O Google com Indexação em Tempo Real

Desde o surgimento do Twitter, uma das perguntas mais comuns era se o Twitter iria/irá superar o Google. Esta era uma pergunta bem interessante, pois estávamos lidando com dois “buscadores” diferentes: um em tempo real e o outro não. Existia até uma pequena brincadeira para fazer analogia à comparação:

No caso de um acidente aéreo, a mídia tradicional falaria: “Ontem aconteceu um acidente aéreo”. Já o Google falaria: “Acaba de acontecer um acidente aéreo”. Já o Twitter falaria: “O avião está caindo neste momento!”.

Pois bem, o tempo passou e o Google não ficou para trás. Através dos controles avançados do Google (apenas na versão em inglês), é possível filtrar os resultados através de tempo.
Search Otions

Para cada um destes filtros, uma URL é gerada, como por exemplo, a seguinte URL exibe os resultados das útlimas 24hrs para a palavra SEO:

http://www.google.com/search?q=seo&hl=en&safe=off&output=search&tbs=qdr:d&tbo=1

Dado a estrutura da URL, o blog Omgili publicou uma matéria mostrando como pode se alterar parâmetros da consulta do Google para obter resultados em minutos e até segundos!

O interessante na URL citada acima é notar o valor qdr:d no parâmetro tbs. Segundo o autor do blog, o QDR deve ser uma sigla para Query Date Range, a qual faz muito sentido. Para conseguir os resultados do último minuto basta mudar o valor do parâmetro tbs para qdr:n. Já para último segundo, basta mudar para qdr:s.

Resutados do último minuto
Resultados Google Último Minuto

Resultados do último segundo
Resultados Google Último Segundo

O autor do blog ainda ressalta que é possível obter os resultados por período de minutos e segundos, basta adicionar o número do período. Por exemplo, os resultados do último minuto, você obtém utilizando qdr:n30. Já os resultados dos 10 últimos segundos você obtém utilizando qdr:s10.

Estas novidades mostram que o Google está muito atento ao mundo da indexação em tempo real e está se esforçando para isto. Agora basta aguardar esta combinação de opção juntamente com o Caffeine, que se mostrou bem rápido em indexação, assim como em quantidade.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

7 Comentários para “O Google com Indexação em Tempo Real”

  1. Alan David

    Boa Fábio, esse é sem dúvida o “futuro das buscas”, sempre que algum player aparece ou se movimenta, força os outras a melhorarem seus serviços para se equipararem ou a superarem. Com o Google não seria diferente.

    Responder
  2. André de Moraes

    Uma coisa é certa: conteúdo original (e de qualidade!) será cada vez mais (e mais!) importante em SEO.

    Quando se fala em “tempo real”, eleva-se ainda mais a tendência do aumento de produção de conteúdo na internet.

    Também não devemos nos esquecer que atualmente, “nós” seguimos o google e não o contrário… portanto, quem quiser a “cabeceira” dos buscadores, terá que produzir mais e melhor!

    Responder
  3. Pablo Almeida

    Vale lembrar que a oscilação dos resultados será bem alta. Desde que vi isso no Domingo e divulguei no Twitter, fiquei me perguntando até que ponto os resultados em tempo real poderiam ser vantajosos e desvantajosos para a Internet como um todo.

    Pra quem trabalha com SEO, é algo que pode ajudar (ou até mesmo atrapalhar) para a verificação de indexação dos conteúdos. E na Internet como um todo, os mais relevantes estariam nos primeiros lugares em tão pouco tempo?

    Muita coisa pode mudar daqui pra frente com isso…

    Responder
  4. Walter

    Realmente muita coisa pode mudar, não sei se para o usuário normal, muita gente não sabe nem que pode fazer a busca para páginas em português. Mas para os mais experientes fica a questão, um site que atualiza no estilo blog, vai ter vantagem sobre um que atualiza mensalmente. Novas ferramentas de outros buscadores podem surgir? Só o tempo agora.

    Responder
    • Fábio Ricotta

      Isto realmente já acontece né? O Google dá preferência a quem atualiza o seu o conteúdo com frequência. Quanto mais você atualiza, maior a sua taxa de indexação.

      Responder
  5. Diego Silva

    Já o Twitter falaria: “O avião está caindo neste momento!”.

    Hahaha. Mais realmente, twitter é uma poderosa ferramenta em sentido geral, na internet e diariamente.
    Não é atoa que hackers utilizam-no para fins perigosos.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>