Como Escrever para a Web?

Conteúd ruim é o alvo do Panda

Saudações, amigos da Agência Mestre!

Depois de uma folga de Carnaval, a pausa para a folia e o descanso, estamos de volta com nosso programas de debates. O MestreCast número 14 chega com as baterias recarregadas, antenado no que vem acontecendo nos últimos dias no mundo do search.

Como todos devem ter visto por aí, o Google anunciou novas alterações em seu algorítimo. O temido Panda Update está vindo para afetar diretamente o conteúdo, pegando firme nos sites e blogs que apresentam um texto de baixa qualidade.

Ciente disso, nosso time do MestreCast decidiu abordar a questão, já pegando o gancho num dos quesitos mais importantes para usuários e robôs de busca: o bom conteúdo. Que medidas tomar para escrever bem? Quais as dicas para organizar seus textos? Como fugir do Panda?

Neste MestreCast, convidamos novamente o Flavio Cabral, o popular Vico, que volta depois do sucesso no programa de Local Search. Vico se junta a Fábio Ricotta e eu para conversarmos sobre o Panda, o mau e o bom conteúdo, além de darmos algumas dicas importantes.

Links comentados

GuanaCast – Links Patrocinados (participação de Ique Muniz e Fábio Ricotta)
Comercial do Panda
ExpOn

Músicas do programa

Sebteix – Fwagroove (intro)
X Marks the Spot (e-mails)
Sebteix – Tout Pour Le Groove (álbum)

MestreCast #14

Crédito da imagem: DBS Interactive

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

22 Comentários para “Como Escrever para a Web?”

  1. Marcelo_Thomaz

    Interessante!

    O negócio é conteúdo original. Mas quero ver se eles vão punir as lojas virtuais. neh!?

    Mais uma punição para os pequenos sites e sites que já não tem tanta influencia mesmo sendo grandes.

    Até mais.

    Responder
  2. Daniel

    Pessoal do MestreCast,

    Ficou muito bacana mais esse mestrecast e completou algumas coisas do SearchCast. Fiquei apenas algumas perguntas. No SearchCast falou-se muito no ecommerce e lá fora muitos já produzem super landingpages como http://amzn.to/c6j1JO. Isso terá de ser feito por aqui também?
    E o shopping do Google como é visto lá fora? O conteúdo do mesmo não seria uma copia já que por exemplo os reviews vem dos próprio ecommerce como acontece com newegg e outros http://bit.ly/dXPjcH

    Parabéns a todos e continuem com o trabalho.

    Responder
  3. Rodrigo Sales

    Ótimo podcast, parabéns a todos. E se quiserem fazer um mestrecast sobre desenvolvimento de ferramentas e estatégias para apoio e automação em SEO é só falar, será um prazer.

    Até mais!

    Responder
  4. Alessandro Mesquita

    Qual vocês acham que será a reação do Panda para os blogs de fotógrafos? O exemplo de meu caso, eu coloco pouco texto, apenas para introduzir a uma sessão fotográfica… 90% do conteúdo são imagens (todas devidamente tageadas), e isto não significa conteúdo pobre, mas um conteúdo fotográfico, e se são fotografias de alta qualidade, significa que o post contém conteúdo rico, mas fotográfico e não de texto.

    O que acham?

    Meu blog: http://www.alessandromesquita.com.br/blog

    Parabéns pelo post e obrigado!
    Alessandro Mesquita

    Responder
  5. Raphael Figa

    Valeu Ricotta pela menção,

    Ique sobre o que eu disse sobre ser jovens, foi em relação a idade do podcast por estar apenas na 14ª edição esta muito bom. Pois alguns levam dezenas de episódios para entender e quando entendem perdem o caminho que levaram a fama e o sucesso. Espero que continuem sempre com essa qualidade.
    Quando comecei em SEO lembro que primeira coisa que perguntei ao Ricotta tinha sido como quantificar o blackhat até onde era o limite, lembro que realmente enchi o saco de todos que falavam sobre. Mas além disso sempre tive foco em criar conteúdo de qualidade, e uma pessoa que não me deixou ir pelo caminho do mal foi o grande Flavio Raimundo, que mostrou a escola de conteúdo falando isso sempre no Searchcast, Twitter. Mas guiado pelas grandes técnicas apresentados pelo Ricotta em tudo que era lugar que ele aparecia.
    Só não falo que devo isso tudo a vocês, pois ainda não tenho os 10% deixar e estou juntando eles para participar do curso.

    Mais uma vez grande abraço a todos da Agência Mestre.

    Responder
  6. Vava

    Como já disse uma vez ao Docluz não desejo boa sorte a vcs porque vcs não precisam. É muito legal ver um pessoal jovem com tanto pique e capacidade para produzir informações de qualidade e estar sempre melhorando. O caminho é esse!

    Responder
  7. Guto

    Opa!! Eu sou o Guto que pediu a camiseta! rs…

    O meu email de contato é esse que coloquei aqui mesmo.. Qualquer coisa pode ser no twitter também pelo @Gutohiphop

    To ouvindo aqui o programa.. Assim que terminar comento sobre!

    Valeu!! Abs

    Responder
  8. Henrique

    Alguem percebeu algum tipo de queda para paginas de produto.
    Muitas paginas de produtos de e-commerce possuem pouco ou nem conteúdo o Ranqueamento delas podem ser alterados pelo algoritmo?

    Responder
  9. Guto

    Simplesmente SENSACIONAL.. Parábens a toda equipe!

    Dicas muito boas.. Tenho um blog e uso tudo que aprendo com vocês neles.. Tenho melhorado bastante!

    No aguardo do próximo.. Abs

    PS. O GuanaCast também foi DEMAIS.. Explicaram tudo de uma forma bem simplificada.. Valeu!

    Responder
  10. educoutinho

    Achei simples e genial essa dica do Ricota. Se for escrever sobre um produto, veja as dúvidas das pessoas sobre esse produto no Mercado Livre. Se for escrever sobre um lugar, veja os comentários no Foursque e no Google Places. Também consulte as dúvidas das pessoas no Yahoo Respostas.

    Responder
  11. Felipe Trombini

    Olá a todos do Mestre Search (kkk)…
    Muito boaessa abordagem. E sobre o site brasileiro perjudicado, gostaria de dar minha opinião quanto ao modo com que o Google Boot localiza o país de origem do site.

    O domínio pode ser da China, o conteúdo para a Índia e a hospedagem Brasileira. A primeira coisa que o BOOT vai ver é o IP so servidor e de onde ele vem, não exatamente pelo idioma do conteúdo. O domínio e o conteúdo são informações que nós usuários interpretamos, o programa do BOOT interpreta informações pré-programadas.

    Se o Webmaster vai no Analytics e define o site como conteúdo brasileiro, ai o Google passa a exibí-lo como Google Brasil, se não, ele busca uma informação segura de onde ele é, nesse caso, o IP. O Boot deve corrigir o diretório a medida que os temas são pesquisados por determinado país.

    Espero ter ajudado, ou pelo menos ter dado uma base, nesse assunto. e vamos razar para o panda não vir para cima de nós.
    Abraços e continuem com o bom trabalho

    P.S: Eu ganho camiseta tambem?

    Responder
  12. Marcos Elias

    É o que o Flávio Raimundo sempre diz, CONTEÚDO! Dessa vez ou tem conteúdo bom, ou cai fora dos primeiros resultados.

    Seria bom ter mais empresas como a TextBroker (.com), porém para textos em português… Permitindo comprar textos avulsos, sem um esquema de “consultoria” junto, mas claro, com qualidade.

    Ow e essa história da camiseta ae, tb quero uma :P

    Responder
  13. Emerson de Oliveira Carvalho

    Ola pessoal do mestrecast muito bom o cast estao de parabens ! vcs me ajudam muito eu fikei surpreso e que eu pensei q vcs iriao so falar da empresa pq conheço muitos cast que fazem isso mais vcs ajudam o publico muito legal :) ja ganharam um fa ;)

    Mais vcs fazem a propaganda da empresa muito bem!

    Parabens !!!! Otimo trabalho abraços.

    Responder
  14. Renato Tarantelli

    Olá galera do Agência Mestre,

    Primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo excelente trabalho nos podcasts. Isso vem me ajudando muito na administração de meus sites/blogs. :-)

    Gostaria de saber quando vão falar de sites que “produzem” muito conteúdo, por exemplo: linkadores, agregadores, link blogs e etc.? Esse segmento por ter muito conteúdo repetido acabam sofrendo boicote das ferramentas de busca.

    Responder
  15. Daniel Filho

    É necessário, é bom e é justo.

    O Google já deveria ter colcoado essas atualizações em prática há muito tempo, já que uma das suas principais promessas, se não a principal, é organizar o conteúdo da internet, em vista que a qualidade do conteúdo publicado atualmente caiu muito, uma vez que os “sites” estão cada vez mais preocupados em atrair pára-quedistas e conseguir número de visualizações, afim de gerar renda com seus AdSenses, entre outros sistemas de publicidade online, do que oferecer qualidade, afim de ganhar a fidelidade e confiança do usuário.

    Esse foi para mim um dos melhores programas do MestreCast até agora, parabéns a equipe. E se eu não ganhar uma camiseta no próximo programa, eu não comento nunca mais… Brincadeira, é claro! =)

    Ah, e mandem um abraço ai pra galera do IFPB no campus de João Pessoa, que aprendem muito de SEO com vocês, principalmente pra mim (é claro), pro Rodrigo Lacerda, Rodolfo Nascimento e Ana Paula.

    Até a próxima!

    Responder
  16. Daniel Filho

    Esqueci também de comentar sobre o GuanaCast sobre Links Patrocinados, que contou com a participação de vocês. Foi sensacional. Mais uma vez, parabéns!

    Responder
  17. Alex Leite

    Mais uma vez parabéns pelo excelente cast !! e Cara disse tudo com certeza o conteúdo é a chave do sucesso, além de te ajudar com um bom RANK, acaba sendo uma ótima estrategia natural de LINK BUILDING, ainda faz um BRANDING da sua marca e sem contar que também traz CONVERSÃO.
    Ou seja não perca tempo com gambiarras e black hat, invista em conteúdo de qualidade e o Google faz o resto.

    AHH e Ique espero que não tenha lavado a mal quando falei que te acho engraçado, pois me divirto bastente com Você e o Ricotta, além de aprender um conteúdo técnico de qualidade ainda é divertido, mas me refiro a forma de expressão pois considero e sei o quanto o trabalho de vocês á sério.
    valeu.

    Responder
    • Ique Muniz

      Fala Alex! Relaxa cara… eu comentei tirando onda também. Valeu por curtir o clima e o conteúdo do cast.

      Aliás, aguarde este próximo aí…

      Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>