Glossário SEO e SEM

Olá,

Nesse post vamos fazer um pequeno glossário sobre SEO e SEM, ou seja, vamos falar sobre o significado das expressões e palavras mais usadas quando tratamos de otimização de sites, links patrocinados e afins. Tire suas dúvidas agora mesmo:


(Índice: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X W Y Z)

Letra A

  • Adsense: serviço publicitário virtual do Google, onde os webmasters colocam propagandas de outros sites em seus domínios e recebem por cliques nesses anúncios.
  • AdWords: serviço publicitário virtual do Google, onde os empresários pagam para exibir, em outros sites e mesmo no Google, anúncios de seus produtos ou serviços.
  • Affiliate: são programas publicitários – ou programas de afiliação – onde sites oferecem pagamentos – para webmasters que promovem seus produtos ou serviços – em forma de pequenas comissões por cada venda.
  • Anchor Text: ou texto âncora, é o texto usado para criar um link, ou seja, que identifica para o usuário que é um link. É um fator importante para os Search Engines determinarem a relevância do conteúdo de determinada página.
  • Área da Página: uma parte visível de uma página designada para a publicidade e atribuição de link.
  • Autoridade: uma página é considerada com autoridade quando tem uma quantidade considerável de conteúdo relevante para um tópico primário e é reconhecida por ser relevante neste tópico.

Índice

Letra B

  • BlackHat SEO: são as técnicas de SEO anti-éticas, ou seja, que não respeitam as Google Webmaster Guidelines. O Black Hat SEO é considerado desonesto, pois promoverem acima de tudo o ranking dos sites – e não a qualidade de seus conteúdos.
  • Blog: pode tanto ser uma página pessoal como uma corporativa, que se caracteriza pela escrita sem necessidade de formalidades. Como página pessoal, muitos utilizam como um diário, trazendo experiências profissionais. Outros já abordam uma área específica e trazem textos e tutoriais referentes a ela. Já como página corporativa, empresas trazem artigos referentes aos seus produtos e serviços.
  • Bread Crumbs: é um sistema de navegação para sites, que indica em uma barra horizontal, a localização atual do usuário e os níveis superiores da estrutura de navegação do site. Geralmente são identificados por: “você está aqui”.
  • Bot: ver Crawler na letra C
  • Bounce Rates: é a porcentagem de visitantes que entram em uma pagina do site e imediatamente sai.
  • BrowseRank: algoritmo para classificação de páginas desenvolvido pela Microsoft que utiliza o comportamento dos usuários nas páginas como métrica, considerando duração da visita na página, página visitada, entre outros fatores.

Índice

Letra C

  • Caminho de Links: duas ou mais páginas ligadas por links sequencialmente (e não todas ligadas a todas ou várias) como em um carrossel.
  • Churn: mudanças bruscas de posição. O processo pelo qual as Search Engines, regularmente ou ocasionalmente, realizam mudanças nos resultados exibidos. Essas alterações são feitas devido ao conteúdo ou outros fatores algorítmicos. Alterações bruscas são normais para vários tipos de pesquisas.
  • Click Fraud: ou fraude por clique. Acontece quando tenta-se burlar campanhas ou propagandas PPC, gerando cliques como se fosse um usuário normal, aumentando ou custos dos anunciantes ou lucros dos webmasters.
  • Clicktrough: é a ação de clicar em um link publicitário e ser redirecionado para um outro site.
  • Cloaking: é uma das técnicas do SEO Black Hat, onde o conteúdo mostrado aos search engines é diferente do mostrado aos usuários, com o objetivo de melhorar o ranking do site em pesquisas orgânicas. Essa prática é passível de punição severa, chegando à exclusão do site dos resultados de pesquisa por tempo indeterminado.
  • CMS: Content Management System – sistemas de gestão de conteúdos – que possibilitem a leigos em computação construir sites na Internet e facilitam a atualização de seu conteúdo. Esses sistemas são largamente utilizados em blogs.
  • Conversão: são todas as ações efetuadas pelo usuário como resultado de uma visita em uma página da web. As conversões são utilizadas em muitas métricas de web marketing. Elas podem ser classificadas em 3 categorias: Conversões Informacionais, Conversões Tranformacionais e Conversões Transacionais.
  • Conversão Informacional: ocorre quando um visitante encontra precisamente a informação que ele estava procurando na página.
  • Conversão Transacional: ocorre quando um visitante troca algo de valor (como dinheiro) por um produto, serviço ou outra forma de comodidade valorada. Pagamentos, fatura de pagamentos, e inscrições pagas são exemplos de conversões transacionais.
  • Conversão Transformacional: ocorre quando o visitante conscientemente divulga informações para um site. Por exemplo, inscrições em RSS feed ou newsletter são conversões transformacionais.
  • CPA: custo por ação – é um sistema de publicidade online onde o anunciante por resultados, como uma determinada taxa de conversão, geralmente usando comissões.
  • CPC: custo por clique – é o valor pago a cada clique em um determinado anúncio de campanhas PPC. O CPC médio é um dos mais importantes indicadores no gerenciamento de uma campanha PPC, pois mostra – imediatamente – a variação de pagamento da concorrência direta.
  • Cost Per Load: é o preço pago pelos anunciantes que usam campanhas baseadas em quantidades de anúncios exibidos.
  • Crawl-to-Cache-Time: é o tempo decorrido entre o momento que uma página da Web é baixada da web até o momento em que ela aparece no relatório de cache da search engine para aquela página.
  • Crawler: refere-se a um robot usado pelos search engines para encontrar e indexar páginas de um site. Os nomes dos crawlers das principais search engines são: Googlebot (Google); Slurp (Yahoo); MSNBot (MSN Live).
  • CRM: customer relationship management – gestão de relacionamento com o cliente – é o conjunto de metodologias que tem como meta manter e melhorar os relacionamentos lucrativos e duráveis com os clientes de uma marca.
  • CTR: clickthrough rate – é a taxa dada pela divisão da quantidade de cliques em um anúncio pelo número de impressões do mesmo, e multiplicado por 100. Por exemplo, uma CTR de 2%, indica que a cada 100 impressões do seu anúncio, somente 2 serão clicados.

Índice

Letra D

  • Doorway (entrada) um documento com pouco conteúdo texto, cuja intenção é rankear bem especificamente para uma expressão. Antigamente as pessoas criavam tantas doorways quanto fossem necessárias para abranger todas as keywords que focavam.
  • Doorway Otimizada: uma página de entrada com gráficos, navegação, e linkada a partir do sitemap, para que se pareça com uma parte normal do site. É escrita para rankear para uma única keyword ou expressão.

Índice

LetraE

  • Expert: no Algoritmo HITS de Jon Kleinberg (também chamado de CLEVER, ExpertRank ou Algoritmos de Edison), um expert é um documento sobre um tópico específico para o qual existem hubs, bem como quais hubs apontam para o documento expert em questão.

Índice

Letra F

  • FCP (Frequently Cached Page): acrônimo para Página Freqüentemente Cacheada – É uma página que é rastreada e cacheada por uma search engine freqüentemente. Geralmente, a cada duas semanas ou menos.
  • Feed: é o conteúdo enviado por um site, sempre que atualizado, para os usuários que assinam o “news aggregator” do site. Os mais conhecidos são os “RSS Feeds” disponíveis em blogs, que avisam seus assinantes sempre que um novo post é publicado.
  • Filtro: processo no qual uma página é avaliada e marcada como “spam”, “potencial spam”, “conteúdo para adultos”, “conteúdo ilegal” ou outra coisa do gênero. Cada search Engine utiliza múltiplos filtros. Alguns filtros estão dentro dos algoritmos desde o seu início, outros foram sendo inseridos ao longo do tempo como forma de reação das search engines a manipulação de conteúdo inapropriado não detectado anteriormente.
  • Flip (trocar/alternar): o processo de apontar links para uma página secundária em um site na esperança de que ela substitua uma página principal em um resultado de busca por um determinado termo.
  • Frogblog: um blog que sobrecarrega carrega seus posts com anúncios e, geralmente, não oferece conteúdo relevante, tampouco publica com alguma regularidade.

Índice

Letra G

  • Gerenciamento de Reputação em Search Engines (Buscas): trata de gerenciar o conteúdo de uma página de resultados de pesquisa para que somente sejam exibidos conteúdos nêutros ou favoráveis para uma marca ou nome de pessoa.
  • Gerenciamento de Reputação Online: em inglês – Online Reputation Management (ORM), é a prática de identificar e responder ao conteúdo relativo a um tema, como uma marca ou um nome de uma pessoa. Para isso, conteúdo positivo é promovido ou recompensado de alguma forma, e o conteúdo negativo é “forçado” a perder posições nos resultados de busca.
  • Gerenciamento de Resultados de Busca: é o conceito de gerenciar múltiplas listagens com um simples resultado de busca. Gerenciamento dos Resultados de Busca é um instrumento para o processo de Gerenciamento da Reputação das Buscas.
  • Gizmo: também chamados de “widgets”, os gizmos são mini aplicativos ou funções usadas para incrementar o conteúdo das páginas de um site. Exemplos: contadores, calendários com efeitos de contagem regressiva.
  • Google Bomb: é o que acontece quando muitos webmasters usam um determinado anchor text para a mesma página, alterando os resultados de pesquisa do Google para a procura pelo termo linkado. O exemplo mais famoso é: o resultado da pesquisa para “misarable failure”, que colocava a página da Casa Branca sobre George W. Bush em primeiro lugar.
  • Gray Hat: também, grey hat – deriva do uso um pouco mais abusivo de técnicas White Hat (ver abaixo) de tal forma que beira a fronteira com Black Hat (definido acima) e não se pode garantir se o site será punido ou não.

Índice

Letra H

  • Hallway Pages: uma crawl page somente com links para páginas de entrada (página de corredor).
  • Hub: um documento com links para muitos outros documentos sobre o mesmo assunto. Pense em uma página de categoria num diretório maior como Yahoo! ou DMOZ. Todos os documentos linkados são considerados como sendo de autoridade. No algoritmo HITS de Jon Kleinberg (também chamado CLEVER, ExpertRank ou Algoritmos de Edison), um hub é um documento sobre um tópico específico com links para muitos outros experts sobre o mesmo tópico. Veja definição de Expert.

Índice

Letra I

  • Inbound link: são links para o seu site, vindos de outro website. Eles são importantes para o ranking do site, pois quanto mais inbound links relevantes seu site tiver, maior vai ser sua relevância.
  • Indexador: programa utilizado pelos buscadores para atualizar sua bases de dados com informações sobre conteúdo obtidos e analisados. Não confundir com o Parser.
  • Indexar: é o processo de adição de conteúdo encontrado na Internet (arquivos html, flash, doc, etc.) no banco de dados das ferramentas de busca. É o rastreamento e cacheamento de conteúdo.
  • Índice (Index): o banco de dados com o qual as pesquisas são resolvidas. Todos os grandes buscadores mantêm vários índices. Cada banco de dados é um banco de dados separado e distinto, tanto fisicamente (mantidos em arquivos separados), como virtualmente (partes logicamente segmentadas de um banco de dados mestre).
  • Influenciador: um site ou página de um site cujo conteúdo é considerado influente nos rankings dos resultados de pesquisa, considerando que, normalmente, através da criação de novos conteúdos ou a colocação de links para outros documentos eles conseguem mexer no posicionamento dos resultados de busca. Alguns blogs podem ser poderosos influenciadores.

Índice

Letra K

  • Keyword: palavra-chave – são as palavras ou expressões buscadas nos search engines e, por isso, devem ser usadas em sua página para informar ao boot de que se trata o conteúdo da página.
  • Keyword Cannibalization: canibalização da palavra-chave – é caracterizada pelo uso excessivo de uma determinada keyword em várias páginas de um mesmo site, o que prejudica o trabalho de indexação dos motores de busca.
  • Keyword density: densidade da palavra-chave – é o número de vezes que uma determinada keyword aparece na página medido em porcentagem. Se essa porcentagem for muito alta, o site pode ser penalizado. Aconselha-se a usar uma densidade de 2% a 8%.
  • Keyword stuffing: ou spamming – é o uso excessivo de keywords numa determinada página.

Índice

Letra L

  • Landing page: é a página para onde o usuário é direcionado, depois de clicar em um anúncio ou resultado de busca. A landing page não precisa ser a home.
  • Latência de Cache-a-Ranking: tempo decorrido entre o conteúdo aparecer na imagem de cache de uma search engine e ser encontrado para queries específicas.
  • Latência de Raiz-a-Folha: (bow-to-stern latency) é a diferença de tempo que a página mais profunda do site leva para entrar no cache das search engines em comparação com a home do site.
  • Link Baiting: (isca para links) é a prática de criar headlines (títulos e Headings) visando atrair a atenção dos usuários – e divulgar esses artigos em sites de social media, com a finalidade de gerar muitos links em blogs, fóruns e outros sites, em um curto período de tempo. É assumido que o conteúdo é digno de links, mas essa é uma questão subjetiva.
  • Link Building: é o nome dado à prática de reunir o máximo de links para seu site. Ele pode ser natural (ou seja, links de outros sites e webmasters que gostaram do seu conteúdo), conseguido pela troca de links, cadastro em diretórios, comprados, social bookmarking ou, ainda, automaticamente por widgets.
  • Link Condom: esse é um nome pouco usado para a prática de retenção de PageRank, através do uso do atributo rel=”nofollow”. Os link condoms são usados, por exemplo, para evitar spam.
  • Link Farm: caracteriza-se pela criação de um grande grupo de páginas, todas com links para o mesmo site com o intuito de manipular o posicionamento de um site para o termo usado no texto âncora nos resultados de busca – é uma técnica black hat, portanto, é punida por search engines.
  • Link Flow: é o caminho por onde o PageRank circula dentro de um site – links sem o atributo rel=”nofollow”.
  • Link Juice: é a quantidade de PageRank (força de link ou popularidade) que uma página possui. Pode ser interpretado como sinônimo de PageRank em expressões como “Passagem de Link Juice.”
  • Link Popularity: é um medidor de um site, baseado nos links de outros sites para ele.
  • Link Trap (Armadilha): semelhante a uma página para link bait, uma página do tipo de Armadilha de Links é geralmente construída para servir um esquema de troca de links sem que os links externos passem valor, como com o uso de nofollow nesses links.
  • Links de Conteúdo: são os links localizados no conteúdo da página; dentro do corpo de texto.
  • Links de Navegação: são os links internos de um site que providenciam um caminho claro entre as páginas do site.
  • Links de Qualidade: são links que um site recebe de sites de qualidade. Geralmente, sites de qualidade são sites com Trust alto entre search engines. Ainda, links de qualidade são links a partir de fontes que não são consideradas spam e links obtidos sem que tenham sido comprados de alguma forma.
  • Links Internos: também, Linkagem Interna – Estes são os links dentro de seu site que apontam para outras páginas em seu site. É provável que todos os principais buscadores agora conseguem distinguir entre links internos e links externos (para outros domínios).
  • Long Tail: nome dado para keywords usadas em buscas específicas, por exemplo, “dicas seo glossário SEO”.

Índice

Letra M

  • Mashups: são serviços criados pela combinação de dois aplicativos diferentes para a internet. Por exemplo, um site de mapas online junto com um serviço de anúncios de imóveis, mostrando a localização das casas que estão à venda.
  • MCP (Moderately Cached Page): acrônimo para Página Moderadamente Cacheada. Uma página que é rastreado e armazenada por um buscador em uma base ocasional, normalmente a cada duas a seis semanas.
  • Meta tags: são informações colocadas em uma página HTML que informam aos spiders o nome (title tag), o conteúdo (description) ou as keywords desta página.
  • MFA: acrônimo para Made For Advertising – Feita para Ads. É um tipo de classe de páginas cujo real propósito é que as pessoas cliquem nos anúncios javascript do Yahoo!, Google ou outros.
  • Motor de busca: search engines – são sites que realizam buscas em conteúdos relevantes online para pesquisas feitas por usuários. Os três maiores motores de busca são o Google, o Yahoo! e o Microsoft Live.
  • Mushblog: um blog automático – todo seu conteúdo é gerado randomicamente com fragmentos de textos com a intenção de parecer citações. Mushblogs tem o formato MFA.

Índice

Letra N

  • Nofollow: refere-se ao atributo rel=”nofollow” que pode ser usado em links (<a rel=”nofollow” href=”…”>) para não permitir a passagem de PageRank. É como não aprovar o conteúdo da página de destino.
  • Nofollow Links ou Nofollowed Links: Links com o atributo rel=”nofollow” em seu código HTML.

Índice

Letra O

  • Offpage (off-page, off page): refere-se ao conjunto de técnicas e estratégias de SEO voltado a ações de Link Building. Também utilizado junto ao termo Otimização.
  • Onpage (on-page, on page): refere-se ao conjunto de técnicas e estratégias de SEO voltado a solucionar questões de relação direta com o site (conteúdo, meta tags, títulos, arquitetura, código fonte e outros). Também utilizado junto ao termo Otimização.
  • Opacidade: uma métrica ou medida de uma série de resultados de pesquisa, para uma consulta que não são claramente otimizados para ser incluído nos resultados da pesquisa. Um resultado de pesquisa opaco tem um valor de 1,0; isso significa que nenhum dos resultados da pesquisa são, obviamente, otimizados para obter posicionamento entre os resultados.
  • Outbound link: são link para um outro site, ou seja, links externos.
  • Overture: era o nome original do programas PPC fornecido pela Yahoo para o seu sistema de publicidade pay per click (PPC). Foi renomeado em 2005 para Yahoo Search Marketing.

Índice

Letra P

  • PageRank: é um medidor do Google que usa a link popularity do site para classifica-lo. A pontuação é feita de 0 a 10 e conta no ranking do site para as buscas.
  • PageRank Interno: este é o PageRank usado de fato, e em tempo real, como fator de influência de posicionamento de sites em resultados de busca. O PageRank Interno é conhecido pelo Google somente e é diferente do PageRank divulgado na Toolbar do Google, que tem bem pouca importância.
  • PageRank Trap (Armadilha): uma forma específica de link bait. Uma armadilha de PageRank é uma página usada para Link Bait cujos links externos apontam apenas para outras páginas do mesmo site. Normalmente, um artigo ou fórum discussão que atrai os links de outros sites e “redistribui” o PageRank ganhado internamente.
  • Pageviews: é o número de vezes que uma página foi vista.
  • Página para rastreamento: (Crawl Page) um documento consistente de, basicamente, links para outras páginas. Sua finalidade é prover links para os buscadores seguirem – tipicamente usada por spammers antigamente.
  • Parser: um tipo de programa usado pelos mecanismos de busca para quebrar suas páginas HTML em componentes para a indexação. O parser separa o conteúdo indexável das páginas em partes e repassa o conteúdo para um ou mais indexadores. As spiders fazem, basicamente, a captura de arquivos e colocam em filas (internamente nas search engines) para o Parser fazer a análise das URLs.
  • Pay Per Click: pague por clique – é um sistema de publicidade onde o anunciante paga pela propaganda cada vez que seu anúncio é clicado. Exemplos de anúncios PPC: Google Adwords, Yahoo Search Marketing ou Anúncios Sapo.
  • Pay Per Sale: pague por venda – é um sistema de publicidade onde o pagamento é feito somente com base nas vendas qualificadas.
  • Pesquisa orgânica: ou pesquisa natural – são as pesquisas realizadas por usuários em sites cujos os resultados não são influenciados por propaganda paga.
  • Pesquisa universal: define resultados de pesquisa onde são apresentados mais do que links para documentos HTML, mas também links para vídeos, notícias, imagens e outros tipos de documentos.
  • Polinização cruzada: prática de promover um ou mais conteúdos como relevantes em 2 ou mais resultados de busca.
  • Práticas de SEO: as técnicas e/ou metodologias empregadas para modificar a estrutura e conteúdo de páginas da web, bem como os links que apontam para essas páginas, afim de garantir que as search engines incluam as páginas nos resultados de pesquisa desejados.

Índice

Letra Q

  • Query Space: conjunto de consultas/pesquisas – a coleção de todos os termos de pesquisa e seus resultados relevantes para uma série de expressões de busca relacionadas.

Índice

Letra R

  • Resultados Clusterizados: é apresentado mais de um resultado do mesmo site, sendo que o segundo aparece indentado.
  • Robots.txt: é um arquivo de texto, localizado na raiz do diretório do site e pode conter informações úteis para gerir a maneira como os spiders indexam seu conteúdo.
  • ROI: return on investment ou retorno do investimento – é uma medida eficaz da relação custo/benefício de uma campanha de SEO ou PPC.
  • RSS: real simple syndication – é o padrão web definido pela W3C para agregação de conteúdo.

Índice

Letra S

  • Sandbox: é o nome dado ao período de tempo entre um site ser criado e receber PageRank pelo Google. Nesse período o site, geralmente, não aparece nos resultqdos de pesquisas orgânicas.
  • Search Engine Marketing: ou SEM – é o marketing nos motores de busca, uma estratégia de marketing de um site para melhorar os seus resultados nas pesquisas nos motores de busca.
  • Search Engine Optimization: ou SEO – define o conjunto de estratégias de otimização de páginas e sites para que estes fiquem bem posicionados nos resultados de pesquisa em search engines.
  • Search Listing: é a informação que a search engine provê sobre uma determinada página da web como conseqüência de uma pesquisa. É parte de um resultado de pesquisa. Uma típica search listing pode incluir o título da página, um texto descritivo (chamado “snippet”), o nome da página, a informação de cache, e outras informações adicionais.
  • Search Result: um (1) resultado da busca – o resultado listado providenciado pela search engine como resposta para uma pesquisa.
  • SERP ou SERPs: Search Engine Result Page ou Search Engine Result Pages. São as páginas dos sites de busca que listam as respostas a uma busca de um usuário.
  • Signpost Page: páginas dos patrocinadores – uma página inteira criada para que sejam exibidos vários pequenos anúncios publicitários, poucos grandes anúncios ou uma combinação destes dois. Os anúncios inseridos na página são somente para os patrocinadores do site.
  • Sitelinks: são conjuntos de links (8, no máximo) que podem aparecer junto ao primeiro resultado de uma busca. Quais links aparecem, quais sites têm sitelinks e para quais termos de busca eles aparecem, são determinações algoritmicas. Especula-se que o Trust do site tenha influência sobre isso.
  • Sitemap: é um arquivo com uma lista de links de onde se pode alcançar todas as páginas de um site, ou pelo menos as mais importantes. Existem 2 tipos de Sitemap: HTML (para visitantes navegarem) e XML (para search engines receberem a lista de URLs de um site).
  • SpamAd Page: é uma página feita para Ads (MFA), mas totalmente sobrecarregada de spam. Não contém conteúdo de compreensão lógica, tem apenas algum rascunho de conteúdo, na esperança de rankear bem para algum termo e todos os visitantes clicarem nos ads javascript.
  • Spider: o mesmo que um Crawler (ver em letra C)

Índice

Letra T

  • Tempo de Rastreamento-a-Ranking: tempo entre o momento em que uma página é rastreada (crawled – encontrada por uma search engine) até o momento que ela vai para os 10 primeiros resultados para uma determinada query.
  • Tempo de Valor Nêutro: o tempo entre o momento que um buscador obtém uma página até o momento em que o valor dos links desta página é passado para os seus destinos.li>
  • Teoria de SEO: teoria sobre os métodos e técnicas de otimização de sites para ferramentas de busca na Internet estudada por especialistas em SEO.
  • Transparência: uma métrica ou medida de uma série de resultados de uma pesquisa que estão, obviamente, otimizados para ser incluídos nos resultados da pesquisa. Um resultado perfeitamente transparente tem o valor de Transparência igual a 1,0; isso reflete o fato de que todos os resultados da pesquisa estão otimizados para inclusão na lista de resultados.
  • Trust (Confiança): é o conceito sobre a importância que um site tem dentro da Internet de tal forma que implica que seu conteúdo é de confiança e é seguro listá-lo como fonte de conteúdo de qualidade entre os resultados de uma pesquisa. Da mesma forma, seus outbound links também são considerados seguros e de confiança.
  • TrustRank: algoritmo desenvolvido por engenheiros do Yahoo! que mede a qualidade de sites considerando sua proximidade (em links) com sites de confiança garantida (que são determinados manualmente).

Índice

Letra U

  • Usabilidade: é o grau de eficiência com que um usuário do site consegue realizar as tarefas desejadas.

Índice

Letra V

  • Visibilidade em Pesquisas: extensão na qual um web site pode ser encontrado em resultados de pesquisa em search engines, considerando todos os termos de pesquisa para os quais o site aparece entre os resultados – Search Visibility.
  • Visitantes únicos: é o número de visitantes que acessam um site num determinado período de tempo, a partir de um IP único. Por exemplo: se ele visitar o mesmo site 3 vezes num período de 24 horas, será considerado só um visitante.

Índice

Letra W

  • Webcrawler (web-crawler, web crawler): equivalente ao Crawler (ver em letra C)
  • Web Stats: são estatísticas sobre o site que permitem analisar informações sobre o número de visitantes únicos, pageviews’s, etc.
  • White Hat SEO: são as técnicas de Search Engine Optimization aprovadas pelos motores de busca.

Índice

Se você tem alguma sugestão de outros vocábulos de SEO que deveriam estar aqui, comente!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

15 Comentários para “Glossário SEO e SEM”

  1. bruno ladeia

    Muito bom artigo..
    Realmente o trabalho do site está de parabéns!

    Eu tinha muitas duvidas em relação a alguns termos e também muitas pessoas deviam ter..ainda mais quem está começando um blog e quer otimiza lo!

    Responder
  2. Lucas

    inbound links –

    são links para o seu site vindos de outro site

    Abs

    Ótimo post!

    Responder
  3. brasilportais

    Gostaria de saber se a diminuição de links repentinamente pode ser questão de redirecionamentos utilizados.Ou pode ser um tipo de indexação referente a alguma punição aplicada pelo o GOOGLE.

    Responder
  4. Frank Marcel

    Como assim “diminuição de links”? Você está com menos links apontando para o seu site? Se é esse o caso, acontece exatamente isso: menos links estão apontando para o seu site. Não conheço punição que o google elimine os links apontando para o seu site, o que pode acontecer é ele não dar valor para os links que apontam o seu site, por serem links de baixa qualidade, não relacionados, comprados, link farm, reciprocal links, etc, etc….

    A questão de redirecionamento é algo a se tomar cuidado. Se A redirecionou pra B, que redirecionou pra C, que redirecionou para D, trate de cortar esse caminho todo de redirects fazendo A para D, B para D e C para D.

    Dúvida esclarecida? Se não, comente mais uma vez! =)
    Abraços!

    Responder
  5. Egle Munhoz

    Parabéns. Excelente prestação de serviços ao xeretas de plantão como eu. Bastante esclarecedor. Gostaria de saber se posso publicá-lo em meu site, com os devidos créditos. Um abraço!

    Responder
  6. Elaine Flaviano

    Olá Clara,
    realmente as informações estão claras de entender e achei exatamente o que precisava entender melhor essas nomeclaturas.

    Espero que você continue nos colocando antenados .
    Parabéns pela disposição.

    Abraço!

    Responder
  7. Osny Santos Netto

    Seria interessante constar os termos On-page e Off-page também.

    Responder
  8. Cecilia Lima

    Estou tentando entender o Google agora, ele é um grande mistério para mim ainda, mas o MESTRESEO tem me ajudado, favoritei esse post
    Thanks a lot pela prestação de serviço.

    p.s vc sabe onde posso fazer um curso em Sampa de SEO?

    @Cecilima

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>