3 Melhorias em Landing Pages para Aumentar Conversões

Recentemente, o Fábio Ricotta esteve em Seattle junto com o nosso Gestor de SEO, para participar do Mozcon, maior evento de SEO do mundo. Entre inúmeras palestras diferentes, uma das que mais chamou a atenção foi a do Joel Klettke, da qual tiramos alguns insights para melhorias em landing pages por meio do copywriting. Dê o play e confira!

Melhorias em Landing Pages – Aumente conversões modificando sua copy

Querendo ou não, no mercado brasileiro, quando falamos mais com o usuário, as taxas de conversão tendem a aumentar. Essa é a grande diferença entre os infoprodutores e as pessoas que fazem trabalho em marketing digital para outros segmentos. O infoprodutor foca muito na transformação do seu seguidor, em agregar valor para o seu público, coisa que nem sempre faz parte das estrategias de outros profissionais.

E por que estamos falando sobre isso?

Pois o primeiro ponto que uma pessoa precisa ver quando chega em uma landing page sua, é uma headline muito bem alinhada com aquela persona. Se um dono de e-commerce acessa a home do site da Mestre, por exemplo, ele precisa ver logo de cara que conseguimos ajudá-lo a vender mais. Isso está muito mais ligado à necessidade do usuário do que ao produto. Neste caso, é muito mais interessante apresentarmos uma chamada que diga “Nós ajudamos empresas a venderem mais” do que uma que fale “somos uma agência de Marketing Digital”.

Anote essa dica: Toda headline de uma landing page sua que estiver mais alinhada com à necessidade do cliente do que com um benefício do seu produto, tende a oferecer maiores taxas de conversão. É o que os infoprodutores já fazem muito bem e por isso conseguem atrair a atenção de tantos usuários, diferentemente de muitas empresas que, muitas vezes, oferecem o mesmo tipo de produto.

Toda copy deve ser mais focada no benefício para o usuário e menos no produto

Bem alinhado com o que já falamos aqui, uma das melhorias em landing pages que você deve fazer para converter mais é, ao escrever sua copy, deixar explícito quais são os benefícios que você pode oferecer para o usuário e não quais são os benefícios diretos do seu produto.

Se você presta serviços de SEO, em vez de falar que o trabalho é desenvolvido por especialistas de nível X, ou que oferecem um framework Y, vale muito mais a pena falar que com este tipo de projeto você consegue aumentar as vendas, os leads, o tráfego, etc. Esse tipo de argumento é muito mais convincente para o usuário que não entende muito bem como funciona o seu trabalho, mas que está em busca de resultados.

Se analisar o mercado, perceberá que hoje é muito mais fácil encontrar empresas que focam nas vantagens dos seus produtos, do que em como eles podem, de fato, ajudar o cliente.

Prioridade de necessidade do usuário

Por fim, a última dica deixada por Joel em sua palestra foi a de estruturar a landing page pela prioridade de necessidade do seu usuário. Às vezes, temos a necessidade de jogar em uma página todos os benefícios que o cliente pode ter com aquele serviço, sem muito critério do que é realmente importante.

A grande dúvida é: Como saber o que é prioritário?

 

Simples, pergunte para seus clientes quais são os benefícios que eles preferem e buscam mais. A partir dessas pesquisas, você poderá colocar, em ordem, apenas os itens que realmente são relevantes para quem pode contratar os seus serviços ou produtos. Lembre-se sempre que o seu melhor argumento precisa estar no começo e não no final da página.

Gostou da dicas? Aproveite também e veja o artigo sobre A Era da Atenção no Anúncios!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>