Como aprender SEO?

Olá leitores da Agência Mestre,

Uma das perguntas que mais recebi em 2009, tanto em eventos, quanto através de email, foi “como eu aprendo SEO?“. Mas antes de falar os passos para iniciar uma carreira de profissional de SEO, vou contar um pouco de como comecei na área.

Como o Fábio Ricotta começou?

Eu ingressei na empresa Deals Consultoria & Desenvolvimento(antigo nome da Agência Mestre) em 2005 como webdesigner. Quando comecei os meus trabalhos eu escutava os colegas de trabalho falando sobre um tal de “SEO”, otimização pra lá, PageRank, ou ainda texto escondido. Era uma bagunça na minha mente, pois como um geek total, eu procurava saber de tudo na Internet, mas nunca tinha ouvido falar sobre aquilo.

Fábio Ricotta no Curso de SEO

O tempo passou e fui pegando em linhas gerais o que a empresa fazia e todo o processo que tínhamos. Me lembro ainda hoje do manual de SEO que eu recebi (depois de insistir) da empresa. Continham várias dicas sobre títulos, meta tags, heading tags e um tal de “linkbuilding”. Pouco tempo depois eu migrei de webdesign para programação web juntamente com SEO. Aí sim gostei do que fazia (eu pensava que gostava de webdesign). Eu estudava SEO, quando não estava trabalhando ou na faculdade, procurava em websites, mas havia pouca informação, até que a empresa me passou acesso ao fórum do Webmaster World. Aí sim tudo começou a fazer sentido. Descobri através de lá o SEObook e o SEOmoz, duas das minhas principais fontes de aprendizado. Depois disso, consegui o livro do SEObook juntamente com vários livros em PDF sobre SEO. Aí o meu conhecimento só aumentou.

Em 2008, já pela Agência Mestre, tive a minha primeira oportunidade de participar de um evento de search: o SMX São Paulo 2008. Me lembro certinho que naquela época vi que o meu conhecimento já estava acima do que via e realmente o meu esforço em aprender com os pioneiros nos EUA (virtualmente claro) estava dando muito certo.

O ano de 2009 foi muito bom para mim. Tive a oportunidade de fazer a minha primeira viagem internacional e ainda ir em um dos maiores eventos de SEO do mundo, o SMX Advanced. Eu posso dizer que lá eu realizei um dos meus maiores sonhos, conhecer quem me ensinou SEO. Tive a oportunidade de tirar fotos com diversas personalidades do search, tais como Rand Fishkin e Michael Gray. Em Agosto de 2009, retornei ao SMX São Paulo como palestrante e espectador. A experiência foi muito boa e gostei muito do feedback sobre o que falei no evento. No restante do ano tive o prazer de ir em 4 eventos de grande nível na área de search: o SEOmoz Seminar, o SMX East, o Search Developer Summit e o Pubcon. E realmente, estes eventos acrescentaram muito para o meu conhecimento. Aprendi diversas idéias, técnicas e formas de pensar que antes eu nunca tinha observado ou vivenciado. O ano de 2009 foi com certeza a minha melhor experiência com SEO.

Basicamente esta foi a minha trajetória e se você reparar bem nela, podemos dividir em 4 grandes tópicos, que é basicamente o que uma pessoa necessita para ser um profissional de SEO. Vamos então organizar o pensamento:

Leitura Obrigatória

Toda pessoa interessada em algum tema deve começar pela base, entendendo os conceitos antes de tentar aprender algo. Diante disto, a minha sugestão é que você comece pelos seguintes artigos que escrevemos:

Em seguida, você pode começar a ler o tutorial de SEO que disponibilizamos aqui na Agência Mestre. É uma página que organiza os principais artigos de SEO que você deve ler para aprender mais sobre a área.

Ainda na área de aprendizado, vale apena ler o Guia do Google para Otimização de Sites, que traz diversas dicas e conceitos sobre SEO.

Se você deseja um livro básico, que aborda conceitos muito bons sobre SEO, eu sugiro a leitura do livro SEO: A Bíblia, que tem um preço(R$ 69,90) muito barato para o conhecimento que agrega.

Material Online

Além de livros e artigos na internet, você pode conferir o meu Slideshare, que já possui mais de 30 apresentações sobre Search e Social Media. Entre elas, recomendo muito que você leia atentamente a apresentação de Curso de SEO, um material gratuito, que você pode utilizar para embasar os seus estudos na área.

Curso de SEO
View more presentations from Fábio Ricotta

Websites e Comunidades

Em termos de websites e comunidades o Brasil é muito carente. Posso listar apenas 2 bons websites na área de SEO, que é a Agência Mestre e o BrasilSEO. O BrasilSEO apesar de não ter conteúdo novo com regularidade, possui um acervo de dicas e artigos de SEO muito bom. Já na Agência Mestre temos um conteúdo mantido com regularidade e mais de 500 artigos publicados.

Em termos de comunidade em português posso destacar o fórum do Google para Ajuda aos Webmasters. Existem diversos profissionais de SEO neste fórum, além de 2 excelentes profissionais do Google (Pedro Dias e Ariel Lambrecht) que prontamente podem lhe ajudar com as suas dúvidas.

Já com relação aos EUA a conversa é outra. Gosto muito de ler os artigos do SEOmoz, SEObook, do Graywolf e vale muito apena ficar de olho nos artigos do Search Engine Land, que em sua maioria, são os mais completos da área de search.

Em termos de comunidade, eu acho que um dos melhores fóruns é o Webmaster World. Lá você encontra os profissionais mais antigos da área, com a maior experiência e ainda com vontade de compartilhar idéias, algo que é raro no Brasil. Uma outra comunidade que eu ingressei a pouco tempo é a HuomAh Dojo. Ela foi eleita como a melhor comunidade de SEO e possui um fórum bem ativo, fora as suas ferramentas, vídeos e artigos exclusivos.

Profissionais de Search no Twitter

Alguns dias atrás eu fiz uma boa lista de profissionais de SEO a serem seguidos no Twitter e vou incrementar mais ainda esta lista:

  1. Rand Fishkin
  2. Ann Smarty
  3. Danny Sullivan
  4. Michael Gray
  5. Jordan Kasteler
  6. Will Critchlow
  7. Barry Schwartz
  8. Lauren Litwinka
  9. Frank Marcel
  10. Cassiano Travareli
  11. Fábio Ricotta
  12. Tom Critchlow
  13. Aaron Wall
  14. Matt Cutts
  15. Pedro Dias
  16. Ariel Lambrecht
  17. DaveNaylor
  18. Joost de Valk
  19. Andy Beal
  20. Todd Malicoat
  21. Bruce Clay, Inc.
  22. Andy Beard
  23. Patrick Altoft
  24. Searchcowboys
  25. Ralph Tegtmeier

Logicamente que existem diversos outros profissionais de SEO que você deveria ficar de olho no Twitter, mas basicamente são estes os mais ativos que eu sigo. Então siga a sugestão e fique de olho nas dicas e artigos que estas pessoas enviam, pois você pode obter uma informação em primeira mão.

Conferências

Se teve uma coisa em 2009 que eu gostei e fiz bastante foi ir aos eventos e conferências de SEO. Sem sombra de dúvidas este é um lugar para se aprender SEO, mas além disto, é um local para se fazer conexões.

Apesar da carência de eventos apenas de SEO no Brasil, este ano de 2010 promete. Posso citar alguns eventos que serão realizados em 2010, tais como o Social Media Brasil, o OME Expo Latino, o SMX São Paulo, o SEM Estratégico, o SEOcamp, WordCamp e o Seminário Info sobre Marketing de Busca.

Já nos EUA, os eventos começam logo mais. Teremos os SES, SMX, SEOmoz Seminar e o Pubcon.

O que fica de dica para as conferências é que você deve utilizá-las para fazer conexões e conhecer pessoas. Não seja tímido em conversar com alguma “personalidade” do SEO, mas também não chegue querendo tirar todas as suas dúvidas de SEO com ela. O grande ponto é conversar, trocar cartões e entrar em contato no futuro ou em um próximo evento. Isto realmente funciona e eu garanto!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

24 Comentários para “Como aprender SEO?”

  1. ana-martins

    Muito legal seu depoimento. Acaba que todo mundo começou de uma forma meio parecida: ouve alguém falando sobre o assunto, fica curioso e vai atrás pesquisando até que cai em algum site conhecido e aí é só estudar(i), com i indo de zero a infinito. Ainda devo estar lá pela iteração 3 do estudar. É tanta coisa que a gente vai descobrindo que dá aquele “desespero bom” de ver que tem um monte de coisa ainda pra aprender e descobrir.

    Responder
  2. Renata Tibiriçá

    Muito legal! Realmente é assim mesmo que a gente começa: ouve um falar daqui, outro dali, aí quando vc resolve ver a fundo acaba se apaixonando! É mto legal tb ver como os profissionais dessa area, diferente de outras, tem prazer e fazem questão de compartilhar conhecimento!
    E o grande negócio é esse mesmo: (estudar)*! hehe

    Responder
  3. Vinicius

    Estudar em casa e virar um ativo da comunidade realmente são um diferencial , mais não você dizer nada sobre teste o conhecimento … e tenho certeza que você faz isso com MUITA FREQÜÊNCIA …

    Quanto a quantidade de sites que falam sobre SEO eu realmente acredito que não seja necessário , a MESTRESEO e BRASILSEO são realmente muito bons e para assuntos mais avançados o inglês se faz necessário … mesmo porque o mercado de lá SEMPRE vai ser mais antigo que o nosso …

    bom abraços

    Responder
      • DC

        O “Mercado” mesmo é Google, yahoo e Bing.

        As demais coisas, nós mesmos podemos fazer, testar e desenvolver meios que os demais sites de SEO “de lá” não desenvolveram.

        Questão de estudo e testes, mesmo.
        Nós podemos apresentar aqui e lá, as ultimas novidades. Basta entrar em contato.

        E claro, tirando os Motores de busca. Eles são o inicio, e são de “lá”.
        Fábio, muito bom.

        Responder
        • Castro

          Quando disse que o mercado de lá é mais antigo quero dizer que é impossivel termos profissionais mais antigo que os de lá … porque o mercado começou primeiro lá entendem ?

          Quanto a questão de novidades realmente podemos desenvolver aqui mas como já foi dito nosso mercado é muito recente com as tecnicas desenvolvidas por eles podemos rankear muito bem …

          A questão dos motores de buscas começarem com as novidades lá é outro ponto que contribui para que eles sempre as ultimas novidades

          Responder
  4. Sodré

    Bom esse ano de 2009 que se passou realmente defini como meta entender e aplicar técnicas de SEO. Na minha pequena caminhada o que fez realmente muita diferença foi alguns sites citado aqui pelo Fábio Ricotta e o Curso da Mestre Seo, que realmente foi o melhor curso, palestra, workshop, seja lá o que for que já presenciei parabéns a toda equipe e que vocês continuem assim.

    Responder
  5. Roberto

    Estudar SEO também está virando um hooby pra mim, realmente dispertou minha curiosidade.

    Não é muito facil mas já to pegando o jeito. Espero que possa estar no próximo encontro em fevereiro.

    Se o negócio é estudar, aqui estou eu huahua Ja ta amanhecendo… abs fui

    Responder
  6. DC

    Olá Fábio.

    Completando essas grandes dicas, seria de grande ajuda revelar os “mistérios” de seu RSS Feed.

    Quantos seoblogs você está seguindo? Esses 25 ou segue mais alguns na área de SEO? Haja leitura.

    Você estuda diariamente uma apostila completa, correto?
    Aproveitando esse espaço. Vocês adicionaram a rel=”nofollow” nas categorias e na “Navegação estruturada”.

    Vocês não encontraram problemas com essa tática? Má indexação, pagerank sumido, algum problema? Conheço diversos locais que precisam da rel=”nofollow”, porém, vejo um perigo adicionando-a nas categorias.

    Como funciona exatamente essa tática? Categorias e conteúdos são encontrados através da URL http://www.agenciamestre.com/artigos-seo, e links externos, ou essa minha afirmação está incompleta ou errada? Essa é uma grande dúvida, para mim.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Olá Diego,

      Eu sigo cerca de 400 pessoas no Twitter, onde 80% delas são profissionais de SEO se não me engano. Neste grupo, 90% são profissionais de SEO de outros países, em sua maioria dos EUA.

      Eu estudo diariamente sim, mas nada de apostila. Eu estudo artigos e fóruns americanos sobre SEO.

      Sobre o “nofollow” é algo que nunca tiramos do site da Agência Mestre mais por questão de testes mesmo. Quem sabe tiramos no próximo mês para ver como se comporta a taxa de indexação.

      Um abraço e obrigado pelo comentário.

      Responder
  7. DC

    Outra dica. Já pensou em produzir um ebook (certamente que sim), já pensou em começar a produção.

    Ou mesmo um Ebook: Agência Mestre.
    Outra dica, é interessante os demais membros da mestreseo relatarem suas experiências iniciais em SEO.

    – Como começaram.
    – Quem seguem.
    – Suas maiores influencias.

    É algo realmente muito valiosos para os leitores.
    Abraço.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Olá Diego,

      Temos a idéia de produzir um sim. Mas primeiro estamos “engordando” a nossa área de assinantes e quem sabe até o meio do ano publicamos um eBook bem legal.

      Os relatos devem aparecer ao longo deste ano, vale apena acompanhar o blog e esperar ;) – Eu também adoraria ler o que eles tem a dizer =)

      Responder
  8. Fernando Tholl Nascimento

    Muito bom Fábio, com certeza é desta forma de diversos profissionais entram no mundo do SEO, e muito bem colocado a situação do SEO no Brasil, crio sites a mais de 4 anos, e a pouco tempo descobri essa área muito importante.

    Parabens

    Responder
  9. DC

    Quando aquele acontecimento no fórum de discussões do Google, com o membro silviolink.

    Eu entendo a defesa do membro, com exceção da alto-exaltação e critica aos demais.

    Fábio, você esqueceu-se de adicionar a proibição de backhatseo nas regras, por isso gerou aquele problema com silviolink. O tema que muitos não compreenderam naquele tópico foi o spam como back hat seo.

    Eu acompanhei a maioria dos participantes, muitos simplesmente utilizam websites com propósito de contratação de empresas, para divulgar seus “nanunis” atrapalhando e compremetendo a imagem daqueles website, Pedro dias deixou esse aviso. Outros faziam campanhas sem spam e esses ficaram para trás, algo injusto, concorda?

    Se você analisar os links dos primeiros colocados, (que por sinal investiram no peso dos links e obtiverem a maior quantidade de links e com o texto ancora ideal.) você verá que deixaram spam em muitos website, você sabe como o spam funciona.

    Chegando inclusive a deixar a comunidade do yahoo! respostas querendo de fato saber essa descoberta, e outros ainda usando esses tópicos no Yahoo! respostas para novamente realizar spam, simplesmente deixando seus URLS. Inclusive o Google a memorizar “nanuni kokoritu mestre seo” como sugestão de busca.

    Penso que vocês acertaram em realizar uma campanha para incentivar o SEO, porém esquecerem de algumas regras ou mesmo não quiseram adicionar, penso eu, pois são uma equipe de profissionais qualificados, seus artigos são provas.

    Poderia ser algo já existente, porém de difícil competição, ou mesmo nanuni kokoritu, mas informando aos participantes a necessidade de notificar visivelmente que nanuni kokoritu é um termo inventado para concurso mestreseo, muitos não fizeram isso, aumentando então o spam.

    Algumas dicas para as regras:
    – Ranquear na melhor posição frente os demais concorrentes para tal termo.

    – Proibido Back hat SEO
    – Proibido Spam (existe spam sem backhatseo e com.)
    – Notificar explicitamente que nanuni kokoritu é um termo inventando para um concurso da mestreseo. (com isso vocês da mestreseo podem ganhar interessados no concursos e novos leitores fieis, sem a necessidade de spam dos concorrentes)

    – Uma avaliação de 1/2 dias no melhor colocado. Isso para checar possíveis trapaças que subiram a mente. Mas não avisar essa avaliação bem diretamente nas regras, pois muitos tentariam trapacear e remover as trapaças no ultimo dia (se conseguirem). Deixando Back Hat SEO, já é uma aviso direto e indireto para essa avaliação.

    O vencedor dessa campanha conseguiu em 1 mês: 5791 e com voto de texto de ancora perfeito, nanuni kokoritu, tenho uma vitória tranqüila (ainda utilizando blogspot.com) contra o segunda colocado que possui certa de: 814 links, também com o voto de texto ancora perfeito. (também com blogspot.)

    Deixo a dica. A idéia de uma campanha é boa mesmo, mas o que causou muitos problemas foram regras incompletas que incentivaram o spam, deixo essa dica.

    Não é uma critica pessoal, um ataque, uma invenção, mas algo que fatou.

    Abraço.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Olá Diego,

      Não foi apenas você quem sugeriu este tipo de regra mas a idéia do desafio nunca foi incentivar um modelo de SEO que não existe. No mundo existem aqueles que fazem Black Hat e os que não fazem, isto é claro. A opção é sempre do webmaster, do que fazer, onde fazer e como proceder com os seus passos.

      Seria completamente injusto eu tirar o Black Hat da linha do desafio, pois assim não seria algo completo.

      Fazia parte dos concorrentes também, reportar spam ao índice do Google. Eu, em algum momento, disse que isto não podia? Se não conseguiram fazer isto a tempo, foi um erro de SEO, que no mundo real você deve executar. Entende aqui os pontos?

      Eu dei liberdade de qualquer um, usar qualquer estratégia, para ficar em primeiro lugar. Não me importa como. É o mesmo do mundo real, muitos clientes não querem saber como, mas querem a primeira posição. Existem os que querem apenas white hat, mas existem os que não se importam.

      A minha visão do Desafio de SEO é que fui um sucesso, pois cada participante pode aprender mais com as suas estratégias.

      Espero que todos analisem bem todas as faces do desafio e não apenas pensem em um mundo ideal.

      Um abraço e obrigado pelo comentário.

      Responder
  10. DC

    Ainda assim Fábio, a não colocação da proibição do backhatseo causou problemas e caso um dos participantes compromete-se um website eles apontariam para a mestreseo que permitiu o uso de backhatseo e com isso spam. Vocês seriam os principais culpados.

    Vocês correram um grande perigo sobre o querer mostrar o “mundo real do seo”.

    Essa é minha opinião final, e backhat não faz parte do SEO, pois é trapaça é como afirmar que roubar é um trabalho para estar melhor posicionados na vida, que também é um trabalho.

    Continuo afirmando que as regras estão incompletas e que nem todos possuem tempo de notificar spam ao Google. Principalmente em concurso.

    É melhor alterar as regras caso queiram que novos participantes e os atuais continuem participando dos desafios da mestreseo. Como você mesmo disse, muitos se queixaram.

    Vocês precisam mostrar a única fase do SEO white hat e não incentivar o falso SEO. Isso incentivar e muito o uso do único SEO, o chapel branco.

    Alguns estão bem posicionados por backhat, mas disfarçaram, o que eles aprenderam com isso? Que backhat beneficia e pode ser disfarçado. E quando alguém perguntar onde eles aprenderam isso, o que eles irão afirmar? Mestreseo.

    É o que eu penso.

    Responder
  11. Supertech

    Valeu pelas dicas, estou aprendendo muito com este site e pretendo aplicar a minha home page. Parabéns pelo blog e sucesso a todos :)

    Responder
  12. Castro

    DC acredito que as regras foram bem claras e adequadas para o concurso. Também acredito no que o Fabio disse:

    “… É o mesmo do mundo real, muitos clientes não querem saber como, mas querem a primeira posição …”

    Não é roubar nada usar tecnicas Black Hat … seria apenas uma atitude digna de punição …

    se roubar fosse as mesma coisa de Black Hat o Google jamais “perdoaria” alguem que já fez qualquer uso destas técnicas … o que não é verdade pois o Google quase sempre assim que desfaz suas punições após a retirada de qualquer técnica BlackHat …
    (salvo as exceções de remoção do indice do Google que é um caso um pouco mais complexo)

    Eu sou totalmente a favor de técnicas White Hat e não uso Black porém temos que ter uma visão ampla do negocio e em uma disputa do mesmo modo que você pode usar de tecnicas “sujas” você também pode denunciar …

    Muitas pessoas aprenderam sim DC, sobre o algoritimo do Google, sobre como o mercado pode ser sujo e sobre como denunciar sites ao Google …

    Apoio a sugestão de concurso white hat …

    Só acredito que a uma controvérsia, se mostrar como o mundo real funciona o certo do concurso não seria analisar 1 semana de posicionamento ? ou numero de conversões ? ou numero visitas ?
    Um dia somente a primeira posição vai contra o conceito de mundo real …

    Responder
  13. Hildo Antônio

    Parabéns pelo site Agência Mestre, agora vai uma pergunta? vocês tem algum material impresso ou em vídeo, vídeo aula sobre SEO? Eu te conheci no podcast do Quanabara.inf.

    Responder
  14. Rafael Avelino

    Bela historia de vida no aprendizado de Seo já pode ir para o arquivo confidencial do Faustão!!rsrsrs
    Ainda estou a aproveitar pouco da assinatura bronze que ganhaei do escoladinheiro mais agora este texto só alimentou minha curiosidade em aprender pelo menos tecnicas básicas de seo.
    Abraço e por favor lançe logo o programa de afiliados da mestre seo!!please!!!

    Responder
  15. helen lagares

    Comigo foi assim, ouvi falar sobre SEO e comecei a pesquisar!

    O grande problema que ainda estou enfrentando e a falta de oportunidade para quem esta comecando e quer pegar experiencia!!!

    Mas e isso ai, correr atras e estudar!

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>