MayDay Update – Análise de Mudanças no Algoritmo do Google

Olá leitores da Agência Mestre,

Meu nome é Rodrigo e esse é o meu primeiro artigo aqui na Agência Mestre onde faço parte do time de desenvolvimento e colaboro principalmente na ferramenta Rank Tracker. Durante o nosso trabalho na Agência Mestre sempre ocorrem discussões e gostaria de compartilhar uma delas com vocês.

Conforme já sabíamos, o Google estava atualizando a interface da sua página de busca para alguns usuários e até mostramos aqui na Agência Mestre como obter a nova interface. Observamos porém, entre os dias 04/05/2010 e 06/05/2010 que essa nova interface estava sendo implantado em diversos Datacenters ao redor do mundo, e percebemos seu reflexo imediato nas nossas ferramentas aqui da Agência Mestre. Observamos também alguns fatos curiosos, diferenças no posicionamento de diversos sites, atualizações rápidas de páginas indexadas e outros fatores que nos levaram a crer que o Google pudesse, além de estar modificando sua interface, estar mexendo de maneira agressiva no seu índice, refletido por uma mudança de algoritmo. Para tentar provar o nosso ponto de vista, fizemos diversas análises.

Com base em dados da nossa ferramenta Rank Tracker, analisamos a porcentagem de keywords que mudaram de posição nos últimos 2 meses, em buscas feitas no Google USA (em azul) e no Google BR (em vermelho):

Keywords que mudaram de posição no google usa e no google br

Podemos perceber que existe uma variação natural na porcentagem de keywords que mudam de posição em ambas as engines, mas percebemos também que a amplitude dessa variação muda, aproximadamente a partir do dia 07/04/2010. Pensamos então em analisar essa variação, e tentar observar o comportamento das keywords que se encontram nas 10 primeiras páginas de resultados. Obtemos o seguinte gráfico, que mostra a porcentagem de keywords que saíram do Top 100 do Google:

Quantidade de keywords que saíram do top 100

Observamos aqui que, antes do dia 07/04/2010 o gráfico possui tendência linear, com pequenas oscilações. Porém, a partir dessa data, notamos variações maiores entre os dias, o que nos sugere que algo tenha acontecido no modo em que o Google ordena os seus resultados.

Prosseguindo com nossa análise, buscamos detalhar melhor a variação das keywords. Para isso, separamos as keywords que oscilaram apenas uma posição de um dia para o outro, as keywords que oscilaram até 3 posições, as que oscilaram até 5 posições e finalmente, as que oscilaram até 10 posições. Com isso obtemos os seguintes gráficos:

Quantidade de keywords que variaram uma posição

Quantidade de keywords que variaram uma posição

Quantidade de keywords que variaram até 3 posições

Quantidade de keywords que variaram até 3 posições

Quantidade de keywords que variaram até 5 posições

Quantidade de keywords que variaram até 5 posições

Quantidade de keywords que variaram até 10 posições

Quantidade de keywords que variaram até 10 posições

Análise Geral

Observamos que a oscilação da quantidade de keywords que mudou de posição parece ser a mesma, porém, sua amplitude foi modificada. Percebemos em alguns dias específicos do intervalo estudado que depois do dia 07, uma quantidade muito maior do que a média de keywords teve sua posição modificada. Observamos também que a diferença maior dos gráficos é obtida quando comparamos os gráficos das keywords que mudaram apenas uma posição e das que mudaram até 3 posições, indicando que a maioria das keywords variou 2 ou 3 posições.

Conclusões

Sabemos que, para uma boa estratégia de SEO, quanto mais conhecermos os algoritmos das search engines, melhor nos preparamos para obter um melhor posicionamento. Sabemos também que algo aconteceu com o algoritmo de busca do Google no ultimo dia 07, e que talvez, essa mudança na interface seja apenas uma maneira de camuflar ou ocultar mudanças mais profundas.

O que podemos levantar são algumas especulações:

  • Um novo algoritmo de busca?
  • Mudanças ou adição de fatores de rankeamento?
  • Apenas o Google Caffeine?

É difícil, pra não dizer impossível, dizer com precisão. E vocês, o que têm encontrado de mudanças em seus websites de trabalho?

Até a próxima!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

36 Comentários para “MayDay Update – Análise de Mudanças no Algoritmo do Google”

  1. Diego Soares

    Rogrido, parabéns pelo artigo!

    O Google não só mudou o seu algoritmo como também está mais ágil em penalizar os sites que fogem as diretrizes de Webmasters. Acredito que a Velocidade de Carregamento já pode estar disponível em outros idiomas, inclusive para o português.

    Recentemente escrevi um artigo sobre o assunto de Velocidade de Carregamento http://www.professionalblogger.com.br/velocidade-de-carregamento-do-site-como-fator-de-rankeamento-no-google/

    Abraços!

    Responder
    • Rodrigo Sales

      Obrigado Diego, espero escrever mais em breve.

      Quanto as mudanças no Google, acredito sim que elas tenham ocorrido, e pelos gráficos, percebemos que a mudança ocorreu tanto nos USA quanto no Brasil, só fica difícil dizer com precisão oque foi.

      Até mais!

      Responder
  2. Glaucio Cancion

    Olá, muito interessante este artigo e parabéns Rodrigo. Em análise de um site que desenvolvi em outra empresa que trabalhei http://www.skycortelaser.com.br quando digito a key Corte Laser no Google vejo o site na segunda ou terceira posição dependendo o navegador que executo a busca =) nesta keyword não vi modificação no rank. O que mais me deixa com a careca mais lisa do que já está é que a primeira posição ocupada pelo site http://www.cortelaser.com.br é um Black Hat que venho acompanhando a mais de 8 meses e mesmo com alguns envios no formulário de denuncias do Google nada foi feito e o link jamais caiu se quer uma posição. Já até tentei um debate desses com o Fabio mas mesmo assim continuo sem uma resposta.

    Um forte abraço a todos e se alguém puder me esclarecer este caso estou a disposição no glaucio@brandup.com.br ou no twitter @seobrandup

    Responder
    • Rodrigo Sales

      Realmente Glaucio, essa quantidade de texto escondido está no mínimo estranha, rsrs. Mas talvez o fato de eles possuírem o dominio exatamente igual às keywords mantenha o site deles em primeiro lugar. Mas também me estranha o fato de eles ainda não terem sido punidos pelo Google.

      Até mais!

      Responder
      • Glaucio Cancion

        Pois é Rodrigo 8 meses acompanhando e mais de 4 denuncias enviadas e está lá o cara, e pior que o link que está na primeira posição ainda dá rank pro verdadeiro link deixando a empresa com 2 links na primeira página…

        #FAILLLLLL… =(

        Responder
        • Rodrigo Sales

          Aí Glaucio, demora mas não falha. 1 mês depois do artigo ser publicado e da sua reclamação, o site saiu da primeira posição do google, =)

          Até mais!

          Responder
      • Marcel Ferrari Longuini

        Concordo Rodrigo, acho que ele está em primeiro lugar por causa do nome do domínio que é exatamente as palavras das kaywords… Ponto muito relevante para o Google.

        Mas realmente é estranho eles não serem punidos pelo texto escondido.

        Responder
  3. Marcela

    Rodrigo,
    nossos sites sofreram uma queda nas páginas indexadas superior a 70%.
    A maior parte das palavras-chaves que trabalhamos estão melhorando de posição, e o page rank dos sites se mantém igual a 5.
    A queda foi ocorrendo desde Dezembro/2009, mas em Abril foi muito mais drástico e não teve variação positiva, só caiu mesmo.
    Também notaram esse comportamento em outros sites?
    Parabéns pelo artigo!
    Abs.

    Responder
    • Rodrigo Sales

      Obrigado Marcela.

      Por aqui notamos um aumento na quantidade geral de páginas indexadas, e variações (tanto pra mais quanto pra menos) nos rankings de diversos sites. Porém, a amplitude das oscilações foi maior (como podemos perceber nos gráficos).

      Até mais!

      Responder
    • Luiz Frederico

      Marcela,

      Também notei uma variação negativa (menos visitas e menos cliques)no meu site. Acredito ser por conta da mudança do algorítimo do Google, porém, como das outras vezes vamos descobrir o que ele quer e nos adaptar.

      Responder
  4. Fabio Luiz

    Concordo plenamente com o glaucio em relação a fragilidade de penalizações, neste dia de mudança do google nosso website http://www.hotelbellaitalia.com.br foi banido e não existe qualquer irregularidade, estava na 2 posição e sumiu dos resultados, pela mão contrário o site http://www.hoteltaroba.com.br usa descaradamente diversos redirects, links farms, textos e titulos repetidos e nunca sequer caiu uma posição. Gostaria de saber se alguem sabe como proceder a uma concorrencia tão injusta como essa e como pegar mais informações sobre qual o motivo do nosso website ter sido banido.

    Responder
  5. Paulo Castro

    Tenho notando uma boa diferença na rapidez da indexação das minhas páginas e o hankeamento também, hoje mesmo escrevi um post sobre o Motorola FlipOut baseando em um artigo de outro site que estaria comapetindo exatamente com essa Keyword e, quando busquei por ela meu blog estava lá no topo na frente do site que foi minha fonte. Como meu blog carrega bem rápido acho que isso ajudou a competir com a keyword usada um outros site que está mais lento pra carregar.

    Responder
    • Rodrigo Sales

      Então Paulo,

      o Google anunciou que a velocidade de carregamento de uma página iria influenciar o seu rankeamento, mas não sabemos ao certo o quanto isso influencia, nem se esse fator já está disponível no brasil. Estamos pensando em uma maneira de testar e descobrir isso, e se conseguirmos, postamos aqui.

      Obrigado, e até mais!

      Responder
  6. Carlos

    Notei uma variação em várias keywords de meus sites.
    alguns perderam 40% dos acessos em 1 semana, outros melhoraram drasticamente algumas keys.
    Não sei qual é a lógica disto, mas o fator velocidade do site ainda não está sendo aplicado no Brasil!

    Responder
    • Rodrigo Sales

      Olá Carlos,

      não sabemos ao certo oque aconteceu com o algoritmo do google, mas com certeza, algo de diferente aconteceu próximo ao dia 07. Faremos alguns testes e em breve postaremos novidades.

      Até mais!

      Responder
  7. Dermeval

    Vou contar uma historinha que eu acho muito escabrosa.
    Procurando por uma palavra chave “catalogo telefonico” no google percebi que aparecia um site em primeiro lugar que não é praticamente nada “www.102web.com.br”, ele apenas direciona dentro de um frame para o site “TeleListas.net” que é o oficial e aparece em segundo. Além de tudo o site nem tem conteúdo e usa frame!! tudo que o google detesta.
    A única coisa que eu descobri é que ele está listado no dmoz.org. Seria o suficiente pra acontecer essa bizarrisse?

    Responder
  8. Arthur Amaral

    Meu site perdeu algumas posições em certas keywords, em outras se manteve estável. O jeito é descobrir como recuperar isso. Parabéns pelo artigo Rodrigo!
    Abraços.

    Responder
  9. Tiago M.

    Talvez tenha que se levar em conta que a mudança da interface em si, poderia afetar os resultados diretamente e que toda essa flutuação ocorreu pelo delay do google analisar o impacto da nova interface no algoritmo e ajustar o mesmo…(tenho a opinião de que o CTR do resultados influencia diretamente no posicionamento).

    Responder
  10. Anderson Chipak

    Rodrigo, vocês notaram alguma mudança na velocidade de identificação dos links? Ou melhor, no tempo entre um site ganhar links e o Google modificar seu posicionamento?

    Abraço!
    Anderson Chipak

    Responder
  11. Flávio

    Percebi que estava havendo alterações no Google por causa da demora na atualização do cache. Tenho dois sites que atualizam praticamente a cada 7 ou 10 dias. Desta vez demorou mais de 20… Tenho notado também que os inlinks no Webmaster tools estão demorando a aparecer… Apesar de já estarem ativos e enviando visitas (referral).

    Responder
  12. NICOLAS MULLER

    Acredito que estas mudanças pelo que andei lendo vão influenciar diretamente nos artigos ou melhor no conteúdo que está sendo exposto a muito tempo. A qualidade do conteúdo terá mais importância que a relevância que ele traz para uma busca. Então uma dica para quem perdeu posições é melhorar o conteúdo já exposto nestas páginas. Agora como eles calculam a qualidade, humm é outra história.

    Responder
    • Frank Marcel

      Olá Nicolas, a qualidade é calculada em cima de mais de 200 fatores analisados por algoritmos das Search Engines, não é mesmo? Links, conteúdo onpage, relevância do domínio, etc., etc., etc.

      Responder
    • Frank Marcel

      Ponto positivo para lojas que investiram em conteúdo, ponto negativo para lojas que não investiram em conteúdo. Que eu me lembre agora, pelo menos, Mercado Livre e TodaOferta são dois exemplos de sites que investiram em páginas de conteúdo e não somente páginas de produtos. Bom pra eles.
      Desde sempre se falou em conteúdo para sites de ecommerce, pode ser que agora venha o castigo para quem não deu atenção.

      Responder
      • NICOLAS MULLER

        Concordo com o Frank. Até li em alguns lugares eles exemplificando a Amazon, que usava conteúdo de produtos das páginas dos fabricantes, e agora passou a criar seu próprio conteúdo para os produtos.

        Pessoal, que acham de criarmos um fórum sobre este assunto, já tem se estendido, gostaria de participar desta discussão que trás benefícios para todos que participam… #ficadica

        Responder
      • Dermeval Junior

        Eu não quero criar uma polêmica não, mas não vejo sentido nisso.
        Quem acessa uma loja virtual não é diferênte de quem entra em uma loja física. Quando você entra num supermercado está apenas querendo comprar produtos e não por exemplo, ler sobre a história de cada um deles, no máximo ver o preço, prazo de validade e estourando ver a composição química, e é exatamente isso que faz quem acessa uma loja virtual; procura o produto, vê o preço e sua descrição e se tiver de acordo, compra.
        Agora esses tipos de sites serem obrigados a ter conteúdo que não terá a importância para o usuário que teria se fosse realmente um site voltado para o contúdo eu siceramente acho que devia ter outro tratamento como, o algoritmo conseguir detectar a intenção do usuário, aliás não só pra isso, mas de um modo geral. Outro exemplo: quem acessa um catálogo telefônico online tá a fim só de saber qual o telefone de um determinado endereço.
        Bom, mas isso é só minha humilde opinião :)

        Responder
        • Frank Marcel

          Olá Dermeval! Eu vejo sentido sim. É legal ter acesso a reviews, detalhes de funcionamento, opiniões, etc. E, se ao invés de ter que procurar este conteúdo, ele já estiver na página de compra do produto, melhor.

          Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>