Cobertura SMX East 2009 – Dia 3

Olá leitores da Agência Mestre!

Este é o último dia do SMX East e já temos informações para compartilhar. Caso você tenha perdido as coberturas dos primeiros dias, aproveite e veja a cobertura do primeiro dia do SMX East e a cobertura do segundo dia.

Então vamos a cobertura de hoje e acompanhe a alteração deste artigo ao longo do dia:

Diagnosing Technical SEO Issues

Adam Audette
President, AudetteMedia, Inc
O Adam começou falando que é muito importante detectar problemas técnicos de SEO nos websites, possibilitando um melhor desempenho nos search engines. Ele mostrou que os profissionais de SEO utilizam ferramentas de SEO para detectar qualquer problema. Para detectar problemas no seu website você deve analisar fatores onpage tais como domínio, links, arquitetura e etc. Já com relação à fatores offpage, você deve analisar os seus backlinks, sinais de mídias sociais, a data de cache e o PR da Toolbar do Google. Ele repetiu o que foi falando no painel de ontem, onde uma graybar pode indicar um problema. Ele listou 4 principais fatores:

  • URLs
  • Arquitetura
  • Página de produtos
  • Latência

Ele ainda listou uma série de ferramentas interessantes para fazer uma análise de SEO:

  • Lynx
  • ySlow
  • Wave
  • Web Developer
  • SEO Book
  • seo-browser.com

Jennifer Sable Lopez
SEO Consultant, SEOmoz
Ela começou a sua apresentação afirmando o mesmo que o Adam, que é muito importante no projeto de SEO identificar todos os problemas. Ela citou o Xenu Link Sleuth como uma ferramenta muito util. Em seguida ela comentou sobre códigos HTTP e citou o HTTPFox Firefox Addon como ferramenta favorita para esta análise. Ela citou uma boa forma de saber se o seu website está punido, verifique o seu MozRank e o seu PageRank, caso a diferença seja muito grande, você pode estar com algum problema. Por fim, ela citou o Yahoo! SiteExplorer e a Linkscape como ferramentas importantes de se utilizar na análise de backlinks.

Dealing With Domain Names, URLs, Parameters & All That Jazz

Rand Fishkin
CEO & Co-Founder, SEOmoz
O Rand começou a sua palestra, a qual fala sobre alguns testes que eles(SEOmoz) fizeram. O cenário de testes foi o seguinte:

10,000 Queries
Google.com United States Only
Range of head, middle, and tail queries
1-6 word queries
Excludes queries w/fewer than 25 results
Collected Oct 1-3, 2009

Uma afirmação importante que ele fez é que correlação não é causa, logo, os estudos não provam como é o algoritmo do Google, mas sim como é o estado atual dos websites e páginas que estão nas primeiras posições.

Segundo o estudo, os pontos levantados foram:

  • Quanto maior a sua URL, pior os seus rankings;
  • O tamanho do nome do domínio não tem tanta importância quanto parece, mas não é recomendável passar de 11 caracteres;
  • URLs com parametros normalmente não aparecem nas primeiras posições
  • Utilizar a palavra-chave no domínio parece ser relevante para o Google
  • Utilizar a palavra-chave no subdomínio não parece ter tanta relevância quanto no nome do domínio
  • Utilizar a palavra-chave no caminho da sua página parece ter uma relevância para o Google
  • Parametros na URL não possuem uma boa correlação
  • Domínios com WWW tendem a aparecer melhor no Google
  • Páginas em HTTP tendem a aparecer mais nos resultados do que HTTPs, mas isto não possui muita correlação
  • Utilizar poucos diretórios parece interessante para o Google

Lena Flanigan
Principal Marketing Manager, AOL LLC
Ela iniciou falando que tudo deve ser pensado no usuário. Ela ressaltou que as URLs devem ser construídas pensando no usuário, por isto você deve pensar sobre:

  • Múltiplos domínios VS um domínio
  • Canonização
  • Subdomínios ou diretórios

Ela diz que quando você for optar por múltiplos ou um domínio, a sua decisão deve ser baseada no que é intuitivo e entendido pelos usuários.

Com relação à canonização, utilize 301 para redirecionar páginas, faça uso da canonical tag e utilize o webmaster tools para remover parâmetros desnecessários.

Já com relação à subdomínios, eles devem ser utilizados para segmentar os usuários, como estratégia de marca ou ainda internacionalização. Segundo ela não é interessante utilizar os subdomínios apenas para rankear bem nos search engines.

Pumping Up WordPress For SEO

Jordan Kasteler
Co-Founder, Search & Social
A primeira coisa que ele sugere quando você acaba de criar um WordPress é criar um robots.txt e bloquear várias páginas desnecessárias que ele gera. Ele fez diversas recomendações:

  • Remoção de alguns links padrão, tais como de login e de “continue lendo…”
  • Reescrever o nome das imagens e CSS, para que os search engines não considerem o seu template como padrão e possam te prejudicar de alguma forma
  • É muito importante manter o código que gera o seu título no WordPress
  • Tentar deixar tudo o mais estático possível pois o WordPress já faz muito uso de código dinâmico, então isto pode ajudar no seu tempo de carregamento
  • Utilização de plugins de Meta Tags para prevenir conteúdo duplicado
  • Utilização de breadcrumbs
  • Criação de páginas de 404 que você possa monitorar quais os erros gerados
  • Melhore a sua navegação interna através de plugins de top posts e stick posts
  • Utilize serviços de Ping para divulgar um conteúdo que você acabou de publicar
  • Certifique que o seu WordPress está bem protegido

Jon Henshaw, Co-Creator & Product Manager
Raven Internet Marketing Tools
Ele iniciou falando que gosta de rodar várias versões do WordPress de uma só vez e utiliza o WordPress MU. Ele não recomenda a utilização de hostings muito baratos. Ele ainda citou:

  • Proteja os seus artigos contra cópia utilizando o RSS Footer
  • Utilize o All in One SEO Pack
  • Mude a estrutura default do seu permalink
  • Bloqueie a área de arquivos (archieves)
  • Utilize o Google XML Sitemap para gerar o seu arquivo Sitemap.xml
  • Publique artigos frequentemente
  • Cuidado com os links quebrados, sempre verifique

Rae Hoffman
Owner, Sugarrae Internet Consulting
Em seu tempo ela sugeriu o seguinte:

  • Crie um encurtador de URLs no seu WordPress
  • Utilize o Thesis Theme, ele provê diversas features para quem trabalha com SEO
  • Faça uso de Canonical Tags
  • Melhore as suas páginas de categoria
  • Aprenda mais sobre os hooks do Thesis e assim você conseguirá melhorar o potencial do seu blog

CSS, AJAX, Web 2.0 & SEO

Richard Chavez
SEO Manager, iCrossing
Ele começou o painel explicando o que é Ajax e quais são os principais problemas encontrados na área, onde os search engines não conseguem ler o javascript corretamente e assim não podem obter o conteúdo que o usuário está lendo. Ele sugere que não utilizem URLs com # (hash) pois os mecanismos de busca não indexam nada depois do #. Ele deu algumas dicas valiosas para minimizar o problema:

  • Utilize o SWFobject ou uma versão HTML para exibir o mesmo conteúdo
  • Utilize Sitemaps.XML e sitemaps HTML para indicar estas páginas

Bruce Johnson and Kathrin Probst
TBA, Google
A palestra foi exatamente o que foi anunciado no blog do Google Webmaster Central, vale apena conferir o artigo. Os slides já estão disponíveis:

Benj Arriola
SEO Engineer, BusinessOnLine
Ele começou falando de posicionamento de código HTML com CSS e mostrou dois artigos, um deles do SEOmoz, falando que apenas o primeiro link para uma página conta. Ele mostrou um teste, que ele criou, provando a teoria. O objetivo então é produzir um layout que exiba sempre os seus links de forma relevante, ou seja, com a melhor âncora. Ele mostrou em seguida vários modos de posicionar o seu layout com CSS.

Conclusões

Assim terminou o SMX East 2009, cheio de novidades e dicas excelentes. Pude notar que a comunidade de SEO nos EUA vem evoluindo muito e o que não faltam nas palestras são dicas e vontade de compartilhar conhecimento. Este espírito deve reinar nas próximas palestras e espero muito ver no Brasil muito desta filosofia. Gostaria de pedir a todos que acompanharam nestes dias a cobertura que comentem no artigo, dizendo o que gostaram ou não para que possamos aprimorar nas próximas coberturas.

Por fim, gostaria de salientar que estaremos cobrindo em novembro, o Pubcon 2009, diretamente de Las Vegas, com três integrantes da Agência Mestre. Assim os artigos de cobertura estarão no ar no decorrer do evento também.

Um abraço e logo volto para o Brasil cheio de novidades na Agência Mestre!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

4 Comentários para “Cobertura SMX East 2009 – Dia 3”

  1. keika

    Valeu “ricotinha” =]
    Muito obrigada por compartilhar as informações do evento com os pobres mortais!

    parabéns pelo seu (ótimo) trabalho(, por sinal).

    =D

    keika

    Responder
  2. kenaum

    Muito bacana toda a cobertura!!

    Sugiro a criação de alguns links internos nos tópicos abordados, para outros excelentes artigos da Agência Mestre sobre cada um dos tópicos!

    Aumenta a profundidade da navegação e ajuda o leitor a encontrar mais sobre os assuntos específicos!

    Abraços

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>