SEO: Re-otimizando o seu conteúdo para conseguir mais visitas – Parte 2

E aí leitores da Agência Mestre! Tudo bem? Como vão de SEO?

No primeiro artigo que falei sobre re-otimização de conteúdo para conseguir mais visitas, expliquei como trabalhar com as Landing Pages no Google Analytics, mostrando as keywords de entrada de uma determinada página. Hoje, vamos ver o que realmente podemos fazer com estas keywords.

Vamos aproveitar e analisar o desempenho do primeiro artigo da série. As suas 10 keywords principais são:
SEO no Google Analytics

As 10 primeiras keywords são:

1. otimizar site seo
2. como saber visitantes de um site
3. links php influenciam na otimização?
4. seo
5. mestre seo
6. dicas de conteudo para por num site
7. dicas para otimizar seu site
8. site pagerank não consta
9. glossário site:mestreseo.com.br/blog
10. podcast seo

Vejam só, que a primeira keyword é “otimizar site seo”. Ao buscar no Google, vejo que o meu post está na 3ª posição.

O que eu poderia fazer para aumentar o meu ranking no Google?

O primeiro passo é ver a quantidade de aparições das keywords. Para isto, clicamos em “EM CACHE” logo abaixo do meu resultado do Google.

Assim, recebemos a página de Cache:
Cache do Google da página do Agência Mestre

Repare que ele mostra com cores diferentes os termos que eu busquei. Assim podemos ter uma noção de onde as keywords estão localizadas.

A grande “sacada” aqui é procurar a quantidade de vezes que a keyword toda, no caso “otimizar site seo”, aparece na página. Para o nosso espanto, ela não aparece nenhuma vez na página!

Aí você pergunta: mas como o Google associa o seu post à keyword se ela não aparece nenhuma vez na sua página?

Reposta: por proximidade. Repare que o Google mostra no cache, todas as ocorrências das keywords que compõe a keyword que você digitou. Então ele associa a quantidade de palavras e a proximidade entre elas.

Agora vem o SEO!

Mas então, o que fazer para subir o meu post nas buscas do Google?

Com base na keyword, na proximidade e na ocorrência dela na página, você deve editá-la de modo a encaixar esta keyword no texto.

Por exemplo, eu fiz uma introdução no artigo, que está assim:

Já discutimos muito aqui no Agência Mestre sobre o quão importante é otimizar o seu site para os mecanismos de busca, discutimos como fazer esta otimização trabalhando com Título, Meta Tags, Linkagem interna, Link Building, ou até mesmo métodos para conseguir obter links por meio de marketing viral ou similares.

Podemos alterá-la adicionando uma palavra bem similar, ou melhor, apenas com stop word(a, e, mas, porém, etc…) dentro da keyword:

Já discutimos muito aqui no Agência Mestre sobre o quão importante é otimizar o seu site para os mecanismos de busca, discutimos como otimizar o site com seo, trabalhando com Título, Meta Tags, Linkagem interna, Link Building, ou até mesmo métodos para conseguir obter links por meio de marketing viral ou similares.

Podemos adicionar mais uma ocorrência desta keyword no final do nosso artigo. Esta é a conclusão do artigo:

No próximo artigo veremos o que fazer com as principais keywords de entrada de sua página para conseguir mais visitas.

Espero que tenham gostado desta dica de SEO e até a próxima.

Adicionando mais uma ocorrência de “otimizar site seo”, ficamos com:

No próximo artigo veremos o que fazer com as principais keywords de entrada de sua página para otimizar o seu site com seo e conseguir mais visitas.

Espero que tenham gostado desta dica de SEO e até a próxima.

Bom, concluímos aqui mais uma dica de SEO para aumentar as visitas em seu site. O ponto que gostaria de deixar claro é que esta técnica de re-otimização de conteúdo deve ser contínua e não apenas para uma keyword, mas sim para várias em um único post.

O trabalho de um profissional de SEO não consiste em apenas listar os problemas de SEO, mas sim em analisar o desempenho do seu conteúdo, verificar novas possibilidades de otimização e executá-las.

No próximo artigo vou mostrar um pouco sobre análise e otimização de links internos do seu site.

Abraços!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

25 Comentários para “SEO: Re-otimizando o seu conteúdo para conseguir mais visitas – Parte 2”

  1. Fábio Ricotta

    Olá Leandro! Muito obrigado por visitar o nosso site! Abraços!

    Demétrios, o primeiro foi apenas uma introdução mesmo, mas resolvi mostrar mais prática neste. Espero que tenha gostado.

    FS, valeu!

    Responder
  2. Queroveiculos.com

    Bacana, minha visão de SEO é bem limitada, procuro sempre focar na semântica e validação, você demonstrou conceitos bem avançados, ao menos pra mim.

    Já coloquei teu blog no meu favoriso e vou visitar com com frequência.

    Parabéns.

    Responder
  3. Luiz Tiago

    Realmente Genial!!

    Muito bom mesmo. Fazer a “manutenção” é tão necessário quanto a “criação” das técnicas de SEO.

    Responder
  4. Frank Marcel

    É isso aí Luiz!

    Fazer a criação e manutenção do conteúdo também é tão importante quanto criação e manutenção das técnicas de SEO.

    Abraços!

    Responder
  5. Artur

    Ola Fabio.
    Bom post, bem explicado e esclarecedor.

    A reedição dos posts relativamente às keys é muito importante para subirmos no ranking.
    Além do texto no post, também podemos acrescentar algumas keys no titulo do post, no primeiro paragrafo e no ultimo paragrafo, sem esquecer o bold, o italico e as H (H2,3,4).

    Acabei de assinar seu Feed, e vou começar a passar mais vezes, pois SEO é um tema que gosto muito (talvez por ter pouco jeito para webdesign … hehe).

    Continua com o bom trabalho. Força aí …
    Abraço,
    Artur

    Responder
  6. Marco Túlio

    Eu sempre tentava melhorar os posts com mais visitas, mas nunca tinha me atentado a otimizar as expressões que levavam até ele.

    Muito bom mesmo.

    Parabéns!

    Responder
  7. Lelis Junior

    E ai Fabio, parabens pelo post cara, a cada me convenço mais de que para ser um analista de SEO, redação é um ponto crucial, saber encaixar as palavras na ordem correta, de maneira correta.

    Responder
  8. Diego Silva

    Olá Fabio.

    Realmente entendo como poderosa é essa Dica e feramenta de SEO. Associando a outras ferramentas e palavras-chaves de longa cauda, temos uma poderosa ferramenta em nossas mãos.

    Cache é realmente poderoso para SEO. Quase escondido nos motores de busca, porém indispensável. Tenho agora uma super idéia, claro chapéu-branco.

    Também indispensável para campanhas como Google Adsense, penso eu. E para analisar a concorrência. Obrigado, boa dica.

    Responder
  9. Lamarky

    Nossa, eu nao tinha idéia do quanto leigo no assunto eu era, deichando de atrair um publico bem maior para meu site por conta de nao ligar para reotimização, que torna-se muito importante principalmente para sites que possuem pouco conteúdo ou conteúdo limitados que precisam que suas poucas páginas estejam sempre no topo dos buscadores.
    Obrigado.

    Responder
  10. fuinhabom

    Ótimo artigo!

    Realmente esta dica foi bem interessante! Será que além de tentar colocar a key no texto, seria legal colocar como negrito também?

    Abraços!

    Responder
  11. Dornelles

    Fábio, gênio do SEO, adoro seus artigos e tenho outra dica:

    Usar as palavras chave que mais rendem cliques nos anúncios do Adsense, para fazer novas postagens, usando estas palavras. Isso deve trazer aos blogueiros melhores resultados também com Adsense !

    Abraço!

    Responder
  12. Rafael

    Excelente artigo, Fábio!!! Realmente tudo deve ser observado com muita atenção para que nossas páginas não caiam no índice do Google. Estarei seguindo estes passos.

    Muito obrigado!!!

    Responder
  13. Dermeval

    Muito bom artigo, tem algum que tomei conhecimento das stop words, e já aprendi que é bom elimina-las da url, pois não fazem diferença para o Google, agora não tinha pensado no contrário, como você citou, para conseguir otimizar palavras chave sem que elas percam o sentido.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>