SERP Domination

{+}Na palestra de SEO Tips do SMX São Paulo 2009 o Alexandre Kavinki da i-Cherry levantou um tema pouco discutido na comunidade de SEO do Brasil que é o SERP Domination. Com isto, alguns leitores e assinantes enviaram emails pedindo um artigo nosso explicando o funcionamento e técnicas para fazer o SERP Domination. Então vamos lá.

O que é SERP Domination?

Como o próprio nome diz, o SERP Domination nada mais é do que conquistar várias posições da primeira página dos search engines de forma com que elas forneçam tráfego ao seu website. O interessante da técnica é que você deve visualizar que os search engines evoluiram muito e hoje apresentam resultados de busca bem ricos, trazendo vídeos, imagens, notícias, além de é claro, dos resultados orgânicos.

Busca Universal

Como a imagem acima mostra, os resultados marcados em vermelho fornecem tráfego à um único website, de forma direta ou indireta.

Por que fazer SERP Domination?

A razão mais simples para se fazer SERP Domination é aumentar a fonte de tráfego para o seu website, ou seja, criar mais portas de entrada utilizando-se de outros websites ou ainda da busca universal dos mecanismos de busca. Dado este fato, a principal forma de criar um SERP Domination é através de resultados do seu website, juntamente com a busca universal, que é constituída de Notícias, Imagens, Vídeos, Artigos de Blogs e outros.

É interessante observar um estudo da ComScore de 2008 que procurou identificar a percentagem de buscas que continham resultados universais. Os números foram bem interessantes:

Universal Search

Em um grupo de 87 milhões de buscas, 58% continham pelo menos um resultado universal. O resultado universal mais utilizado nas buscas foi o Vídeo, seguido de notícias e imagens.

Como estes resultados universais são adicionados à página resultado e não excluem um item dos resultados orgânicos, você ganha a oportunidade de aparecer mais vezes com outro tipo de conteúdo, aumentando a sua visibilidade, e é claro, tornando efetiva a sua estratégia de SERP Domination.

Como posso tirar proveito desta técnica?

Para entender como tirar proveito da técnica de SERP Domination, temos que analisar bem uma página de resultados dos mecanismos de busca. Quando em sua máxima riqueza, ela pode exibir os seguintes itens:

  • Resultados de um website
  • Subdomínios de um website
  • Imagens relacionadas
  • Vídeos relacionados
  • Notícias relacionadas
  • Artigos de blogs relacionados

De posse desta informação, podemos estudar cada um dos itens a fim de determinar como aparecer em cada um deles, aumentando a sua visibilidade na página de resultados. Vamos entender um à um:

Resultados de um Website

A forma mais simples de SERP Domination é possuir duas páginas na página de resultados. É o famoso resultado identado que normalmente vemos por aí. Para se conseguir um resultado identado é importante possuir duas páginas bem otimizadas para a palavra-chave em questão. Mas quando digo otimizadas, não pense apenas em fatores on-page, como título e conteúdo, mas pense também nas âncoras que linkam para aquelas páginas. É crucial que elas recebam diversos links de outros websites, para que assim possam se destacar nos resultados de busca.

Uma dica interessante para conseguir os resultados identados é a seguinte: utilize o comando site:meusite.com palavra-chave no Google. Isto lhe dará as 10 páginas mais importantes do seu website para a palavra-chave que você deseja otimizar. De posse desta página, crie em cada uma, um link para cada uma das suas duas páginas alvo, ou seja, aquelas que deseja focar no SERP Domination. Isto irá fortalecê-las internamente. Aproveite também e crie um link entre as páginas alvo, utilizando da âncora que você deseja otimizar. Veja o esquema em forma de desenho:

Linkagem Interna

Subdomínios

Os subdomínios são uma estratégia muito interessante no processo de SERP Domination. Uma vez que você já possui as duas páginas em forma de resultado identado, o próximo passo é criar um subdomínio com a exata palavra-chave, como por exemplo “seo.mestreseo.com.br”.

Depois de criar o subdomínio, é hora de pensar em um conteúdo único para ele. É muito comum utilizar a idéia de subdomínio atrelado com um agregador de informações então pense nesta hipótese. Utilize-se da mesma idéia ilustrada no item anterior para fazer a linkagem para o subdomínio.

Imagem nos SERPs

Além de ser uma porta de entrada natural para o seu website, as imagens são bem integradas na busca universal. É muito comum que ao digitar uma palavra-chave, uma série de imagens apareça, aumentando a qualidade da página de resultados do Google. A otimização para imagens deve focar os seguintes aspectos:

  • Alt text
  • Nome do arquivo
  • Texto próximo à imagem
  • Título da página
  • Links

O principal atributo é o Alt text. Com ele você pode indicar aos robôs de busca sobre o que se trata a imagem. É imprescindível inserir um Alt Text com a palavra-chave que você foca em cada uma de suas imagens, mas também é importante saber que não se deve fazer spam no Alt Text.

O nome do arquivo, assim como em páginas, deve estar semanticamente ligado ao que a imagem trata. Não utilize nomes de arquivo como DSC0001.jpg, mas sim viagem-ao-caribe.jpg. Isto informa ao robô de busca que ele está lendo uma imagem sobre o caribe. No caso, é importante que você tenha no nome do arquivo a sua palavra-chave que deseja otimizar.

Um outro fator que é utilizado pelos mecanismos de busca é o texto próximo à imagem. É bem intuitivo que ao inserir uma imagem em uma página, você irá escrever sobre ela ou está utilizando ela para ilustrar algo relacionado ao texto. Então os mecanismos de busca fazem esta conexão entre o texto que está próximo (literalmente falando) para assimilar o que a imagem representa. A dica aqui é posicionar a imagem próxima de um texto que utilize a palavra-chave que você utiliza. Se desejar, você pode posicioná-la em qualquer lugar utilizando CSS.

Assim como no rankeamento de páginas, os mecanismos de busca procuram saber qual o título da página e assim podem inferir sobre o tema em que a imagem está inserida. Então não se esqueça de inserir imagens apenas em páginas relacionadas.

Assim como recomendamos que as âncoras internas de seu site sejam bem otimizadas, o mesmo vale para os links que você produz para a sua imagem. Não adianta criar um link “Clique aqui para ver esta imagem”, onde o ideal seria criar um link com a âncora “Foto do Caribe” ou ainda “Praia do Caribe”.

Vídeos nos SERPs

Os vídeos são umas das principais atenções em busca universal pois eles são bem explicativos e trazem uma sensação de humanidade aos resultados. Analisando um pouco como o Google utiliza os vídeos em seus resultados universais, você pode notar que em sua maioria são fornecidos pelo Youtube, um serviço do próprio Google.

Para o seu vídeo ser popular no Youtube ele deve possuir uma grande quantidade de visualizações e receber o maior número de 5 estrelas e comentários que puder. Assim, se o seu vídeo fala sobre “Aprenda CSS” e ele possuir um título relacionado, for bem visualizado, receber um bom número de comentários e por fim, receber diversas estrelas, ele será considerado popular no Youtube, dando chance a ele de se encaixar na busca universal do Google.

Já para outras fontes de vídeos, o Google utiliza métricas que possam ser fornecidas pelos websites de vídeos, tais como visualizações e rating do vídeo.

Em todas as fontes, o Google também se utiliza do fator básico do seu rankeamento: os links externos. Se um vídeo é muito linkado, seja através de embed codes ou de links comuns, é um bom indicativo de que aquele vídeo é popular. Sendo assim, juntando os fatores ilustrados, o Google pode inferir se aquele vídeo é relevante para uma determinada consulta.

Notícias nos SERPs

As notícias do Google tem muito haver com autoridade. Grandes portais, fontes conhecidas de informação, são normalmente reconhecidos como uma fonte para o Google News. Um modo simples então de aparecer nas notícias do Google News é contratar um serviço de assessoria de imprensa, que consiga inserir uma notícia nestes grandes portais. Basta então investigar quais são as fontes de notícias do seu nicho no Google News e assim falar com a empresa de acessoria de imprensa.

Ainda sim, existem algumas dicas para que a sua notícia seja identificada como relevante pelo Google News:

  • Utilize as palavras-chave no título e em seu conteúdo para que a sua notícia seja classificada como relevante para o termo em si. Raramente notícias que não contém a palavra-chave no título aparecem no Google News;
  • O tempo é essencial neste caso. Não envie suas notícias no final do dia ou à noite. Dê preferência por enviar notícias logo pela manhã. É importante também não enviar notícias na sexta-feira, mas sim no início da semana.
  • Assim como em resultados orgânicos, o Google monitora a quantidade de cliques em suas URLs de notícias. Então não basta aparecer no Google News, mas sua notícia deve ser clicada para aparecer e continuar aparecendo nos resultados universais.
  • Se você não conseguir utilizar um grande portal de notícias para veicular a sua notícia, você pode criar um diretório de notícias, onde todas as notícias possuam uma URL com números sequenciais. É importante não reescrever as URLs de suas notícias de forma amigável, pois o webcrawler de notícias espera encontrar números na URL da notícia.
  • Crie um sitemap de notícias, baseado nas recomendações do Google, e envie-o através do painel do Google Webmaster Tools.

Artigo de Blog nos SERPs

Uma das formas mais fáceis de se aparecer nos resultados universais é através de blogs. Apesar de serem a menor credibilidade do universal search, eles são uma forma rápida de mostrar uma informação.

Existem vários fatores de rankemanto de um artigo de blog, mas vamos abordar os principais:

  • A autoridade do blog, onde verifica-se PageRank, referências através de links e popularidade de quem linka para este blog;
  • Citações do blog em blogrolls, que são uma das funções mais comuns dos blogs. É muito importante que o seu blog apareça em outros blogrolls;
  • Existência do blog em blogrolls de qualidade. Aparecer nos blogrolls é importante, mas é importante aparecer em blogrolls de blogs com autoridade e relevância para o sistema de ranking;
  • Tags do blog, onde é possível inserir o blog em categorias;
  • Quantidade de cliques nos artigos daquele blog, onde diferencia-se um blog que recebe muitos cliques de outro que recebe poucos cliques;
  • Frequência das publicações, onde é possível analisar a frequência que se envia um novo arquivo e assim pode se determinar se são artigos gerados, caso o comportamento de tempo seja sempre o mesmo;
  • Conteúdo do artigo, onde é analisado se o artigo é novo ou se contém spam;
  • Diversidade de autores, que indica ao sistema de ranking que o blog é mantido por diversos autores e traz uma maior confiabilidade aos leitores;

Com base nestes fatores, é possível criar uma estrutura do blog a fim de obter uma maior autoridade no sistema do BlogSearch. Ganhando esta autoridade, o passo seguinte é produzir artigos que possibilitem uma alta taxa de cliques pelos usuários da busca, tornando-os populares e assim ganhando destaque na busca universal.

Uma outra forma de aparecer na busca universal é utilizar o conceito do conhecido QDF (Query Deserve Freshness), que é o processo de fornecer uma informação mais nova para termos que recebem picos de pesquisa. Desta forma, o Google tenta obter conteúdo dos blogs, que são fontes rápidas de informação e que se atualizam muito rápido.

Perfis de Redes Sociais

As redes sociais são um importante meio de se obter tráfego e links para o seu website, mas o que poucas pessoas sabe é que é possível utilizá-las para a estratégia de SERP Domination pois elas possuem um alto trust associado ao domínio, juntamente com uma interlinkagem interna que, normalmente, é muito forte.

O grande ponto desta idéia é criar um usuário na rede social para uma determinada palavra-chave que você está fazendo SERP Domination, como por exemplo twitter.com/bicicletas, e assim você inicia o processo de fortalecimento do usuário na rede social através de links externos. Você pode linkar do seu blog, de outras páginas, de blogs relacionados ou ainda de outros perfis de redes sociais.

Veja o exemplo do MeAdiciona.com, ele é uma rede social que cria uma página para todos os seus perfis de redes sociais, logo, basta adicionar todos os seus perfis no sistema do MeAdiciona.com e assim você estará fortalecendo a URL de todos os seus perfis.

Caso utilize uma rede digg-like, como diHiTT, Linkk, Ueba ou Rec6, basta você concentrar em enviar artigos que se tornem populares, pois assim toda a rede irá visualizar o seu nome e as notícias ficarão espalhadas nas páginas internas da rede social, aumentando a porção de linkjuice que o seu usuário recebe.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Um Comentário para “SERP Domination”

  1. Pablo Almeida

    Muito bom o artigo sobre SERP Domination, Fabio! Bem completo e esclarecedor!

    Foi um dos assuntos que rolaram no SMX São Paulo que não deu pra acompanhar no Twitter porque simplesmente ninguém postou nada.

    Parabéns! ;)

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>