Pesquisa – A Indústria de SEO no Mundo

Olá leitores da Agência Mestre,

O pessoal da Datadial realizou uma pesquisa com diversos profissionais da área de SEO no mundo contemplando 22 perguntas. Com isto, eles produziram um infográfico muito interessante mostrando os resultados desta pesquisa e o “estado da arte” da indústria de SEO no mundo:

SEO industry survey results

As Conclusões da Pesquisa

A pesquisa realizada pela Datadial nos trouxe uma série de informações interessantes, vejamos:

  1. A maior parte dos entrevistados estavam localizados na Inglaterra e Irlanda;
  2. 64% dos entrevistados eram parte de uma agência, enquanto 23% era consultor;
  3. 32 entrevistados disseram que fazem parte de um grupo de 2 a 5 pessoas;
  4. Além do serviço de SEO, a maior parte dos entrevistados disse oferecer os serviços de Links Patrocinados e Social Media
  5. Boa parte dos entrevistados disse gerenciar de 1 a 10 clientes;
  6. Grande parte dos entrevistados disse ter um contrato por tempo com seus clientes;
  7. O modelo de contrato mais utilizado é o de mensalidade, sendo utilizado por 86 entrevistados;
  8. A maior parte dos entrevistados disse cobrar mais de 2.000 libras esterlinas, que seria algo em torno de 5.600 reais;
  9. Segundo os entrevistados, a maior parte diz reter seus clientes entre 12 e 24 meses;
  10. Perguntados sobre qual a maior dificuldade do nicho, os entrevistados apontaram a falta de profissionais qualificados e a “prostituição” do mercado (por valores baixos) como os principais pontos;
  11. Quando perguntados sobre a maior dificuldade em realizar vendas, o principal motivo levantado é a falta de investimento por parte dos interessados em SEO;
  12. Em termos de como adquirem um cliente de SEO, a maior parte dos entrevistados disse que o principal canal é o famoso “boca a boca” juntamente com o famoso “QI (quem indica)”;
  13. As principais tarefas incluídas em projetos de SEO incluem: pesquisa de palavra-chave, SEO On-Page e Link Building;
  14. A principal técnica de link building utilizada pelos entrevistados é o uso de guest posts;
  15. 70 entrevistados afirmam não comprar links, enquanto 64 dizem utilizar desta técnica;
  16. As duas principais ferramentas utilizadas pelos entrevistados são: SEOmoz e MajesticSEO;
  17. Quando perguntados sobre ferramenta de sugestão de palavras-chave, a grande maioria dos entrevistados afirma utilizar o Google Adwords External Tool;
  18. De 1 a 2 horas é o tempo médio que a maioria dos entrevistados diz investir na produção de relatórios para os seus clientes
  19. As duas principais informações contidas em relatórios são: tráfego do site e posicionamento de palavras-chave;
  20. Boa parte dos entrevistados diz virem do marketing para SEO;
  21. As qualidades eleitas como principais para um profissional de SEO foram: capacidade de pesquisa e criatividade;
  22. Quando perguntados sobre penalização, 78 entrevistados disseram que nunca passaram por uma penalização, enquanto 56 afirmaram ter passado.

Mapeando a Indústria Brasileira de SEO

Baseada na ideia da Datadial, convidamos vocês, profissionais de SEO para nos ajudarem a mapear a indústria de SEO brasileira. Para isto, pegue alguns minutos para responder a nossa pesquisa abaixo:


Quer Receber esta Pesquisa em Primeira Mão?

Se você quiser receber esta pesquisa em primeira mão, deixe o seu nome e email cadastrados abaixo e enviaremos assim que tratarmos os dados da pesquisa acima.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

5 Comentários para “Pesquisa – A Indústria de SEO no Mundo”

  1. Juliano Leme

    Boa Iniciativa!

    Cara o Ideal seria ter um sindicato de SEO, estou cansado de concorrer com caras que vendem pacotes de cadastros em buscadores. o ideal seria todos trabalharem com uma média… =)

    Responder
  2. Pedro Nauck

    Parabéns pela iniciativa, é muito bom para quem está iniciando em SEO poder saber destas informações.
    Acho nobre o modo com que a Agência Mestre trata as informações, sendo sempre bem transparente e compartilhando todas as informações boas que conseguem. Diferente de algumas agências que escondem para não dividir conhecimento.

    Parabéns mais uma vez :)

    Responder
  3. Jefferson

    Muito bom! Já passou da hora da industria de SEO no Brasil ganhar “popularidade” no mercado de Marketing Web. Grande matéria. Também estou no aguardo do relatório.

    Grande abraço!

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>