E-Commerce e SEO como é Possível?

Olá Leitores da Agência Mestre,

A internet está crescendo cada vez mais no Brasil, e a população brasileira começa a ver o computador como um meio de comunicação.

A UOL organizou em um website uma série de pesquisas com dados comprovam como a internet se desenvolveu, tornando-se um instrumento de trabalho, de entretenimento, de serviços e que consequentemente atingiu uma parcela da população que abandonou seus televisores e começou a interagir cada vez mais com o a tela do seu microcomputador.

Dados das Pesquisas

  • A internet já atingiu 40% da população. Ela cresce sem parar e em todos os públicos.
  • Mais de 60% dos jovens, de 10 a 24 anos, estão online.
  • A internet é hoje uma mídia nacional: a penetração nas principais praças do nordeste é similar a do Sudeste e Sul.
  • O Brasileiro é quem passa mais tempo online no mundo.
  • O Brasil já é o 7º maior mercado em números de internautas no mundo. É 7º em publicidade em geral, porém só o 15º em publicidade online.
  • O Brasileiro que acessa a internet passa 3 vezes mais tempo online do que vendo TV.
  • A internet foi o meio que mais cresceu em 2008, representando 44%.

Por isso é importante investir na Internet e começar a ver, e entender os serviços que ela oferece. Um desses é a transação comercial, as vendas online, um ramo de atividade econômica que mais cresce no mundo, e que no Brasil não é diferente.

O Comércio Eletrônico no Brasil, e-commerce, movimentou 193 bilhões  de dólares em 2008. A quantia representa um aumento de 13% em relação a 2007,  essa movimentação só tornou-se possível, pois as empresas ou os consumidores finais realizaram compras pela internet. Deste total, 140 bilhões vieram de compras realizadas entre empresas, enquanto os 53 bilhões de dólares restantes foram de compras de consumidores finais. (Fonte: FGV – Fundação Getúlio Vargas).

Com este sucesso do comércio online, surge uma nova tendência para o e-commerce: sites especializados neste serviço começam a buscar novas maneiras de se promoverem na rede, sendo uma delas a agregação de SEO em seus sites.

Mais surge uma dúvida, como utilizar SEO e E-commerce juntos?

Não existe SEO se não houver a preocupação em fazer com que seu site seja visto pelos motores de buscas. A primeira ação a ser feita em sites de e-commerce é começar a se preocupar com os buscadores do Google.

Vamos mostrar algumas ações de SEO que devem ser realizadas em site de e-commerce:

Descrições

  • Evite descrições dos fabricantes: Não se prenda em simplesmente copiar e colar as informações do site do seu fabricante. Escreva novos conteúdos, e re-escreva as descrições dos produtos vendidos em seu site, tornando-se um conteúdo único na internet.
  • Crie descrições únicas para cada página de produto, isto irá garantir conteúdo exclusivo para cada página.
  • Concentre-se em criar termos singulares na descrição de produtos oferecidos pelo site.
  • Use iframes para conteúdos duplicados. Se você tiver conteúdo repetitivo que deve aparecer em cada página, ou as descrições do seu produto não for única, considere colocá-los dentro de uma iframe.

Palavras-Chave

  • Criar novas palavras-chave para cada produto: Assim como cada produto tem um registro em catálogo com um nome, preço e marca, ele deve ter as suas próprias palavras-chaves. Para cada novo produto oferecido em seu site, deve ser adicionado como uma nova palavra-chave, pois, a maioria das pessoas ao buscar algum produto na internet irá procurar pelo nome do produto que deseja encontrar.
  • Não faça uso excessivo de palavras-chave.
  • A fim de determinar a eficácia do seu site por completo, é interessante ter um número de palavras-chave exclusivas que são encontrados durante um determinado período de tempo (sazonalidade de produtos). Dividida essas palavras-chave utilizando as páginas indexadas pelo Google. Isto dará a sua página um bom rendimento, mesmo um pequeno aumento de tráfego, significará um grande aumento em sua receita.

Páginas/URL

  • Faça com que seu produto (página de produto) esteja apenas dois a três cliques da sua página incial. Muitos sites colocam seus produtos em várias categorias e sub-categorias, fazendo com que o produto fique escondido e difícil de ser encontrado. Mantenha seu produto mais próximo da página inicial, sua principal fonte de PageRank. Esta também é uma maneira de simplificar sua URL.
  • Evite utilizar uma única IDs de sessão na URL do site, isto cria muito conteúdo duplicado para as Seach Engine.
  • Crie um Feed RSS produto, crie um produto principal e o apresente aos agregadores de produtos relevantes. Está é uma maneira de criar links para a sua página de produtos.
  • Crie uma página otimizada para cada marca de produto. Muitas pessoas ao buscarem por produtos na internet, utilizam como fonte de busca a marca.
  • Use iframes para conteúdos duplicados. Se você tiver conteúdo repetitivo que deve   aparecer em cada página, ou as descrições do seu produto não for única, considere   colocá-los dentro de uma iframe.
  • Não use “Veja mais” ou “Veja”. Certifique-se que tem link para cada página de produtos, com texto âncora, que possua mais do que apenas palavras como “Veja” ou “Veja Mais”.

Produto

  • Codifique o seu produto, permita que seu cliente fale a respeito do seu produto. Permitindo que esta expressão, você verá como ele vê e  procura o produto que deseja  na internet, sé é através de gírias ou outra maneira, criando assim um novo grupo de palavras-chave.
  • Crie páginas com os nomes dos produtos, elas irão dizer muito mais que páginas com códigos dos produtos para os buscadores. Fazendo isso, sua URL também ficará personalizada e quem visitar seu site não ficará perdido. Ex: Ao invés de usar www.nomedoseusite.com.br/?ID=87488 use www.nomedoseusite.com.br/palavra-chave.
  • Crie um Feed RSS produto, crie um produto principal e o apresente aos agregadores de produtos relevantes. Está é uma maneira de criar links para a sua página de produtos.

Buscas

  • Otimize as imagens do site. Certifique-se que seus produtos tenham imagens exclusivas, isto lhe trará um grande tráfico do Google Imagem Search. Vários clientes ao procurar por produtos buscam direto por imagens, pois muitas vezes preferem ver o produto do que somente ler sobre ele.
  • Otimize a pesquisa interna do seu site. Este é um fator relevante para e-Commerce SEO, o visitante que encontrar seu site utilizando um motor de busca, provavelmente irá esperar que a pesquisa interna do seu site funcione muito bem.

Título

  • Use atributo – Título – apropriados para cada texto âncora, isto fornecerá aos motores de busca mais informações sobre o conteúdo da sua página. Apesar de não ser tão relevante quanto o próprio texto âncora, o título atributo ” Title Attributes” são fatores de rankeamento.
  • Criação de texto âncora: Links internos não dizem muito e principalmente não passam informações da página para motores de buscas, por isso, utilize os textos do seu site para criar um texto âncora, rico em links relevantes.

Agora que já sabe o que fazer para que seu site de e-Commerce comece a ter mais sucesso com SEO. Bom trabalho e boa sorte!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

20 Comentários para “E-Commerce e SEO como é Possível?”

  1. Mariana Areco Torres

    Oi Ana Carla, tudo bem?
    A gente tem trabalhado com e-comerce aqui na agência, mas, eu noto que nem todos os clientes dão a devida importância para isso ainda. O que prejudica um pouco nosso trabalho.
    Sobre otimizar as páginas, também estamos com esse tipo de trabalho e tenho um pouco de dificuldade em selecionar as palavras-chave, pois vários produtos são semelhentes, como por exemplo: toalha de rosto azul e toalha de rosto vermelha.
    No mais, adorei o post. Foi bem útil.
    Abraços!

    Responder
  2. Eduardo

    Olá Ana,

    Não entendi a parte de iframes para conteudo duplicado, pode dar algum exemplo?

    Responder
  3. Ana Carla Soane

    @ Olá Mariana, tudo bem. Obrigado por seu comentário.
    Quando for selecionar palavras-chaves para os produtos procure selecionar como palavras-chaves, a marca do produto, selecionado também as categorias assim como você disse, toalha de rosto, toalha de banho, selecionar por cor não é muito relevante.

    @Olá Pierre,
    O número ideal de palavras chaves é de no máximo 200 caracteres.
    Obrigado por comentar.

    @ Olá Eduardo,
    iFrame consiste na inserção de páginas web dentro de outra página web, um recurso muito utilizado em web sites. Ao criar uma nova página dentro de uma página já existente o seu conteúdo duplicado não aparecerá para os buscadores e para seus usuários, criando desta maneira uma fronteira invisível.
    Você poderá usar essa técnica principalmente para descrições de fabricantes.
    Obrigado por comentar.

    Responder
    • DC

      Olá Ana.

      “O número ideal de palavras chaves é de no máximo 200 caracteres.”

      Faltou um maior esclarecimento. 200 caracteres? A soma em total de palavras-chaves é 200 caracteres?

      Encontrei sites bem posicionados com menos e mais, então creio que nessa caso o numero é relativo ao tamanho do conteúdo.

      Responder
      • Frank Marcel

        Bom, se for meta keywords, era recomendado que se usasse até 200 caracteres. Mas elas estão totalmente desvalorizadas, é melhor nem usar.

        Se for quantas vezes usar a palavra-chave em título ou meta description, bom, isso depende…

        Responder
  4. Maxwel Oliveira

    Parece claro que a TV aberta brasileira está perdendo espaço para internet por conta do conteúdo água e açúcar. A internet ainda é novidade para a maioria dos brasileiro que estão descobrindo as potencialidades da rede.

    Responder
  5. Ana Carla Soane

    @ Olá Maxwel,
    Obrigado por comentar.
    Realmente a televisão está perdendo sua audiência para a Internet. As pessoas procuram na internet conteúdos relevantes, fazendo as suas próprias buscas. Atualmente as pessoas estão preocupadas com o tempo e com agilidade em obter respostas e informações, e isto acontece também com os brasileiros.

    Responder
  6. Thales Oliveira

    Parabéns e obrigado pelo tópico, foi de muita utilidade.

    Sucesso.

    Responder
  7. SIMONE DAMASIO

    Nossa amei esses artigos , só que ainda minha pagina esta sem visitas, e quero saber como faço para que ela apareça mais nas buscas, help-meeeeeee!!!!!

    muito grata
    simone

    Responder
  8. Ana Carla Soane

    @ Olá Angelo,
    Você pode publicar o artigo em seu Blog sim, desde que coloque o link para o artigo original. E não seria muito bom publicá-lo na integra, para não gerar conteúdo duplicado ok.

    @ Olá Simone,
    Procure entender um pouco mais como funciona SEO. Aqui mesmo na Agência Mestre você vai encontrar vários artigo com esse assunto. Com certeza fazendo SEO em seu site fará com que ele apareça mais nas buscas.

    Responder
  9. Sergio

    Olá Ana, adorei o artigo, parabéns.
    Tenho uma dúvida! No caso das lojas virtuais, os menus são sempre criados dinamicamente utilizando javascript ou similares. Sabemos que assim o google não gosta. Qual a melhor técnica para ser bem visto pelo buscador nesse caso?
    Obrigado!

    Responder
  10. Ana Carla Soane

    Olá Sérgio,
    Muito Obrigado por comentar.
    Os Menus do site de e-commerce na sua grande maioria são feitos em Java script como você mesmo disse, esta é uma técnica que atrapalha os buscadores acharem o conteúdo. E se este conteúdo for realmente relevante para o seu site é melhor usá-lo em HTML, que irá permitir que o Google o ache facilmente.
    Não ficará tão bonito quanto em Java script mais terá mais usabilidade para as buscas.

    Responder
    • DC

      Podemos deixar o menu em javacript e adicionar links em HTML para facilitar o rastreamento.

      Responder
  11. mkvsolucoes

    Olá Ana, muito bom seu post, fico feliz em saber que, o que eu ando fazendo não está tão fora assim do que está acontecendo no mundo SEO.

    fiz no menu do site da empresa onde trabalho tem o meu que quando clicado leva pra uma home com sub-menus fica um pouco mais chato pro cliente pois é uma loja virtual, outra coisa que eu fiz foi o seguinte pra tornar o site mais rápido matei conexões com banco de dados, esta tudo em HTML, mais gerado de 1 em 1 hora com um consulta dentro do DB, o cron gera os arquivos html deixando o site muito mais rápido.

    Mais um x parabéns mesmo

    Responder
  12. Emilio

    Ótimo post, parabéns.

    Apenas uma dúvida, existe uma porcentagem aproximada do conteúdo original copiado para ser considero duplicado?
    Se eu copiar um trecho do conteúdo original com resolve o problema?

    Abraços!

    Responder
  13. Marcos Oda

    Existe alguma plataforma de ecommerce que possui funcionalidades que facilitem a otimização para buscadores? Vocês recomendam alguma?

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>