Métricas Avançadas para SEO – Naressi, Ruy Carneiro – Search Labs 2010

Search Labs - 2010 - Ruy Carneiro e Naressi

Os Slides: Métricas Avançadas para SEO

Para uma boa análise dos trabalhos de SEO em um site, tanto aqueles que deverão ser executados quanto os resultados dos trabalhos que já foram feitos, são necessárias métricas específicas, coleta de dados e, é claro, profissionais para fazerem as análises.

Naressi começa a palestra com uma questão importante: Qual a melhor e mais avançada ferramenta de SEO?

Para fazer uma análise avançada para SEO é necessário uma boa ferramenta. Uma ferramenta fácil de usar e de baixo custo é a planilha, ou ainda, um banco de dados. Mas, é claro, nenhum dado é uma ferramenta por si só. Esses dados só tem utilidade se aliados a melhor ferramenta de SEO: o cérebro. Um bom analista de SEO, provido de dados, gera bons insights, idéias e soluções.

Uma fórmula básica de análise é:

Bons dados + Bons Analistas = Boas Análises

Análise de Demanda: O que seu Público Busca?

O profissional de SEO tem que analisar o que está sendo buscado na internet pelo seu público-alvo. Nesse ponto da análise é interessante ressaltar que a linguagem utilizada deve ser considerada. Ou seja, foque nas palavras que seu público-alvo utiliza e não nos termos utilizados somente por profissionais da área.

Nesse primeiro passo de keyword research, o Google Insights é uma boa ferramenta a ser considerada. Com ela é possível analisar o volume de buscas em um determinado período de tempo para, no máximo, 5 palavras-chave. Nessa etapa é interessante fazer testes, analisando as diferenças de tráfego entre sinônimos, singular x plural, nome do produto x nome popular, etc.

As palavras selecionadas no Google Insights podem servir de base para sugestão de outras palavras-chave relacionadas. Para tal finalidade existem algumas ferramentas disponíveis no mercado, como o Hitwise e o AdWords, sendo que a última é de uso gratuito. Uma dica interessante é: exporte os dados para csv. Dessa maneira você facilita a análise desses dados.

Como Priorizar os Termos na Otimização?

Das palavras exportadas, faça uma análise de demanda vs concorrência. Vale ressaltar que as palavras de menor concorrência são as mais fáceis de obter resultados em termos de posicionamento mas, em compensação, elas geralmente oferecem menores volumes de buscas.

Uma maneira de selecionar quais palavras-chave serão trabalhadas logo de início é através do cálculo do KEI (Keyword Effectiveness Index), esse índice é dado pela fórmula:

KEI = (Demanda * Demanda) / Concorrência

A intenção desse índice é indentificar palavras-chave com maior potencial de otimização através da análise entre oportunidade de demanda e dificuldade de posicionamento pela alta concorrência.

Para aprimorar a fórmula, basta multiplicar a mesma pela relevância da palavra em questão, da seguinte maneira:

KEI = (Demanda * Demanda) * Relevância / Concorrência

O que os Robôs Sabem Sobre o Seu Site?

Atualmente o desempenho das páginas de um site é considerado um fator de rankeamento para o Google. Portanto, é interessante verificar qual o tempo de carregamento de suas páginas e o que pode ser feito para melhorar esses tempos.

Tanto é verdade que até o Google Webmasters Tools está preparado para fornecer esse tipo de informação. Ao acessar a aba “Site Performance”, você pode verificar o tempo de carregamento das páginas do site.

Outra ferramenta muito útil é o Page Speed, que fornece os dados de carregamento de cada elemento de uma página, além de fornecer algumas dicas sobre como fazer para melhorar a performance do site.

Quanto ao Google Webmasters Tools, além do desempenho do seu site, você pode verificar o volume de busca das palavras-chave de entrada do seu site associado ao posicionamento do seu site para essa determinada palavra, além da taxa de cliques em suas páginas para cada uma delas. Essas informações são interessantes para descobrir quais os termos para os quais seu site tem maior potencial – e montar um planejamento de acordo com esses dados.

Mas e quanto a qualidade dos links que possuo ou pretendo obter?

Para fazer essa verificação é possível utilizar a Open Site Explorer. Essa ferramenta do SEOmoz tem como finalidade fornecer os backlinks do endereço que se deseja verificar.

Para cada backlink são fornecidos os dados: Texto âncora, Page e Domain Authority. Dessa maneira é possível analisar se sua estratégia de link building está valendo a pena.

Para acompanhar o posicionamento das palavras-chave selecionadas, basta utilizar ferramentas de tracking de keywords. Sendo algumas delas:

  • webceo
  • seopowersuitereview
  • webposition
  • rank tracker
  • adgoroo

Mas o que é o Ranking Score?

É uma maneira de calcular a pontuação do seu site baseado na quantidade de páginas indexadas, posicionamento e volume de buscas das palavras-chave. Com essa pontuação, é possível avaliar como seu site está com relação aos seus concorrentes.

A fórmula para o cálculo do Ranking Score é:

Fórmula do Ranking Score

Onde:

PI – Número de páginas indexadas para uma determinada palavra-chave

PP – Peso do posicionamento

PB – Peso do buscador

E o peso dos buscadores:

Google – 708

Yahoo – 12

bing – 11

Já as posições têm os seguintes pesos:

1 – 45

2 – 13

3 – 9

4 – 6

5 – 5

6 – 4

7 – 3

8 – 3

9 – 2

10 – 3

11 a 19 – 1

Apesar de ser relativamente simples de montar o Ranking Score para uma lista de palavras-chave e seus respectivos posicionamentos, existem ferramentas que fornecem esses dados de maneira automática. O que é o caso da WEBCEO, que fornece alguns relatórios – além dos cálculos referentes ao Ranking Score.

A intenção do uso de todas essas ferramentas é extrair o melhor de cada uma delas e montar um modelo estratégico de trabalhos, de modo a obter os melhores resultados possíveis.

Dicas importantes:

  1. Verifique o que você tem e o que seus concorrentes não têm, invista.
  2. Segmentar os dados é essencial. A segmentação dos dados ajuda a entender melhor o comportamento dos usuários no site por fontes de tráfego, visualização de pelo menos 3 páginas, visitantes que resultaram em conversão, etc.
  3. Entenda o comportamento do público de seu público-alvo. Analise as visitas, bounce e conversão referente a um grupo de keywords, comparando dois períodos diferentes. Analise queda de visitas (investique o motivo delas), direcione suas ações para keywords que aumentaram a conversão, analise os fatores que possam ter influenciado as variações dos dados.
  4. Utillize os dados a seu favor. Sempre mostre para o seu cliente quanto ele ganha com os seus serviços, demonstre as melhoras no site (conversões, visitas e engajamento) e faça prospectos de evolução.

Em sua palestra, Leonardo Naressi e Ruy Carneiro deram excelentes dicas sobre métricas para SEO, desde a escolha das palavras-chave que deverão ser trabalhadas até a análise dos resultados obtidos com as mesmas e a situação dos concorrentes. Se você gostou desse assunto, tem alguma dúvida ou quer deixar sua opinião, não deixe de comentar.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

3 Comentários para “Métricas Avançadas para SEO – Naressi, Ruy Carneiro – Search Labs 2010”

  1. diogomattos

    Excelente resumo, não pude acompanhar esta palestra. Mas vi o KeyNote do pessoal aqui da empresa, e gostei muito até estou desenvolvendo algumas planilhas para analise, mas com alguns toques “pessoais”. Parabéns pelo artigo.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>