Como Funciona a Geração de Leads?

Geração de Leads

Olá leitores da Mestre,

A geração de leads em um negócio pode ser vista como uma artéria que leva sangue ao cérebro. Ela é o combustível de uma empresa/negócio, alimentando-o sempre com mais energia para continuar movendo o “carro”(negócio).

O processo para geração de leads consiste em uma somatória de canais de marketing pago e não pago, além de referências de outros negócios, clientes já existentes ou ainda da própria percepção da marca ao longo dos canais de marketing, convergindo no sentido em trazer novas possibilidades de negócios, os leads.

Quais canais posso utilizar para geração de leads?

Quando falamos em geração de leads, podemos considerar qualquer canal que conhecemos no Inbound Marketing:

Créditos da imagem: Moz.com

Créditos da imagem: Moz.com

Mas aí provavelmente você está pensando: em quais desses eu devo focar? Simplesmente não consigo fazer tudo!

Minha dica aqui é você pensar em alguns canais básicos:

Tráfego Orgânico, como você já viu várias vezes aqui no nosso blog da Mestre, o tráfego orgânico é um grande aliado quando você está crescendo o seu negócio e pode pensar no médio-longo prazo. O SEO é o processo para aumentar a sua visibilidade junto aos mecanismos de busca e assim aumentar o seu tráfego orgânico. Aqui no blog mesmo existem várias dicas para você crescer bastante.

Google Adwords, é uma das formas de comprar mídia online mais tradicionais do mercado de geração de leads. Basta saber exatamente quem é o seu público para anunciar para eles. Tudo isto é feito através de uma agência especializada (como a Mestre) ou por você mesmo acessando a plataforma do Adwords.

Facebook Ads, talvez seja o queridinho dos profissionais de marketing digital/inbound marketing agora pois o custo para anunciar ainda não é tão grande e a possibilidade de segmentação na rede é muito boa. Eu particularmente gosto do Facebook Ads para alguns nichos de mercado, digamos moda, comida, ou produtos mais relacionados a “life-style”. Já para serviços comuns eu ainda prefiro o Adwords. Mas guarde sempre o seguinte ponto: teste SEMPRE.

Redes Sociais, aqui eu generalizei pois tudo dependerá do seu serviço. Algumas empresas podem estar dentro do Facebook, outras no Linkedin, e outras funcionam melhor com o Pinterest ou Instagram. O ponto aqui é tentar localizar a sua audiência, estar presente lá com eles, focando sempre no engajamento e conversas positivas.

Quais métricas utilizo na geração de leads?

Quando falamos de compra de mídia ou tráfego, falamos muito de CPC, sigla para Custo por Clique, ou CPM, Custo por Milhar (exibição). Na geração de leads, seguimos o modelo CPA, sigla para Custo por Aquisição, onde a nossa aquisição é o lead. Desta forma, ficamos com a sigla CPL, custo por lead.

Você verá em vários materiais da área este tipo de tratamento (CPL) e quando estiver montando os KPIs do seu negócio tenha este valor sempre atualizado em suas mãos.

Custo por Lead

O interessante aqui é que é muito fácil monitorar a geração de leads quando temos o Google Analytics instalado no seu projeto online. Você precisa simplesmente configurar “Metas/Goals” dentro da ferramenta e terá os dados de aquisição de leads nas suas mãos.

Geração de Leads é apenas o começo da conversa

Ainda que muitos profissionais ou empresas foquem muito na aquisição de leads, entendo que ela é parte do processo. Quando falamos do processo de aumento de vendas/clientes, precisamos olhar sim para o crescimento de leads, mas também precisamos olhar para um assunto muito interessante, a nutrição deles, ou seja, a ação de relacionar-se com eles. Mas esta é uma discussão para o próximo artigo.

Nos vemos na próxima oportunidade!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Um Comentário para “Como Funciona a Geração de Leads?”

  1. Luiz Slva

    As matérias de vcs sobre seo deixa tudo muito simples de entender. Muito obrigado.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>