Como evitar o Google Sandbox?

Você já tentou passar por um aeroporto com 2000 cigarros escondidos dentro da mala? Qual o segredo para passar despercebido?Agir naturalmente. Podemos dizer que o Sandbox funciona mais ou menos assim. Se você chamar muita atenção, por exemplo, se fizer um site e em uma ou duas semanas ele já tiver centenas de páginas, provavelmente o Google irá desconfiar que houve manipulação e você não passará pelos filtros.

Diretórios: cadastre seu site em um ou outro diretório (que sejam confiáveis). Se o site com uma duas semanas de existência estiver aparecendo em milhares de diretórios, isso com certeza vai parecer suspeito.

Links com âncora indêntica: se você quer aparecer em primeiro lugar para a keyword Agência Mestre, não adianta cadastrar em milhares de diretórios e social bookmarks seu site/página com a mesma âncora. Você talvez suba muito rápido nos rankings e acabe caindo no Sandbox. É preciso ter paciência e agir naturamente

Links pagos: você pode adquirir links pagos para subir nos rankings. Porém, como as dicas anteriores, isso deve ser feito de maneira discreta, deve-se adquirir os links devagar e com muito cuidado para não cair e ficar cerca de uma ano no “dark place”.

Troca de links: enviar emails e propor parcerias com sites relacionados pode ser uma boa idéia para conseguir alguns links. Porém, nem todos os seus links devem ser trocados para não causar suspeita.

Resumindo, para não cair no Sandbox é preciso conseguir links de qualidade (conquiste a blogosfera, como disse o Matt Cuts), ter um bom conteúdo e agir naturalmente. Vale lembrar que um site novo dificilmente disputará primeiras posições para keywords mais competitivas, portanto, não se afobe. Se você pretende gastar muito tempo fazendo sites, é melhor se empenhar em mais de um projeto do que ser afobado e acabar caindo no Sandbox.

Esse é um assunto em que há bastante divergência de opiniões , portanto se você gostou do artigo, ou se não concorda com alguma coisa, deixe sua opinião. Veja mais sobre SEO e posicionamento de sites aqui! Até a próxima!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

24 Comentários para “Como evitar o Google Sandbox?”

  1. Alex

    Sandbox tem a ver com Smartpricing?
    É também uma penalização?
    Quando o número de acessos não diminui, mas o CTR e CPC despencam… Isso é o Smartprincing? Ou tem a ver com Sandbox?

    Responder
  2. Gustavo Montes - Programador Freelancer

    Algumas observações… não acredito que um site aparecer rápido nos diretórios possa causar problemas, a questão é quais diretórios se está cadastrando… existem muitos deles e nem todos tem boa avaliação e podem te derrubar…

    O mesmo vale para as âncoras idênticas que no caso vale mais pela máxima… nem todo mundo é igual e faz a mesma pesquisa… usando a mesma ancora o seu site estará (teoricamente) bem colocado para ela, mas para outras co-relacionadas não…

    Responder
  3. Rafael Coutinho

    Alex,
    Apesar dos dois poderem signicar baixos ganhos com seu site, são coisas diferentes. Smart Pricing é uma ferramenta do Google que ajusta o custo por click em uma keyword específica para os seus sites. Levando em conta que o Google é o buscador mais popular, e o seu site depende dos resultados da busca orgânica, o Sandbox pode estar diretamente relacionado ao número de visitas, ou melhor, se o seu site cai no Sandbox, o número de visitas pode despencar do dia pra noite. Porém, ele não influencia na sua CTR nem na CPM.

    Responder
  4. Rafael Coutinho

    Gustavo,
    É verdade que é de grande valia cadastrar-se em bons diretórios e não se cadastrar em diretórios que possam ser suspeitos. Porém, se você deseja trabalhar uma keyword fraca, e cadastra seu site em alguns diretórios e uma página (com a mesma descrição e âncora) em dezenas de social bookmarks, provavelmente em algumas semanas estará aparecendo na primeira posição para a keyword. Ou seja, você chamou atenção! A partir daí, acredito que o Google vá aplicar alguns filtros mais específicos no seu site. Se você tiver realmente um conteúdo de qualidade, nenhum tipo de spam ou black hat, e vários backlinks de qualidade para essa página, provavelmente você continuará nessa posição. Caso contrário, seu site pode acabar caindo no Sandbox.

    Responder
  5. Jair Soares

    Raphael,
    você está certíssimo.
    Sandbox, aconteceu comigo.

    Fiz uma bobagem e o google me penalizou. Não tive paciência pra esperar o google me retirar do “limbo”, então, criei um novo dominio e importei todo o blog, que tinha centenas de páginas…
    O que aconteceu/
    o Google achou suspeito e me encaixotou no Sandbox.

    Minhas visitas despencaram.

    Agora, como não passei por isso antes, não sei o Google volta atrás e me “despenaliza”.

    Raphael, o que você sugere que eu faça?

    Responder
  6. Heron

    Jair Soares

    Dica do Matt Cuts: Conquiste a blogosfera e outros sites. COnsiga links de qualidade. Assim você sai mais rápido do sandbox.

    Responder
  7. Marcos Elias

    Concordo plenamente :)

    Acrescentando… Faça um site com amor ao que faz, e não para ganhar dinheiro ou ter fama… O resultado vem automaticamente.

    Sair do Google é a pior coisa que pode acontecer para um site.

    Responder
  8. Fabio

    Valeu pela dica. Acho que começei com o pé direito. Não fui com muita sedo ao pote. Apesar de ser tentadora a vontade de querer crescer de uma vez só.

    Porém sabemos que quanto mais alto subimos, maior é a queda. Por isso devemos subir um degrau de cada vez :)

    Obrigado…

    Responder
  9. Anderson Jose dos Santos

    Sou um caso de Sandbox entendo quando um dominio é novo e poucos dias o site apresenta uma quantidade de conteudo muito otimizado para disputar as primeiras colocações nos termos da pagina acaba no caso de Sandbox, utilizei todas as tecnicas de SEO para Otimização acabei perdendo as indexações uma a uma é horrivel,, pois não é penalizado é somente um filto do Google, outra coisa na ferramenta webmaster do google não tem nada demais….parece normal
    link http://www.brpoint.net/como-ter-um-blog-penalizado-no-google.html

    Responder
  10. kakaroto

    Verdade me amarrei na introdução do seu site, vc consegui traduz em palavras a minha opniao

    por isso que nos meus trabalhos eu sempre trato meus clientes com homeopatia

    Assim ela relaxa um pouco e sabe que um trabalho de um seo nao e mágica

    E um trabalho serio que exige planejamento,assim ele nao cai nesses contos de fada
    seu site em 4000000 milhões de diretórios de busca
    parabens pelo artigo

    Responder
  11. Mauricio Po

    Pois é.. entrei para a “caixa de areia” do google. O motivo? Um estouro de audiência… foi noticiado um “furo” e, obviamente a audiência mais que quadriplicou em apenas 1 dia.. conclusao? “Caixa de areia neles” pensou o google. O blog que mantinha cerca de 800 visitas unicas/dia agora amarga no maximo 100 !!!!!

    O engraçado é isso…. noticiar algo em primeira mão e , obviamente, conseguir um retorno por conta disso é considerado ERRADO pelo Sr. Google. Temos que trabalhar com noticias e assuntos já batidos pelos grandes portais… só assim para não gerar a desconfiança do gigante! Que situação hein?

    Parabens pelo blog ! ;)

    Responder
  12. André

    Olha eu já passei pelo sandbox 2 vezes e agora estou com 1 terceiro site no sandbox, e por experiência própria eu descobri, que o melhor a se fazer quando seu site cai no sandbox é deixar ele parado e em questão de dias ele estará de volta ao google normalmente.

    Responder
  13. Frank Marcel

    @Mauricio Po: acredito que o caso do teu sandbox não tenha sido simplesmente a explosão de visitas. Nunca ouvi ninguém comentar sobre isso e já passei por alguns casos de “boom” de visitas, sem efeitos colaterais. Eu procuraria outras razões.

    @Marcio: um domínio novo vai, praticamente sempre, sair com PageRank 0 mesmo. É esperar a próxima atualização de PageRank para ver como fica.

    Valeu pelos comments pessoal!

    Responder
  14. procurandovagas

    Crie um novo site a pouco mais de 5 meses, e desde entao ele nao aparece em algumas buscas. O meu problema pode ter sido a ambição de crescer rápido, já no primeiro post começaram as técnicas de SEO.
    Ainda não pedi reconsideração, estou esperando a boa vontade do Google. Mas que é muito triste estar na quarentena, isso é.

    Responder
  15. Prof.elson

    Acho que tive um problema com isso.
    Me dediquei bastante ao site e obtive um bom e rápido resultado, mas há alguns dias as visitas despencaram..

    Responder
  16. Itallo Antonny

    Aconteceu isso com meu site, ele recebeu um grande número de visitas em poucos dias de vida, mais somente em um determinado título.
    Agora acontece o seguinte, o blog é indexado rápido e normalmente, execeto emm algumas keys, por exemplo se eu coloco: “Assistir” no título ele nem é indexado, se não tiveer essa e outras 10 keys o post é indexado rapidamente, alguém sabe o porque disso???

    Agradeço!

    Responder
  17. Dermeval

    E quando já cometemos o erro e cadastramos em muitos diretórios, midias sociais e classificados e fomos penalizados. o que pode ser feito?
    nem sempre dá pra tirar um link, no linkninja mesmo não sei como fazer, e o pior é que cadasterei um link e no painel do google tá acusando quase 20.

    E pior, percebi que estou com um número que deve ser considerado alto para páginas que não são a index.
    Na index tenho 250 e em duas outras páginas tenho 50 em cada.

    Responder
  18. jefferson

    Eu possuia um blogue ja indexado pelo google mas fui migrar para o wordpress agora nao consigo mais encontrar o meu novo site no google , sera que estou neste sandbox ? Como faco para saber ?
    E qual o meio mais rapido para eu sair dele ?
    Quando migrei nao fiz redirecionamento de link e ja iniciei o site com bastante artigos ja tenho 2 meses neste novo dominio e ate agora nada.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>