Olho

Olá leitores da Agência Mestre!

Não é de hoje que o Google vem brigando contra os links pagos. Já vimos as batalhas que mencionei em um post no meu blog pessoal:

Recentemente vimos o caso do próprio Google se penalizar, por realizar tais práticas de links pagos. Mas até aí não existia um canal de comunicação entre usuários “delatores” e o Google, assim como existe aquele famoso formulário de spam.

Este mês, em um post em seu blog pessoal, o engenheiro chefe do time de webspam do Google, Matt Cutts, reportou à comunidade a novidade: um formulário para delatar a compra e venda de links pagos.

Formulário de Reportar Spam

É muito importante este passo do Google em produzir um formulário para reportar links pagos, pois a web ganha um novo canal de comunicação sobre técnicas Black Hat, neste caso, a manipulação de PageRank. Este novo formulário pode indicar mais e mais ao Google o comportamento de websites que vendem links, interconectando os que fazem este tipo de manipulação/venda, e assim eles podem penalizar com mais facilidade os websites que utilizam de links pagos.

Sobre o caso de links pagos, o Matt Cutts disse claramente que eles não devem manipular o PageRank:

If link in a paid post would affect search engines, that link should not pass PageRank (e.g. by using the nofollow attribute). Google — and other search engines — do take action which can include demoting sites that sell links that pass PageRank, for example.

E em seguida ele re-afirma este ponto:

My bottom-line recommendation is simple: paid posts should not pass PageRank.

Ou seja, evite links pagos, mas se for fazer, utilize a tag nofollow.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

6 Comentários para “Links Pagos: O Google Está de Olho”

  1. Gustavo Freitas

    Fábio,

    Parabéns pela dica. Os editores de blog precisam ficar atentos a esse tipo de notícia, pois o Google determina o que podemos ou não fazer na internet nos dias atuais.
    um abraço.

    Responder
  2. Ana Martins

    O que eu acho interessante nas atitudes de Black Hat SEO é que as pessoas às vezes não conhecem as diretrizes do Google e vão, na inôcencia, tomando atitudes condenadas. Por isso é importante divulgar toda atitude Black Hat, para todos entenderem que não se pode fazer tudo.

    Responder
  3. Fábio Ricotta

    Olá Ana,

    Isto é o que eu mais vejo ocorrer na Central de Ajuda à Webmasters (Google). Muita gente não conhece as guidelines e faz um monte de coisas para aparecer melhor posicionado. Depois é punido e recorre à ajuda.

    Responder
  4. Vera

    Olá, Fabio
    Eu tenho lido muito sobre tudo o que se refere a punições do Google pois o meu blog foi banido do Adsense ( ja confirmei que não foi dos buscadores). creio que, por ter um blog de downloads, cai na esparrela de alguns blogs que tem o tal de “copie esta postagem”!!! Enfim, conteudo duplicado, muitos erros e banimento. Eu não usei mais isto, para postagem, porque entendi, tarde demais, que todos direcionam para seus sites e arquivos que hospedam, obviamente para ter lucros financeiros. Voce acha que estes sites devem ser punidos, por tal pratica, ja que muitos, como eu, inexperientes, acabam caindo em suas armadilhas?

    Responder
  5. Fábio Ricotta

    Não é questão de punição, mas de seleção natural. Se 20 pessoas possuem o mesmo conteúdo, o Google não pode poluir os seus resultados com 20 itens iguais, a idéia é selecionar um ou alguns destes para serem inseridos na busca. Acho que é merecido sim sofrer esta seleção.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>