O Que é Fluxo de Nutrição e Como Posso Utilizá-lo?

Talvez você já conheça as estratégias para atrair mais tráfego e leads para o seu negócio. Porém, não basta acumular uma série de leads em sua ferramenta de e-mail marketing, você precisa nutri-los e informá-los, com a finalidade de transformá-los em clientes. Para aprender tudo sobre o assunto, dê o play no vídeo abaixo:

O Que é Fluxo de Nutrição?

No marketing digital, podemos dizer que fluxo de nutrição é uma das estratégias de Inbound Marketing, a qual visa levar seu lead do ponto A ao ponto B. Em outras palavras, é uma forma de nutrir seu lead com informações de qualidade e que sejam relevantes para que ele possa criar um relacionamento natural com você ou com a sua empresa. Através desse relacionamento, o lead aprenderá mais sobre os produtos e serviços que você tem a oferecer e sentirá mais confiança em adquirir algo, no momento certo.

Exemplo Prático e Estratégia

O primeiro passo para construir um bom fluxo de nutrição, é entender o motivo pelo qual a pessoa está convertendo no seu fluxo. Ou seja, o que ela está buscando e qual o seu momento dentro da jornada do consumidor.

Imagine, por exemplo, que existe um empresário que está buscando vender mais. Em um determinado momento, ele encontra um e-book, que lista 5 formas de vender mais através da internet. A partir daí, ele entra no fluxo e no primeiro e-mail, pode receber o link para baixar o e-book e algumas informações iniciais sobre oportunidades de vender mais através da internet, utilizando estratégias de marketing digital.

Em um segundo e-mail, podemos entrar em mais detalhes sobre o marketing digital, pois possivelmente esse empresário ainda não conhece todas as oportunidades que o marketing pela internet tem a oferecer. Por isso, nossa missão, através do fluxo de nutrição, é educá-lo e mostrar os benefícios daquilo que temos a oferecer. Nesse exemplo, você pode enviar a ele um e-mail que mostra o resultado que outro empresário teve, ao investir em marketing digital. Assim, ele pode se “conectar” a história e ver que se deu certo para um empresário, também pode dar certo para ele.

Dessa forma, nosso objetivo final é construir uma sequência lógica de e-mails para direcionar o lead a uma conversão. Você pode elaborar um fluxo com 3, 5 ou até mesmo 50 e-mails. Não importa o tamanho, e sim a intenção de levar o lead do ponto A até o ponto B. Nem sempre, você conseguirá resolver tudo através da sequência de e-mails, mas lembre-se que esse não é seu objetivo. Sua meta é educar o lead e despertar nele o interesse pelo seu negócio.

Sequência de E-mail

Em um terceiro e-mail, a ideia é explorar algum ponto de dor. No exemplo que estamos utilizando, você pode mencionar que entende que para a pessoa possa ser difícil aplicar todas as técnicas de marketing digital, mas que você gostaria de demonstrar que ele pode ter resultados imediatos, implementando uma pequena parte do método que você desenvolveu (aqui nesse caso, é onde você oferece uma amostra do seu produto ou serviço). Em nosso caso, poderíamos mostrar para o empresário que ele pode começar investindo em anúncios no Google AdWords, anunciando o negócio dele para as principais palavras-chave de seu nicho de mercado.

No e-mail seguinte da sequência, você pode perguntar se a pessoa utilizou a estratégia que você mencionou no e-mail anterior, mostrando a ele um case de sucesso, de uma empresa que colocou a estratégia em prática e que obteve excelentes resultados. Para fechar, você pode dizer que aquela é apenas uma das diversas formas de potencializar os resultados e vender mais através da internet, colocando-se à disposição do seu lead para realizar o trabalho.

Conclusão

Explore ao máximo a automação de marketing em seu negócio e crie fluxos de nutrição para converter os leads que capturou ao longo do tempo. Afinal de contas, esse fluxo é a melhor maneira de criar um relacionamento com a sua base de contatos e mostrar a ela que o que você tem a oferecer é bom para ela. Sucesso!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>