A Crise e o Mercado de Buscas

Bom dia leitores da Agência Mestre, hoje irei escrever sobre a divisão no mercado de buscas em 2008, quem cresceu (alguém tem algum palpite?) quem decresceu, como está o mercado, como a crise está influenciando o SEM, enfim vamos ao que interessa.

A crise mundial que enfrentamos, tem surtido efeito imediato em inúmeras áreas da economia nacional, investimentos de multinacionais têm sido cortados, empregados sendo demitidos enfim estamos vivendo um momento muito delicado. É notável o quanto a globalização está presente no mundo, principalmente dentro de um contexto econômico e, infelizmente, para grande maioria das empresas cortes e contenção de gastos se fazem necessários.

Agora e o que o SEO tem com isso?! Bom é um tanto quanto simples, com a crise financeira que estamos vivendo cada vez mais cortes de gastos se fazem necessários e claro muito do que seria dispensável para grandes corporações estão tendo suas verbas reduzidas ou estão sendo simplesmente cancelados. Para as grandes empresas, de uma forma geral, gastos com propaganda torna-se superficiais em momentos como esse. Gastos com o mercado de marketing tanto offline quanto online estão sofrendo reduções de verbas, é ai que o trabalho de otimização de sites entra. A partir do momento que gastos com propaganda online já não são primordiais para as empresas, ou seja, as verbas para suas campanhas de PPC sendo reduzidas drasticamente, e simplesmente abandonar a divulgação de uma marca no meio online, nos dias de hoje, é quase um suicídio, principalmente para empresas que não são tão conhecidas, a alternativa mais viável para estas empresas está sendo o investimento em SEO, que é é um investimento a médio/longo prazo, que manterá a visibilidade online da empresa e dos seus produtos.

No mês de janeiro como de costume vários sites publicam dados do que eles consideram a divisão do mercado de buscas. E apesar da crise, o mercado de buscas e conseqüentemente o de SEO tem seguido o caminho oposto, ou seja, o mercado só está crescendo.


Fonte: Compete.com

O mercado de buscas, tendo como base os 5 maiores buscadores Google, Yahoo!, MSN/Live, Ask e AOL, teve um crescimento aproximado de 9.4% no mês de dezembro.

A briga dos grandes motores de buscas cada vez mais tem consolidado o Google como o campeão dos campeões atingindo no mês de dezembro a incrível marca de 70.5% do mercado de buscas. O Google não foi o único a chamar a atenção o Yahoo! também se destacou, com uma ligeira recuperação do mercado de 0.3% após a grande queda em comparação a dezembro de 2007 onde possuia 23.6% do mercado de buscas, já em Setembro de 2008 atingiu pela primeira vez o patamar abaixo dos 20%.

O MSN/live obteve resultados parecidos com o Yahoo!, com uma pequena subida no mês de dezembro quando comparado ao mês de novembro, utilizando-se ou não o Club Live nas métricas, ou seja, com um total de 6.9% em dezembro contra 6.8 em novembro(sem o Club Live) ou 10.1% do mercado em dezembro contra 9.5% em novembro(com o Club Live).

Ask e AOL tiveram uma pequena queda durante o ano, mantendo suas respectivas fatias no mercado, porém foram os dois únicos buscadores que tiveram uma queda no volume total de buscas em comparação com dezembro de 2007.

Então está mais do que provado que o Google é a referência quanto as buscas e é interessante ressaltar alguns pontos desses dados:

  • Ask e AOL ainda conseguiram segurar sua pequena porção do mercado com 2.4% e 1% respectivamente;
  • Live Search manteve seus 6.9%, porém com um grande crescimento no volume de buscas 9.8%;
  • O Google teve um crescimento, na participação do mercado, de 8ppts(pontos percentuais) em relação a Dezembro de 2007 além dos 9.2% de crescimento no volume de buscas;
  • Yahoo! também teve um crescimento impressionante quanto ao volume de buscas com 10.8% apesar da queda da participação no mercado de 4.6ppts(pontos percentuais) durante o ano.

Fonte: compete.com

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>