Black Hat SEO – Histórico e Informações

Desde que o Google chegou com seu PageRank para classificar resultados de pesquisa utilizando algoritmos ao invés de utilizar simplesmente a ordem alfabética, o SEO ganhou mais e mais importância para que websites consigam receber visitas originadas de search engines. Junto a cada técnica de SEO, surgia também o abuso desta técnica de SEO, levando ao nascimento do Black Hat SEO.

Black Hat SEO

Black Hat SEO é o termo utilizado para caracterizar técnicas de SEO consideradas “ilícitas” ou abusivas, ou seja, técnicas que aproveitam uma possível brecha nos algoritmos de classificação de resultados ou exageram o uso de alguma técnica White Hat SEO. Em oposição, o White Hat SEO é composto por técnicas de SEO consideradas válidas por search engines.

Uma curiosidade: O uso dos termos white hat (chapéu branco) e black hat (chapéu preto) deriva de filmes Western (Velho-Oeste), onde o mocinho do filme sempre usava um chapéu branco, e o vilão, um chapéu preto.

Histórico Black Hat

O termo black hat SEO começou a ficar popular em 2004, mas foi ao longo de 2006 que a busca por este tipo de informação realmente aumentou.

insights-black-hat

Outra curiosidade: no mundo todo, o local onde mais se busca por Black Hat SEO, é a Índia. Em um segundo lugar muito distante, aparece o Reino Unido, seguido de perto pelos EUA.

Técnicas de SEO Black Hat

Antes de partir para técnicas Black Hat, tenha em mente que a razão pela qual você deve conhecer estas técnicas é para que não as utilize por acidente, muito menos intencionalmente, pois, como mencionado anteriormente, elas são práticas não recomendadas por search engines.

Para cada técnica de White Hat SEO, quase sempre, existe uma versão black hat dela. As mais conhecidas são:

  • Keyword stuffing
  • Texto escondido
  • Links escondidos
  • Doorway pages
  • Cloaked pages
  • Link farming
  • Spam em comentários de blog
  • Comprar links
  • Troca de links

Keyword Stuffing

Eu já publiquei um artigo aqui na Agência Mestre sobre este tema: Keyword Stuffing vs. Density. Basicamente, keyword stuffing é o uso excessivo de keywords em seu conteúdo, ou seja, você faz uma página sobre notebook e escreve a palavra para todo lado. O título fica “Notebook, notebooks, venda notebook, notebook hp, …”; bem como toda porção da página fica com cara de spam de tanto que se repete a palavra.

Isso é um abuso de uma técnica white hat, ou seja, fazer com que sua keyword principal apareça pela página, mas sem abusar.

Texto Escondido

Texto escondido é justamente o que o nome diz: o webmaster procura uma maneira de esconder o texto da visão do visitante, seja por sobreposição de camadas (divs) através do uso de CSS ou simplesmente usando a propriedade display none, também do CSS, para que o texto não apareça.

O objetivo é esconder texto com alta densidade de keywords (texto utilizando a técnica de Keyword Stuffing) para que o visitante não veja o texto mal produzido, mas que a search engine encontre o texto e coloque o site algumas posições adiante, já que tem tantas menções de uma determinada keyword.

Mesmo que não seja utilizado keyword stuffing, se o texto for identificado como puramente para search engines e manipulação de seus rankings, a técnica é considerada black hat.

Links Escondidos

Para esconder links, as mesmas técnicas citadas anteriormente podem ser utilizadas, e o link fica escondido por CSS. Mas por que esconder um link? Como sabemos, os links carregam uma grande força para definir o rankeamento de sites em uma pesquisa.

Assim, implantar links escondidos em outros sites (seus próprios sites ou não), faz com que search engines encontrem links preparados especialmente para manipular os resultados, ou seja, com o texto âncora perfeito, mas que visitantes nem sabem que estão ali. A função destes links é puramente “passar PageRank.”

Doorway Pages

É muito provável que todos já tenham se deparado com uma doorway page em algum momento. São páginas feitas para tentar resolver uma falha do site final e funciona da seguinte maneira:

doorway-pages

O site é um site em imagem, flash ou simplesmente mal produzido em termos de SEO e, ao invés de se trabalhar em cima deste site, um novo domínio é comprado com as keywords no nome (www.keywordprincipalaqui.com.br) e este domínio, que na verdade vai ser uma única página – a Doorway Page, será super otimizado para esta keyword e contará com um conjunto de links otimizados para o site principal.

Cloaked Pages

Recentemente, o Heron publicou aqui na Agência Mestre um artigo excelente sobre cloaking, com aplicações práticas, versões white hat e versões black hat de se fazer cloaking.

A técnica consiste de mostrar conteúdos diferentes para diferentes tipos de usuários. Assim, ao receber uma visita, o visitante deve ser identificado como uma search engine ou não (procurando descobrir o IP ou User-agent) e, caso seja uma search engine, deve ser exibida uma página extremamente otimizada, rica em keywords e prontinha para ser classificada em primeiro.

cloaking

Mas, se o visitante não for uma search engine, então mostra-se uma página comum. Como isso visa exclusivamente obter rankings melhores nas buscas, isto é considerado uma técnica black hat SEO.

Link Farming

Link farming, ou Link Farm, também já foi discutido por aqui. De modo simples, um Link Farming pode ser implementado simplesmente fazendo diversas Doorway Pages, ou seja, cria-se diversos domínios super otimizados, com diversas keywords que o site principal precise, todos linkando para este site.

link-farming

O maior ponto falho desta técnica black hat, é que todo o tempo investido em todas esses outros domínios poderia ter sido investido diretamente no site principal, evitando, assim, uma técnica black hat e resultando em um site de mais qualidade. Mas de fato, vários links de conteúdos relacionados são conseguidos.

Spam em Blogs e Fóruns

Ainda seguindo a linha de ganho de links, utilizar scripts para postar automaticamente em fóruns e comentar em blogs foi muito usado antigamente como uma tática black hat para Link Building. Depois do surgimento do atributo nofollow, essa técnica de SEO black hat caiu em desuso, mas ainda acontece bastante.

Como normalmente um usuário de fórum pode fazer uma assinatura com links e postar links em seus comentários, isso foi uma forma fácil de se conseguir links. Funciona de modo análogo para blogs.

Dica especial: para escapar destas postagens automáticas de modo automático também, existe uma função em PHP que elimina a codificação HTML, é a função htmlspecialchars(). Ela transforma caracteres HTML em códigos de caracteres texto. Por exemplo, se o black hat enviar um link para http://www.blackhat.com.br/ com a âncora “black hat”, ou seja:

  • <a href=”http://www.blackhat.com.br/”>black hat</a>

Ao invés de aparecer o link:

Apareceria o código escrito por extenso:

  • <a href=”http://www.blackhat.com.br/”>black hat</a>

Sem o hiperlink entre as páginas.

Comprar Links

Uma estratégia de link building também considerada black hat é a compra de links, mas há uma ressalva, pois existe um caso em que a compra de links não é considerada black hat:

  • quando o link comprado recebe o atributo rel=”nofollow”

Pois assim, o webmaster indica para a search engine que não tem a intenção de manipular os rankings com o link vedido/comprado. E como as search engines identificam links comprados? Naturalmente, elas não revelam essa informação, pois se o fizessem, os black hats correriam atrás de contorná-la.

Troca de Links

A troca de links é uma prática considerada black hat também por search engines. Consiste simplesmente de encontrar outros sites e blogs dispostos a trocar links com o seu próprio website. Assim, todos ganham links e, possivelmente, rankings.

Pois é, o Darth Vader está certo, existem certas vantagens em se juntar ao lado negro da força. Métodos fáceis e rápidos de se ganhar links, de popular as páginas do site com keywords, oferecer à search engine conteúdo extremamente otimizado, enquanto os visitantes recebem uma versão mais amigável. Vamos todos virar black hats então? Não!

Por que não aplicar Black Hat SEO?

O que o Darth Vader “esqueceu” de te avisar é que toda técnica de SEO Black Hat é passível de punição nos resultados de pesquisa. Cada uma delas. Haja visto o caso do site alemão da BMW que foi punido, anos atrás, por utilizar cloaking em sua página inicial, que mostrava uma página amigável para pessoas e outra extremamente rica em keywords (keyword stuffing) para search engines.

Em um caso mais recente, o Google do Japão foi punido por compra de links. Em uma estratégia de uma empresa de marketing contratada pelo próprio Google Japão, alguns links foram comprados para promover o buscador por lá, e o resultado foi a punição do Google Japão. Se você disser que este é um caso suspeito, eu até concordo, mas, acredite, não é bom arriscar.

Links e texto escondido são as técnicas black hat mais fracas. Basta uma simples análise do CSS e elas já são identificadas. Doorway pages, link farming, troca de links também não são tão complicadas de se detectar. Pode até ficar complicado, mas acabam podendo ser identificadas.

Spam em comentários de blogs e fóruns também são fáceis de se filtrar, especialmente porque partem do mesmo princípio de se bloquear spam por email – uma lista de nomes que tipicamente faz spam. No caso de emails, uma lista de emails, no caso de sites, uma lista de sites que tipicamente atacam fóruns e blogs em busca de links.

E para que você não fique especulando sobre a possibilidade de usar uma ou outra técnica black hat, veja o que acontece com o tráfego do site quando uma punição é aplicada:

90percent-drop

Encara sofrer uma perda de 90% das visitas do site? Até a próxima!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

102 Comentários para “Black Hat SEO – Histórico e Informações”

  1. Alexandre Brendim

    Nunca curti usar esse tipo de estratégia, mesmo antes de começar a aprender sobre SEO…é bem aprecido com o DIck Vigarista….que passava todo mundo para depois tentar trapacear para ganhar a corrida…o lance é investir no que é certo, que o resultado aparece…

    Responder
    • Lucas Leonardo

      Sei que no Agência Mestre Você utilizão rel=”nofollow”, mais de qualquer forma eu pergunto, seria errado eu postar um comentario no site de vocês ou em qualquer outro site que não uze rel=”nofollow”?

      Responder
  2. Frank Marcel

    Usar Black Hat SEO é muito arriscado. Embora você possa ter um resultado imediato positivo, quando vem a punição, tem-se um problemão…

    Responder
  3. Janio

    Há formas de black hat aqui que eu ainda não conhecia.

    Levando-se em consideração que os pings são tolerados pela Google, não custa nada se informar antes de usar estas técnicas de building.

    Receber refencias, trackbaks, são a glória para qualquer blogueiro, infelizmente, é só para quem pode, iniciantes, inevitavelmente, caem na armadilha.

    Responder
  4. Frank Marcel

    É Janio, SEO é um trabalho de paciência e perseverança muitas vezes.

    Com um trabalho de qualidade, os links e trackbacks chegam. É manter isso em mente e não cair na tentação do black hat! =)

    Responder
  5. Lelis Junior

    Frank, muito bom este seu post. É sempre bom deixar claro para as pessoas o que é Blach hat, assim depois ninguem vai poder dizer, ah eu não sabia.
    E convenhamos, quem pratica black hat, prejudica muito quem trabalha de forma correta.
    Mais uma vez, parabens.

    Responder
  6. Tico Esteves

    Olá Frank, tudo bem?

    Bom, fora os links e textos escondidos e os famigerados spans, essas outras técnicas eu não conhecia e confesso que fiquei bastante surpreso (aprendendo)!

    Geralmente quando entro em um blog que me aparece em primeiro lugar no google gosto de dar uma olhada no código para ver o que tem de “diferente” e costumo vez ou outra encontrar um texto/link escondido. É até divertido procurar, mas não acredito que seja válido. A dor de cabeça que virá mais tarde não compensa! ;)

    Um abraço e grato por mais essa aula!

    Via: Master New Media

    Responder
  7. Diogenes Passos

    Olá Frank.

    Esses dias eu discutia com o @fabioricotta o bom trabalho que o @Mestreseo faz em divulgar informações a respeito de Black Hat também. Acho que isso enriquece a cultura de SEO.

    Eu particularmente sou extremamente contra. Gosto do trabalho planejado e da justa competição. E, sinceramente, apesar de não pretender ficar de vigia, todo e qualquer tipo de Black Hat que eu perceber, terei prazer em denunciar.

    Abraço.
    @diogenespassos

    Responder
  8. mlemos

    Nem toda punição leva a perda de visitantes vindos das buscas do Google.

    Conheço inúmeros sites de tópicos relacionados que durante anos trocaram links e recentemente foram punidos baixando vários pontos no page rank da home page e página principal.

    No entanto, o tráfego vindo de buscas não foi afetado. Talvez isso tenha a ver com o fato de grande parte desses sites colocarem grande número de anúncios com AdSense. Afetar o tráfego das buscas desses sites seria um tiro do Google no próprio pé, que assim também faturaria menos de receita de AdSense desses sites.

    Responder
  9. Frank Marcel

    Olá mlemos. Bom, acho que vale a pena lembrar que PageRank diminuindo não é sinal de punição. Perder PageRank não significa que o site foi punido.

    O efeito principal da punição é justamente a perda de visitas orgânicas, afinal, a punição caracteriza-se por aplicar um fator “-30” (ou -40, ou -50, …) nas posições do site.

    Um site que era primeiro em um termo de busca, vai para 31. É impossível isso não impactar em visitas vindas de busca orgânica.

    Acho que os sites que você acompanhou somente perderam PageRank e nada mais.

    Um abraço!

    Responder
  10. mlemos

    Frank, como mencionei os vários sites que consultei perderam page rank na home page, tipicamente de 6 para 4. Isso afetou todas as páginas internas mas o tráfego das buscas não foi afetado de forma notável.

    Porém ocorria troca de links entre esses sites desde há muitos anos e nenhum usava nofollow.

    Alguns desses sites talvez vendessem links na home page, não tenho a certeza. Mas nem todos o faziam. Porém o Google rebaixou o Page rank de todos, talvez com a intenção de fazer desistir da venda de links sem prejudicar o tráfego das buscas, dado que se o fizesse também cairia a receita de AdSense e seria um tiro no próprio pé (do Google).

    Responder
  11. mlemos

    Diogenes, recomendo cautela quem você denuncia e como denuncia. O Google encoraja os donos de sites a usarem o Webmaster tools para fazer uma denúncia autenticada práticas de black hat.

    Porém circula um rumor que quando algum dono de site faz uma denúncia, o Google vai pôr um funcionário a auditar os sites do denunciante, em vez dos denunciados.

    Não tem como provar que realmente é isso que acontece, mas parece que vale aquele provérbio que diz para você não jogar pedras quando você pode ter telhados de vidro.

    Quero dizer, assegure-se que você tem a certeza que não está descumprindo nenhuma regra do Google antes de fazer denúncias autenticadas, nem mesmo aquela troca básica de links e banners diretos que muitos fazem com sites parceiros.

    Responder
  12. Frank Marcel

    @mlemos: o que você está relatando é que o Google aprendeu que os links trocados não são válidos e desvalorizou (reduzindo o PR do site); ou o site não se manteve bem e, se antes eram necessários 1000 links para ter PR6, agora são necessários 10.000 e o site tem 1100, ficando com PR4.
    A queda da home para PR4, faz com que a home tenha menos PR pra passar para suas páginas internas, portanto, elas também vão perder PR. Não precisa ser uma punição.

    Responder
  13. alexis

    http://www.hoteis-pousadas.com.br

    Esse site sobrevive de um imenso link farm, keyword stuffing, links camuflados, compra de domínios expirados.

    E veja os rankings que o site tem.

    Muitas das técnicas que a Google aplica para os resultados em google.com não se aplicam a google.com.br

    Responder
  14. mlemos

    Frank, depende do que você considera punição.

    Quando as home pages de vários sites baixam 2 pontos no page rank ao mesmo tempo de um momento para outro, depois de mais de 6 anos trocando links, isso sugere que um funcionário do Google foi lá baixar manualmente o page rank.

    Quanto a mim punição existe quando um funcionário do Google rebaixa o page rank deliberadamente.

    Isso não significa que a perda de page rank cause redução de visitas trazidas pelas buscas no Google. Faz tempo que o page rank deixou de ser o fator decisivo.

    A intenção do Google pode ser meramente desvalorizar links pagos que possam ser colocados nesses sites aos olhos de potenciais compradores, sem prejudicar a receita de AdSense.

    Responder
  15. Frank Marcel

    @alexis: é verdade. em alguns pontos dá pra notar que o google.com.br é defasado em relação ao google.com. Mas você pode denunciar o site, se quiser.

    @mlemos: na verdade existem 2 tipos de aplicação de punição: a manual, que é esta que você está considerando, e a automática – feita por algoritmo, ou seja, não necessita que uma pessoa revise o site.

    A manual não acontece “deliberadamente” – punições manuais (e também automáticas) acontecem quando o site quebra as guidelines do Google.

    Eu conheço um caso de site punido que não perdeu PageRank. Portanto:
    1. Tanto a perda de PageRank não implica que o site foi punido;
    2. Quanto a aplicação de uma punição em um site não implica em perda de PageRank para o site.

    Eu não estou comentando em cima do que eu considero punição, mas em cima do que o Google explica aos webmasters e em cima de situações que presenciei.

    Recomendo que você procure mais a respeito de punições, black hat e sobre as diretrizes do Google. Aqui na Agência Mestre, e outras fontes, existem informações a respeito! =)

    Responder
  16. mlemos

    Frank, eu não considero atualizações do algoritmo de page rank do Google como punições porque o algoritmo aplica as mesmas regras a sites em iguais circunstâncias.

    O que lhe estou dizendo é que sei de sites que tiveram perda de page rank significativa enquanto outros nas mesmas circunstâncias não foram afetados.

    Sejamos realistas, há coisas que o Google não tem como saber ao certo se os sites estão quebrando as regras deles. Por exemplo sites de tópicos relacionados que estão trocando links diretos sem nofollow, estão a fazer isso só para passar page rank para os outros ou para recomendar os sites nos links aos usuários dos sites?

    Não tem como eles saberem ao certo a menos que alguém dos sites vaze essa informação, talvez por denúncia, mas isso não é coisa determinada automaticamente pelo algoritmo do software do Google. Alguém do Google tem de verificar o que aconteceu e se for o caso punir manualmente.

    Por isso acredito que a punição manual existe porque o sistema do Google por si só não descobre todos os truques.

    Isso se confirma pelo caso mencionado por alexis. Se esse site está fazendo algo de errado e não foi punido, é porque os algoritmos do Google ainda não são capazes de descobrir isso e esse site ainda não foi denunciado ou o pessoal do Google ainda não processou uma eventual denúncia.

    Só mais um comentário à parte, se esse site não está cumprindo regras mas está prejudicando outros legitimos que têm anúncios no AdSense, os donos dos sites lesados podem fazer uma denúncia ao pessoal do AdSense e eles cancelam a conta de AdSense do site transgressor. Um site MFA (Made for AdSense) com conta AdSense cancelada não tarda muito é fechado pelo dono.

    Responder
  17. Frank Marcel

    Pois é. Como eu disse, existe a punição manual e a punição automática.

    É claro que o Google não revela seus métodos para detectar, ou todos se concentrariam em burlar o algoritmo de detecção.

    Se você pensar que o Google já encontrou mais de 1 trilhão de páginas, uma falha ou outra é até aceitável.

    O fato é que o crime não compensa!

    Responder
  18. Evandro C. Pavanete

    Eu penso que pessoas que praticam Black hat SEO querem aparecer bem nas buscas apenas com o próposito de ganharem dinheiro com publicidade em seus respectivos sites enchendo-os com anúncios e deixando o conteúdo de lado por isso querem atrair visitantes a qualquer custo. Porém nem sempre os fins justificam os meios e em algum momento toda a falcatrua acaba sendo descoberta.

    Eu acredito que o Google deve ter contribuido para isso com o Adsense, pois muitas pessoas viram uma forma de ganhar dinheiro fácil com seus sites e trataram de descobrir formas ilícitas de conseguir audiência.

    Responder
  19. Fábio

    @alexis: já denunciou o hoteis-pousadas.com.br?
    Se não eu faço, já faz tempo que este site ta me pertubando pois sou do mesmo ramo…
    E realmente ta cheio de Black Hat enquanto nos fizemos realmente um bom trabalho SEO e ficamos pra traz dele! Dá raiva!

    Responder
  20. ilhacarioca

    O uso de auto surf também é considerado Black Hat ou é aconselhável?

    Responder
    • Frank Marcel

      Autosurf só vai iludir o dono do site. Quantidade de visitas nem é considerado fator de rankeamento, não chega a ser relevante.

      Responder
      • ilhacarioca

        Então por que será que meu site não sobe no google com a palavra chave “ilha do governador”?

        Qualquer coisa que digito tipo “escolas particulares ilha do governador” o meu site aparece na primeira pagina.

        Já coloquei o “Ilha do governador” no titulo, na descrição, nas palavras chaves, no conteúdo da página, etc. Meu site tem 8 meses e só aparece lá pelas 12 e 13 páginas.

        Será que é por que a página está em html e ela é atualizada diariamente? Ou não tem nada a ver. Será que é alguma penalização?

        Desculpa o incomodo.

        Responder
        • Frank Marcel

          Na verdade, atualização frequente é algo muito positivo a se fazer pelo site. Código em HTML puro também tende a facilitar a vida dos robôs de busca.

          Pode ser penalização, sim.

          Responder
  21. ilhacarioca

    Incomodando mais uma vez. Retirei a dois dias o autosurf. O código abaixo será que tem algo errado???

    Ilha Carioca – Ilha do Governador | Rio de Janeiro, RJ

    Responder
  22. estenio

    Quando temos por exemplo alguma keyword que é importante(como o logo do site) mas que por motivo de design não deu para fazer com texto, se eu usar o text-indent é considerado black-hat?

    Responder
    • Frank Marcel

      Depende, estenio. Isso que você está sugerindo é conhecido como image replacemente. É uma técnica válida se usada corretamente.

      Para substituir um texto por uma imagem com texto, é imprescindível que o texto na imagem seja idêntico ao texto substituído. Assim você anula problemas.

      Responder
      • Fabio

        Caro Frank, um botao usando css sprite, mas com um texto fixo, apenas trocando de cor para acompanhar o hover do botao, é permitido ?

        Responder
  23. Rodrigo Guedes Barboza

    Troca de links é Black Hat?!? Eu estava usando um baita de um “sombrero” preto (aqueles chapelões mexicanos) e nem sabia!

    Mas e se, por exemplo, eu trocar links com apenas um punhado de amigos. Ainda é Black Hat. Preciso saber porque não quero persistir no “Lado Negro da Força”.

    Caramba, tanto esforço para criar um conteúdo de qualidade e acabar recebendo punição por algo que eu nem sabia que era errado…

    Responder
  24. Rodrigo Guedes Barboza

    Não tinha lido ainda, Frank. Agora entendi. Ainda bem que a grande maioria dos meus links não são recíprocos: só coloquei no site por achar interessantes. De um total de cerca de 60 links acho que só uns 10 devem ser recíprocos. Obrigado pela dica!

    Responder
  25. Lucas

    Muito boas suas dicas, muitas nem sabia que poderiam prejudicar como comentar em blogs, ou parceria de links, claro sem exageros. Pois muitos blogs de humor pr 2,3,4,5 trocam muitos links.
    Valeu pelas dicas

    Responder
    • Frank Marcel

      Pois é, Lucas, essa troca de links é arriscada. Conhecemos diversos casos de blogs que foram penalizados por isso.

      Obrigado pelo comentário!

      Responder
  26. Brindes

    ops… la vai eu ser penalizado..rs
    sou iniciante na pratica de SEO..
    e estou tentando otimizar meu site para a ppalavra brindes.. nisso estou estudando todos os meus concorrentes.. e vim parar aqui por que um deles esato com link.. aqui.. e aproveitei para ler sobre o blackhat.. e infelizmente existes umas praticas que eu considerava normal… mas, vivendo e aprendendo…

    vlw…

    Responder
  27. Marcos

    Olá Frank… Parabéns pelo post, ele é incrível!
    Gostaria de fazer uma perguntinha. Trocar muito de hospedagem pode prejudicar alguma coisa?
    E sobre links escondidos, o que acontece se algum concorrente fizer isso contra você, ou seja, o concorrente cria um site qualquer e coloca um link escondido com a url do seu site. Como você conseguirá descobrir isso, e principalmente, como o Google saberá que não foi você que fez isso?

    Responder
    • Frank Marcel

      Marcos, poder pode. É importante não deixar o site fora do ar em nenhum momento, nem com uma página de “site em construção” ou qualquer coisa do tipo.

      De modo geral, se a mudança de servidor for imperceptível pra usuário, então você praticamente não corre risco de perdas.

      Analisando backlinks para o seu site você consegue descobrir quais páginas tem links para o seu site. Você pode fazer isso com ferramentas como o Yahoo Site Explorer, Open Site Explorer ou, o mais interessante, a lista de backlinks que você encontra dentro do Google Webmasters Tools.

      O Google vai analisar diversos fatores e decidir se foi proposital ou não. Infelizmente, podem ocorrer falsos positivos, ou seja, você ser prejudicado sem ser culpado.

      Responder
      • Marcos

        Mas então Frank… eu te fiz essa porque meu site, que até então aparecia em 1º lugar com uma determinada palavra chave, desapareceu do mapa, e nem se encontra mais nas pesquisas (nem na ultima posição). Cheguei a imaginar que poderia ter sido algum concorrente querendo me prejudicar, e me veio aquilo que te questionei sobre links escondidos, pois não poderia ser outra coisa já que sigo a risca o conselhos de vocês a muito tempo, ficando longe dessas práticas Black Hat.
        Após isso entrei no Google Webmasters Tools para tentar entender o que pode ter acontecido, e lá notei o erro 404 para todas as páginas do meu site, daí cheguei a conclusão que isso pode ter acontecido devido a minha troca de servidor, que por uma sacanagem que fizeram comigo no antigo servidor, fui obrigado a migrar para outro, só que por mais rápido que fui, acabei ficando o final de semana que passou todo fora do ar. O meu maior medo era que acontecesse isso que aconteceu, mas domingo a noite quando foi liberada a hospedagem e pude por o site novamente no ar, ele ainda estava na 1ª colocação, então eu relaxei. Somente ontem meu site desapareceu das pesquisas, e como disse acima, ele não aparece mais nem na última colocação, o que na minha opinião descarta aquela minha teoria da conspiração de algum Black Hat inimigo.

        Enfim… me desculpe por estender tanto, mas se não for pedir demais, gostaria de saber a sua opinião sobre isso que te contei, ou seja, saber se foi isso mesmo que aconteceu. E saber tambem o que posso fazer para adiantar o meu retorno as pesquisas, se irá demorar muito, e principalmente, se voltarei a 1ª posição novamente após o retorno.

        Responder
        • Frank Marcel

          Marcos, fazendo o mesmo trabalho que você fazia antes você consegue recuperar o seu site ao longo do tempo.

          Se você não mudou nome de domínio, nem URLs, reenvie o sitemap.xml ao Google Webmasters Tools (aproveite para enviar ao Bing Webmaster Center e Yahoo Site Explorer também) e ganhe novos links para o site, produza novos conteúdos, etc.

          Se mudou domínio ou URL, providencie os respectivos redirecionamentos (código 301) e continue ganhando links e atualizando o conteúdo.

          Responder
  28. Cristiano

    Interessante esse site, estou tentando implementar algumas regras de SEO com o Joomla e está sendo muito útil o site.

    Responder
  29. rogerio

    Que bobeira! Todo mundo usa Black Seo. Isso é conversa de hipócrita!!!! Quem conhece SEO usa Black hat seo! Eu conheço vários jeitos de usar black Seo sem ser penalizado pelo google. Search Engine Optmization quer dizer: como burlar o google sem ele perceber! KKKKKKKKK! Gente parece que vocês estão começando na Web!!!

    Responder
  30. ROGERIO

    SPAm quer dizer: Um tipo de sausicha que alguns bêbados pediam quando chegavam em um pub! Eles pediam SPAM,SPAM !
    Black hat seo: Todo mundo usa: quer um exemplo bem simples de como usar Black Hat SEo. Respondam pra mim quantas vezes a palvra SEO foi escrita nesse blog e no site inteiro do MestreSeo?
    Se você responder bastante então é Black Seo! O site MestreSeo usa black seo! Gostaram! Eu to rindo até agora!!!
    Fazer SEO é o mesmo que um maconheiro dizer que ele usa maconha pra curar depressão! KKKKKKK
    Acho que black seo não difere em nada de SEO continua um jeito de burlar os buscadores como Google e Yahoo. O google nem tá interessado em punir pessoas que usam black Seo.

    Responder
  31. ROGERIO

    O Problema são as empresas e webmasters que enriquecem usando as ferramentas SEO tentando minimizar o sucesso de quem não tem dinheiro pra investir grana pra fazerem seus sites se destacarem dos demais. Hoje quem manda na internet são os grandes portais. Que investem muita grana pra manter a bolha bem grande. Podem perceber que eles usam a publicidade pra sobreviver no mercado e se aparecem uns gatos pingados eles tentam impedir falando que eles usam SPAM! Então eles fizeram essa campanha antispam pra queimar os pequenos publicitários. Eu sabia que um dia alguém ia dizer que usar black seo é ilegal. É sempre assim, tudo que ganha se ganha dinheiro fácil vira ilegal.

    Responder
  32. ROGERIO

    Não quero aqui falar pra usarem Black Seo eu acho que o que eu quero dizer que não é crime usar Black Seo! Crime é uma palavra muito feia de ser usada. E outra coisa o google não pune black seo ele pune sites com o mesmo conteúdo. Isso eu comprovo! Agora os que são punidos por usarem black seo são cara de paus!! Eles usarm na cara dura! Eu até uso mas de leve pra não machucar!

    Responder
  33. Marco

    Particulamente eu tô puto com o Google! Tenho um site que aparecia na primeira posição em uma determinada palavra-chave, e com motivo, pois meu site tem um excelente conteúdo, mas depois dessa ultima mudança do Google (essa do visual), nada mais faz sentido. Meu site caiu pra segunda página, ficando atrás de uma monte de site sem conteúdo e cheios de Black Hat. Mandei vários spam reports para o Google, e nada. Sigo todas as regras SEO, mas nada faz meu site voltar pra primeira página novamente. Tenho percebido que os sites que agora estão na minha frente são sites de somente duas pessoas diferentes que fizeram vários sites sem conteúdo linkando uns aos outros com a palavra-chave em especifico como âncora, e agora estão se dando bem. Isso é um absurdo… e uma grande injustiça! Estou começando achar que a chave do sucesso é fazer vários sites semi-vazios e linkar uns aos outros. Moral da estória: Que se dane conteúdo, o negócio é pagerank.

    Responder
  34. Cesar

    Concordo com o Rogerio, todo SEO é para enganar o mecanismo de busca, veja o exemplo: se alguem tem um site com um conteúdo rico, como de alguns blogs amadores que conheço, mas não é especialista em html ou SEO ou etc e deixo de colocar as tags “adequadas” dificilmente aparecerei na primeira página. Outro com conteúdo bem mais pobre (em alguns casos até mesmo sem conteúdo, ou no qual o conteúdo é um texto jaba para vender alguma coisa) faz tudo “bonitinho”, usando tags, densidade de keyword, usa linkagens e âncoras adequadas acaba aparecendo na primeira página. Ora, se os mecanismos de busca dizem que o conteúdo é o rei, onde está a justiça em fatos como este? E não se trata de um caso isolado, isso é muito comum.

    Ai o povo vem com a conversa …a mas se ele tem conteudo … daqui a alguns anos terá milhares de links naturais apontando pra ele… pode até ser verdade, mas com tanto conteúdo produzido ao longo dos anos pode ser que nosso amigo amador não tenha tido como pagar a conta do provedor …. a.. mas ai tem uma solução, colocar um adsense báisco heheheh, ou transportar o conteúdo gratuitamente para o blogspot. Enquanto isso os mocinhos white hat estarão gastando uns dolares em aruba.

    Pra mim o que os mecanismos de busca querem páginas com tags e densidades de palavras bem formatadas para que a eficiencia de programas como adword seja maior, para que tenham maior afinidade conteudo x publicidade.

    Já que o conteúdo é o rei é bom para o SEO fazer uma área de comentários no rodapé da página para que terceiros insuflem o conteúdo da página com um monte de palavras relevantes, ai da para conseguir posições cada vez melhores. Ah enriquecer a página com conteúdo verdadeiro que contenha as palavras chave é white hat heheheh.

    Responder
    • Rogerio

      Você falou tudo.Se você usa keyword stuffing( enchendo uma páginas com as palavras chaves ou encher a pagina com as palavras “SEO”, por exemplo), você está fazendo black hat seo, usar SEO é fazer black hat SEO!
      Por que você usa um jeito de burlar o sistema de busca! Burlar sempre vai ser feio! Se o sistema diz para você não fazer isso é por que é bom pra você e mau pra quem usa com frequência! Isso é só um jeito de ver as coisas.
      White hat Seo sempre vai ser o bonzinho com cara de mau!!

      Responder
  35. Micael Delgado

    E ainda tem gente que acha que vale a pena o Black Hat. O prejuizo depois é imenso, refazer todo trabalho, não é fácil, e não vale a pena.

    Responder
  36. Frank Marcel

    Marco, Cesar e Rogerio: é claro que não é a intenção do Google priorizar conteúdo de baixa qualidade, porém é tudo feito automaticamente e não é simples determinar relevância. O algoritmo do Google trata cerca de 200 fatores para finalmente mostrar um conjunto de resultados para o usuário que realiza uma pesquisa.

    Assim, passa a ser muito interessante levantar o máximo de sinais para o Google de que o seu site tem conteúdo de qualidade. Algo que esbarra no “Propaganda é a alma do negócio.” – O Google não vai usar o seu site pra saber se é bom ou não. Vai pela “propaganda” que é feita dele – e você deve ser ativo na divulgação do seu site.

    Seja no Google, ou em um negócio qualquer, sentar, cruzar os braços e ficar esperando aparecer visita, cliente, etc., não é a melhor alternativa.

    Responder
  37. Thomaz

    Spam em Blogs e Fóruns

    Uma maneira mais fácil de escapar é simplesmente tirar a opção de url.

    Claro, se elas não estiverem agregando valor.

    Falou.

    Responder
  38. Carlos

    Olá, Frank.

    Sou um blogueiro amador. Tenho um fotoblog que registra o cotidiano da minha cidade.

    Uso tags para identificar as avenidas, ruas e bairros. Uso desta forma porque é comum um mesmo nome ser usado para identificar uma praça, rua/avenida e bairro.

    Já fiz várias postagens sobre uma mesma avenida, mas apresentando um olhar diferente (fotos à noite, de dia, com chuva, um acidente de trânsito, essas coisas).

    A tag ‘rua’ responde por 4,2% das tags.
    A tag ‘avenida’ responde por 2,52% das tags.
    A tag ‘bairro’ responde por 2,41%.

    Isso caracteriza Black Hat? O problema é que minhas postagens não são muito criativas pela própria proposta do blog de retratar o cotidiano da cidade. A essência do blog são as fotos. Estas nunca se repetem, mas por melhor que seja a descrição da imagem, não há como fugir de certos verbetes.

    PageRank do blog no Google: 0
    PageRank do blog no Alexa: 3,735,538

    Usei o Google Webmasters Tools e vi que possuo 8223 links para o meu blog. Vi que há uns 300 links de um blog de um jornal que eu não conhecia. Quando clico em um dos links vejo a página. Procuro o meu link e não acho. Nunca fiz comentário no site deste jornal. Isso caracteriza um link escondido?

    Fiz troca de links com 14 blogs. Não sabia que era uma prática de Black Hat (sinceramente, nem conhecia este termo). Como posso inserir nofollow no blogroll?

    Muito grato pela atenção. Parabéns pelo post.

    Responder
    • Frank Marcel

      Carlos, a princípio as tags não são black hat não. Não entendi o que você quis expor com os percentuais e discordo de você em dizer que a proposta do blog é um bloqueio para a criatividade. Acho que é possível muita produção de conteúdo único e diferenciado.

      Quanto aos links, precisaria ver mais de perto mesmo. Pode ser que o link esteja por lá e você não tenha encontrado; pode ser que o link tenha sido removido; pode ser que esteja escondido mesmo. Difícil afirmar.

      Troca de links pode ser um problema, mas não é obrigatoriamente um problema. Minha recomendação é que seja evitada mesmo. E nofollow no blogroll depende do seu blog: se for WordPress, procure um plugin; se for Blogspot, acho que não será possível, mas é necessário pesquisar também; outras plataformas, também será necessário pesquisar.

      Abs,

      Responder
    • Frank Marcel

      Arthur, a princípio isso não gera problemas não, mas você precisa analisar o diretório em mais detalhes.

      Se os backlinks dele são comprados ou de má qualidade, isso pode afetar o seu próprio site. Outro ponto é que as Search Engines tentam já cortar o valor desses links por antecipação. Pode ser que esses links nem façam diferença para você.

      Mas o importante é analisar o diretório e seus backlinks.

      Abs,

      Responder
  39. Suzana

    Alguns sites usam uma técnica muito chata para os visitantes, que são aquelas páginas de outros sites que abrem do nada, principalmente quando você clica em algum link ou com o botão esquerdo do mouse no corpo do site por exemplo. Alguns tambem possuem uma espécie de pop-up que insiste em ficar te seguindo, e quando clicado para fechar, abre mais uma nova página de outro site diferente. Com base nisso, gostaria de saber se essas são técnicas black hat, e se for mesmo, como a denominamos?

    Responder
    • Frank Marcel

      Bom, isso é falta de usabilidade mesmo. Da maneira como você descreveu, isso não implica em quebra de nenhuma guideline do Google para caracterizar Black Hat. Mas quebra a “filosofia” geral do Google, que é priorizar a experiência do usuário dentro do site, que no caso que você descreveu, é bem ruim.

      Fora isso, nada de mais em relação a SEO.

      Responder
    • Frank Marcel

      Depende de como for usada. É muito importante que o texto escrito e o texto da imagem sejam idênticos para minimizar ao máximo qualquer tipo de problema que isso possa trazer.

      Basicamente, o problema acontece quando os textos são diferentes.

      Responder
      • Leo Marco

        Muito obrigado pela resposta. E só para encerrar, na sua opinião, mesmo colocando o texto idêntico ao da imagem, isso vale o risco? Ou seja, você pode conseguir algumas posições somente dando essa forçada?

        Responder
  40. Jefferson

    E o adsense? Ele usa rel=”nofollow” :-P

    Procurei e não achei…

    Através deste comentário não estou querendo colocar em dúvida a questão ética que todos nós devemos ter, mas a Google tem ética? Ou ela abusa do poder de ser o maior site de busca do mundo? Precisamos de um advogado aqui, pois acho que ninguém melhor do que EU para definir o que é relacionado ao meu site e o que não é. Não concordam?

    Responder
    • Frank Marcel

      É… essa é uma discussão bem longa. O Google identifica a maioria dos programas de afiliados, incluindo o seu próprio, e esses links nem entram na conta. Procure exibir anúncios no AdSense para conteúdo e veja se seus rankings sobem. Ou qualquer outro programa de afiliadas.

      Acho que o Google precisa da posição de decidir o que se relaciona com qual site pois contar com a indicação do webmaster acabaria levando o Google a vários erros por culpa de terceiros que resolveram não ser lá muito precisos na hora de decidir o que é relacionado ao próprio site. Haja visto este artigo, que trata justamente dos abusos que webmasters podem executar para obter benefícios em rankings de uma maneira não muito natural.

      Não descarto a validade de o Google ouvir os webmasters, mas a decisão final deve ser dele mesmo baseado em muitos mais critérios do que a simples indicação de uma pessoa sobre o seu site.

      Responder
  41. Marcelo Mello Ramos

    Acho que a otimização no Brasil ainda está longe de ser a desejada, em outros países existem concursos para ver quem chega ao topo com determinadas palavras chave. Aqui, temos de forma mínima e marginalizada. decidi escrever um pouco sobre otimização para ver se consigo impulsionar esta discussão por aqui, sites como o seu devem promover este tema, pois só assim chegaremos á excelência.

    Responder
  42. Thomas

    Muti bom, Agência Mestre com dicas inovadoras !
    Gostei do artigo e do blog, vou ver se essas dicas melhoram os resultados de minha revenda windows.
    Obrigado.

    Responder
  43. @narinz

    Uma dúvida, eu como freelance ponho sempre um crédito nos sites do meus clientes pro meu, isso é considerado black hat SEO?

    Responder
    • Frank Marcel

      Alguns detalhes ausentes na sua descrição impedem a decisão sobre ser black hat ou não.

      Tipicamente, se você utilizar uma keyword nesse crédito, aí você pode ter problema. Por exemplo, se a Agência Mestre assinasse o site de todos clientes com “Otimização de Sites” sendo um link para o site da Agência Mestre, isso poderia resultar em problema (nem sempre, mas é o resultado esperado).

      Por outro lado, se o crédito vai em uma imagem (logo) ou no nome da empresa, então é muito pouco provável que você tenha problema. Por exemplo, se a Agência Mestre assinasse todo trabalho com clientes utilizando “Agência Mestre” como link para o site, dificilmente isso resultaria em problemas.

      Esses são os resultados esperados, mas o Google é um sistema bem complexo e pode apresentar variações estranhas em relação ao caso geral.

      Se você quiser um pouco mais sobre essa discussão, veja o artigo:
      Problemas e Soluções em Assinar um Trabalho de Website de Clientes

      Responder
  44. SEO POA

    Ainda existem uns loucos que trabalham com cloaking… E não são pequenos. Eu achava que este tipo de Black Hat morreu há anos. Pelo menos depois do escanadalo da BMW na alemanha.

    Responder
  45. William

    Administro um site que caiu da quarta para a sétima página do Google da noite para o dia com uma determinada keyword. Será que exagerei no SEO e o site sofreu alguma punição? O que pode ter ocorrido?

    Um abraço.

    Responder
    • Frank Marcel

      William, caiu:
      (1) da quarta página para a sétima página; ou
      (2) da quarta posição (primeira página) para a sétima página?

      Se foi o caso 1, não acredito em punição não.
      Se foi o caso 2, pode ser uma punição, sim.

      Se a gente for colocar o preto no branco, no fim prático das coisas mesmo, SEO não causa punição. O que causa punição é black hat, webspam. Então, se você fez SEO, o site não cai. Se você fez spam/black hat, sim, o site pode cair.

      Responder
  46. giovannimiconi

    Meu site sumiu do google, a única coisa que possa ter ocasionado isso é text-indent negativo, já tirei o text-indent do site, e ainda não foi indexado, o que devo fazer para meu site voltar a aparecer no google?

    Abraço

    Responder
  47. Alexandre

    Oi, com apenas um mês e meio de blog, tudo estava ocorrendo bem (enxergava uma boa evolução na otimização do meu blog) quando, de repente, de 20 a 30 pessoas que me encontravam no google, esse numero caiu para zero!

    Veja as coisas que fiz e que podem ter contribuido para isso:

    1-) Nao havia redirecionado o www (site do tipo site.com.br e com o www apareciam, o que, pelo que fiquei sabendo, consiste em duplicação de conteudo);

    2-) Eu mandava (e ainda mando), diariamente, 1 link (o mesmo) para uns 10 agregadores de links (que me enviam visitas de má qualidade);

    3-) em apenas um dia, eu mudei 2 vezes o endereço url das tags (era site.com.br/tag/meu-post.html, troquei a palavra tag por outra, depois troquei a outra por mais outra, mudando completamente todos os links relacionados à tag);

    Será que as 3 ações foram responsaveis pela queda do meu site no buscador?

    obs: quando digito o titulo dos posts, eles aparecem no google. meu problema é que as palavras-chave despencaram no buscador.

    obrigado!

    Responder
    • Frank Marcel

      Alexandre, essas 3 alterações, especialmente as 2 últimas tem grandes chances de terem contribuído para a queda sim.
      Vale a pena fazer a revisão do site.

      Já que você recebe visitas de má qualidade dos agregadores, vale parar de usá-los. E dessa troca de URLs, vale validar os respectivos redirecionamentos (você fez redirecionamento de URLs antigas para novas, certo?)

      Responder
      • Alexandre

        Valeu, Frank. Era como eu suspeitava.

        Eu fiz um redirecionamento de todas essas páginas antigas para a página principal do site (home), porque senão ia dar muito trabalho redirecionar cada uma delas para a página específica atualizada.

        Responder
        • Frank Marcel

          Ah, então a falha está nos redirecionamentos. Vale o trabalho fazer redirecionamentos individuais, porque dá muito mais trabalho conseguir ranking para páginas novas…

          Responder
  48. William

    Caro Frank,

    Imagine um site, cujo site/index.html (home) deverá atender requisições de pesquisa do Google para “manutenção de geladeira” e site/brastemp.html deverá atender “manutenção de geladeira brastemp”.
    Dentro do conteúdo da home, em uma das ocorrências da expressão “manutenção de geladeira brastemp”, haverá um link para site/brastemp.html e site/brastemp.html linkará uma vez para home, através da expressão “manutenção de geladeira”.
    Minha dúvida é que as duas expressões repetem “manutenção de geladeira” e não sei com o Google entenderá isso. Qual sua opinião?

    Um abraço.

    Responder
    • Frank Marcel

      Ele vai entender bem que o seu site trata de manutenção de geladeiras. Realmente existe a possibilidade de a home aparecer em uma busca específica, ou até a página interna aparecer em uma busca em que a home seria mais apropriada.

      Nas nossas mãos fica a alternativa de alimentar o Google de orientações, através de conteúdo, links internos e links externos. Se você não estiver usando palavras exageradamente, você já está no caminho certo com conteúdo e links internos. Basta reforçar estes dois e ainda conseguir links externos.

      Responder
  49. Fabiano Carvalho

    O que aconteceria se por exemplo algum concorrente agir de má fé criando uma página e fazendo uso de varias black hat apontando para o meu site? tipo criar uma página em um domínio com centenas de links para o meu site repetindo centenas de vezes as minhas palavras chave.

    Quem seria penalizado? Corremos esse risco?

    Obrigado e parabéns pelo site e conteúdo!

    Responder
  50. Caio Vinicius

    Frank, ótimo artigo.
    Gostaria que você me ajudasse com uma dúvida, se eu tenho um site, e no meu código html tem links com as palavras chaves para outros dois sites que não tem nenhuma ligação com o primeiro, é considerado black hat?

    Responder
  51. Daniel

    Amigo link do meu site no mesmo servidor mesmo ip em outro site hospedado no mesmo servidor que meu site isso pode afetar a otimização do meu site ?

    Responder
  52. andrew

    Olá, Gostaria de saber se existe algum tipo de aplicativo ou site, ou mesmo ferramenta que mostra quando estou perto de mudar de PageRank ou quantos links faltam para o mesmo em fim alguma ferramenta que da uma noção de que estou perto ou longe de mudar de PageRank.

    Desde já agradeço.

    Responder
  53. Alexandre Rosa

    Boa noite, compartilhar vários links de meu site na minha página do facebook, é considerado blak hat?

    Responder
  54. Toni Francisco

    bloquear o ip do site em demais paises alem do brasil pode afetar o seo do meu site?

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>