Diminuindo o Bounce Rate e Prendendo o Usuario no Site

Olá amigos do Mestre SEO. Hoje trago um artigo sobre como técnicas de como diminuir o bounce rate para otimização de sites.

Como explicado pelo Rafael, o Bounce Rate de páginas é a taxa de visitantes que deixam o seu site sem visitar outras páginas (além daquela que ele entrou) dividida pelo número total de visitantes dessa página antes que ocorra o tempo da sessão.

Diminuindo bounce rates

Mas como eu faço para diminuí-lo? Imagine que você é um player de músicas com sistema de inteligência artificial para detectar quais músicas são as melhores. Imagine seu site como sendo um CD de músicas recém lançado e o usuário quer verificar o quão bom é o CD. Se vários usuários começarem a ouvir uma música e pularem logo no começo (o ato de "pular" geraria um bounce), quer dizer que a música não é atraente, e com isso, o bounce rate será alto. Agora, se a música for ouvida do começo ao fim, quer dizer que ela tem seu valor (na maioria dos casos), e será pouco “pulada”, gerando um bounce rate baixo. Então, para que as pessoas não fiquem pulando as músicas, as mesmas devem ser bonitas, com um conteúdo atraente. Um exemplo: O CD do Tiririca teria um bounce rate alto, pois todos ouviriam somente a música da Florentina, e pulariam o resto. E o CD do Mamonas assassinas teria um bounce rate baixo, visto que quase todas as suas músicas do disco fizeram muito sucesso.

Aqui vão algumas dicas para diminuir o dito cujo no seu site:

  1. Traga um conteúdo de qualidade.
  2. Não encha o site de ads se ele não estiver gerando lucro.
  3. Pense na usabilidade sempre.
  4. Tenha uma página que carregue rapidamente.
  5. Elimite quaisquer bugs, principalmente os de javascript e os que geram loops infinitos.
  6. Faça um pequeno sensacionalismo.
  7. Seja coeso.
  8. Coloque target="_blank" nos links de coisas informativas, principalmente que estão no meio do conteúdo. Isso é válido também para coisas que chamam atenção e ninguém conhece.

Para finalizar, abro um parênteses. Fiz uma pergunta ao professor de comunicação da USP Luli no Interminas 2008: Dado o já constatado adsense blindness (o que o usuário efetivamente lê e o quanto os ads estão sendo ignorados; na figura abaixo, as cores mais quentes mostram o que o usuario realemente le), será que o mesmo poderá acontecer com as páginas com SEO? Ou seja, será que as pessoas podem ignorar as primeiras posições pelo fato dos sites rankearem bem somente pelo SEO? Ele me respondeu que o SEO é uma faca de dois gumes, e que se você rankear em primeiro e o conteúdo estiver ruim, trará um efeito negativo, além de criar uma imagem muito ruim do seu site pelo fato de ele estar em primeiro e gerando um tráfego alto. E como mostrado acima, geralmente os bounces são grandes por falta de atratividade/qualidade. Então, pense sempre no que o usuário está achando do site. Peça opiniões. Sempre melhore.

blindness

Um grande abraço. Sintam-se à vontade para escrever.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

10 Comentários para “Diminuindo o Bounce Rate e Prendendo o Usuario no Site”

  1. Luan Almeida

    Ótimas dicas, só não concordo com o target=”_blank”, esse recurso de forma alguma pode ser utilizado, tira o controle do usuário, apesar deles já estarem mal acostumados em achar que o navegador que deve definir o que fazer com um link, é o usuário quem deve decidir em que aba/janela a página deve abrir. O ideal é informar de alguma forma que a página é externa ao conteúdo normal do site, assim como vários sites já fazem com uma setinha ao lado do link. Veja mais: http://revolucao.etc.br/archives/target-blank/

    Responder
  2. Heron Inouye

    Ola Luan

    Concordo com o seu argumento do target blank. Mas eu apenas citei como diminuir o bouce rate. Por exemplo, no link para a página do LULI no texto acima. Se o usuário entrar na pagina dele, o metodo do target blank é interessante para fazer o usuário lembrar que ele estava visitando o meu site, deixando o mesmo ainda aberto. É muito facil de ele entrar em um site externo e não voltar mais.

    Valeu pelo comentário. Grande abraço =)

    Responder
  3. Luciano

    Faça páginas que sejam compatíveis com os principais browsers. Tem muito site que só funciona 100% no IE.

    Responder
  4. Frank Marcel

    Verdade Luciano.

    Inclusive, alguns sites exigem que seja usado o IE para interação com o site, o que é bem triste, visto usuários de Firefox, e mais do que isso, usuários de Linux.

    Responder
  5. Heron

    Bem lembrado luciano

    Sei que IE6 é um vilão do IE7/FF para quem desenvolve. Mas é importante tentar fazer o site funcional para os dois navegadores. Aproximadamente 20% dos usuarios usam FF.

    Lembrar que mesmo sendo firefox no linux/windows, a ´página geralmente sai diferente para cada sistema operacional

    grande abraço

    Responder
  6. Luciano

    20% de uma forma geral, mas esse percentual pode aumentar muito se analisarmos com mais cuidado.
    Imagine que seu site é focado em editoração de imagens, com certeza a maioria de seus leitorores virão do mundo MacOX onde o Safari e FireFox dominan. Ou que seu site seja dedicado ao mundo Linux/Unix, aí o percentual aumenta muito a favor do FireFox.

    O IE só ganha quando o OS é Windows. Mas isso não vale de nada se seu site é dedicado a dicas de como screver um script em korn shell do Linux/Unix.

    Responder
  7. Daniela Harumi

    Olá! Possuo uma dúvida. Se eu possuo um video do youtube “embedado” no site e o usuário o clica para assistir, é considerado taxa de abandono?

    Responder
    • Frank Marcel

      Oi Daniela! Você decidir por conta própria o que é o bounce rate pra você.

      Por exemplo, o Google Analytics considera bounce rate quando uma pessoa entra em uma página e, independente do tempo que permanece nela, vai embora dela sem seguir adiante na navegação em um de seus links (clicando no botão voltar, por exemplo).

      O simples fato de assistir o vídeo pode não ser um bounce, mas o que a pessoa faz depois?

      Responder
  8. Anderson Chipak

    Por isso é importante colocar links no meio do texto para complementar o assunto. As pessoas navegam muito entre eles. Na mesma hora em que estão lendo já querem ir para outro link que chamou a atenção. O legal é deixar o video no final do texto, no caso da Luciana.
    Mas, a abertura de janelas com “_blank” é considerada para o BR? O que é indicado no caso desses links no meio do texto?

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>