Google Insere Links de Marcas em Consultas

Olá leitores da Agência Mestre,

No final da semana passada, o Malcolm Coles noticiou em seu blog pessoal, que o Google estaria exibindo em suas páginas de resultados alguns links de marcas. Em seus exemplos, ele relatou que pesquisas informacionais poderiam disparar os “brand links”. Veja alguns exemplos abaixo:

Busca por “digital cameras” no Google.com
New "brands for" links

Busca por “cheap laptops” no Google.com
Brands for cheap laptops: Dell Acer HP ASUS Apple

Busca por “cars” no Google.com
Cars: smart comes first

Conclusões

É bem interessante associar o que está acontecendo no Google US com o processo do Vince Update. No ano passado, discutiu-se muito da teoria de que o Google estaria favorecendo marcas em alguns consultas. Diversos profissionais atestaram isso e agora o Google exibe uma série de links relacionados à marcas.

Com certeza estas grandes marcas devem receber um maior volume de busca ocasionado por esta aparição dos brand links. Por enquanto esta novidade está disponível apenas no Google US e deve-se espalhar logo para as outras versões do Google ao redor do mundo.

Um abraço e até a próxima.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

7 Comentários para “Google Insere Links de Marcas em Consultas”

  1. Raphael Figa

    Como instrutor de informártica eu mesmo já vi muita gente na hora que vai pesquisar digitar a keyword e buscar se veio a marca ela clica se não refina a pesquisa seguido do nome da marca.
    Então esta seria uma forma de aumentar a usabilidade e até reduzir o processamento de pesquisas nos datacenters. Mas isto mostra que caminhos tornam a otimização falando de celulares por exemplo, as grandes lojas virtuais focam muito nas caracteristicas do produto e algumas vezes se esquecem do branding, este que agora vai ter que ser otimizado e ter uma atenção maior.
    Vou aguardar isto chegar no Brasil e fazer minhas experiencias.

    Responder
  2. Núbia Souza

    Temos que aguardar que isso chegue por aqui, mais muitas pessoas quando procuram por determinado produto, exemplo clássico é o do detergente, é mais fácil a pessoa digitar “limpol” do que exatamente detergente, e muitas vezes ela está buscando um detergente comum, mas seja por hábito de uso no vocábulario dessas palavras, as pessoas estão mais acustumadas a associar a marca ao produto.

    Responder
    • Frank Marcel

      Esse é o caso onde as pessoas trocam o nome do produto pelo nome da marca. É como pensar em “bombril” para usar com seu limpol, ao invés de “palha de aço” para usar com detergente.

      Quando a marca substitui o produto, é sinal de muita exclusividade ou muita autoridade no assunto.

      Responder
  3. marilia

    Bom dia,

    Gostaria de saber quem faz o Google Analytics pq li no texto acima que apos um site ou um blog o proximo passo e o cadastro no Google Analytics? Támbém estes graficos, a interpretação destes graficos a mestreseo que identificam as visitas são encaminha para eu como assinante da mestreseo?

    Responder
    • Frank Marcel

      Oi Marilia, sou Frank Marcel – Coordenador de Projetos aqui na Agência Mestre.

      O Google Analytics é uma ferramenta para acompanhamento de volume de visitas em seu site (e diversas outras métricas) e é desenvolvido pelo próprio Google. Você pode acessar e se cadastrar no link http://www.google.com/analytics.

      A Agência Mestre não tem nenhum vínculo com a ferramenta e apenas na consultoria oferece suporte ao cliente para interpretação do Google Analytics. Os planos de assinatura de conteúdo exclusivo da Agência Mestre não contemplam consultoria para o assinante.

      Espero ter ajudado!
      Abs,

      Responder
  4. Daniel

    Caro amigo,
    no caso de asociar o produto a marca é uma estratégia muito antiga, utilizada e muito interessante de se fazer, mas não é fácil, antigamente era mais fácil vc ir ao mercado comprar bombril, na farmácia comprar aspirina ou band-aid, até em vez de comprar uma geladeira comprar uma brastemp, mas ultimamente não tem dado muito certo isso, temos um exemplo bem interessante sobre isso que é o da H2Oh, todos sabemos que H2O é a fórmula da água, mas o cara do marketing da empresa teve uma idéia fantástica em colocar o “h” no final e se deliciar com o povo associar a marca ao produto, se vc pedir na lanchonete um copo de h2o certamente o atendente vai te dizer que h2o”h” só em garrafa e vai te perguntar em qual sabor vc vai querer, eu imagino como o criador desta marca deve estar satisfeito com o resultado.
    Quanto aos brands do google é mais ou menos isso, mas eles estão forçando mais uma vez a associar o produto a marca, é muito interessante e eu já estou muito interessado nesse assunto, estou pensando já como fazer para as empresas que eu faço SEO e suas marcas aparecerem no brands, vamos aguardar e ver como faremos para participar desses brands.
    Abraço e mais uma vez parabéns pelo post, sempre postando a frente dos demais sites de SEO!!!

    Ah… sem falar do sucesso da marca Sony com seus rádios, mas deixe isso pra outro comentário!

    Abraço!

    Responder
    • Frank Marcel

      Que dirá o próprio Google com o popular “Procura no Google” e não “Procura na Internet”, “Procura em uma ferramenta de busca”.
      Eu costumo pedir um “copo de água” e não de H2O, mas a obsevação foi bacana também.
      Eu acredito que o que o Google esteja fazendo é facilitar a vida do usuário, que deveria procurar “camera” e logo em seguida “camera sony” ou “camera samsung”, etc. O Google não tem nenhum interesse direto em fazer uma ou outra marca ficarem reconhecidas pelo produto que vendem, mas tem interesse de ajudar o usuário a encontrar exatamente o que busca e o mais rápido possível.
      Valeu pelo comment!

      Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>