Content Research em Agregadores de Conteúdo

{+}

Content Research em Agregadores de Conteúdo

Ainda na linha do artigo que publiquei anterior a este, Content Research com Google Analytics, desta vez troco o alvo da pesquisa de conteúdo: ao invés de Google Analytics, trago formas de descobrir ideias para conteúdo em agregadores de conteúdo.

Agregadores de Conteúdo

Como agregadores de conteúdo, neste artigo, considero sites como diHiTT, LinkK, Ocioso e outros sites do mesmo modelo, derivados do Digg (“digg-like”), principal agregador de conteúdo nos Estados Unidos. O funcionamento destes sites consiste de ter uma conta de usuário (poucos deles facilitam o login via Twitter ou Facebook) para que você possa enviar URLs que sejam publicadas por lá. De imediato, percebe-se que são fontes simples para Link Building.

Após enviada a URL, os sites podem ter diferentes comportamentos: alguns modelos, como o Ocioso, fazem a moderação de URLs enviadas e somente publicam as que eventualmente sejam aprovadas. No caminho inverso, agregadores como diHiTT publicam quase todo link enviado de forma instantânea.

O terceiro, e principal ponto de interesse para este artigo, é que, uma vez publicadas, as URLs (e seus conteúdos) ficam sujeitas a aprovação da comunidade de usuários que frequentam cada agregador, de forma que aqueles que as pessoas mais gostam, recebem seus méritos, traduzidos em votos, comentários ou simples cliques para visitar tal conteúdo.

Votos, Comentários e Cliques

Cada agregador contabiliza suas métricas de forma a tentar identificar aqueles que as pessoas mais estão gostando, e afim de impactar ainda mais pessoas com esses conteúdos mais bem qualificados, eles recebem posições de destaque no site.

Mais Votadas e Mais Comentadas

Como é possível perceber pela própria imagem acima, os conteúdos que entram no destaque no diHiTT, por exemplo, como mais votados e mais comentados, são somente 5. Não é nem minimamente viável ficar acompanhando estes 10 itens até que apareça algo de interesse para o seu site, para o seu nicho, para os visitantes do seu site.

Content Research

É justamente neste momento que entra a ação de finalidade deste artigo: a busca de ideias para criação de conteúdo, e que fique bem claro este objetivo: obter ideias para criar seu próprio conteúdo, e não copiar conteúdo de outros sites.

Sendo assim, baseado nas métricas destes sites, votos, comentários e cliques (cada um com seu cada qual), basta encontrar os conteúdos que sejam mais populares nesses agregadores e entender a base do sucesso, entender a essência que fez cada conteúdo ser bem aceito, por mais simples ou complexo que possa ter sido.

Uma ressalva: também estes agregadores estão sujeitos a manipulação de resultados, então não necessariamente cada conteúdo popular será realmente “fora de série,” mas no mínimo servirá para identificar usuários com a capacidade de fazer um conteúdo se tornar popular, o que também pode ser interessante, mas é um assunto que está fora da pauta deste artigo.

Problema: Busca de Conteúdo Popular

Em cada agregador de conteúdo, a página inicial mostra os conteúdos recentes mais populares, que geralmente são artigos e notícias que foram enviados nas últimas 24 horas – você tem os conteúdos populares mais recentes, mas é mais difícil encontrar os “mais mais” (mais votados, comentados ou visitados de todos os tempos).

Outro detalhe é que como eles recebem conteúdos dos mais variados assuntos possíveis, o processo de encontrar conteúdo de um nicho de interesse também fica um pouco mais extenso. Boa parte dos agregadores é categorizado, o que ajuda um pouco, mas ainda falha na facilidade de busca dos “mais mais.”

Para melhorar este quadro, todos agregadores de conteúdo oferecem seu sistema de busca, porém, a busca geralmente se limita a listar conteúdos que tenham os termos buscados em seus títulos e ordenam os resultados por ordem de recência. Útil, mas outra vez a busca pelos “mais mais” fica dificultada.

Alternativa: Digg-Like Monitor

Você assinante da Agência Mestre tem a resposta para este problema nas mãos, nossas ferramentas “Digg-Like Monitor:”

Cada ferramenta Digg-Like monitora a página inicial do respectivo agregador de conteúdo e armazena suas principais informações:

  • Título do conteúdo
  • URL para visualização do conteúdo (no agregador ou no site provedor)
  • Métrica (votos, comentários ou cliques)

Resultando em um banco completo de conteúdos populares em cada agregador – reflexo direto de cada página inicial:

Dihitt Monitor - Lista Inicial

Até aí, nada de mais. Mas para completar, cada ferramenta permite a busca por termos e responde os conteúdos que contenham o termo buscado na URL ou no título e ordenados segundo a métrica de popularidade de cada agregador, além de possuir filtros para refinar o conjunto de resultados:

  • Dihitt

Busca - Dihitt Monitor

  • Ocioso

Busca - Ocioso Monitor

  • Linkk

Busca - Linkk Monitor

Independente do tema, é muito provável que se encontre alguma informação já publicada, e a ordenação pelos mais populares combinada aos filtros das ferramentas permitem a identificação de diferentes conteúdos: os que recebem mais votos, os que recebem mais comentários e os que recebem mais cliques. Deste ponto, basta montar ideias de conteúdo de cada um dos grupos, produzi-los e aplicar a cada respectiva rede para ver o resultado.

Além de forte exposição para os frequentadores destes sites, o seu site recebe alguns backlinks a mais e, principalmente (sob a perspectiva deste artigo), conteúdo novo e com fortes tendências de ir de encontro ao interesse e preferência das pessoas. Se o artigo de Content Research no Google Analytics não foi suficiente para completar suas pautas de conteúdo, está apresentada mais uma maneira de descobrir novas ideias de conteúdo para o seu site.

Extra – Métricas Sociais e Links

A dica extra deste artigo fica por conta da avaliação e decisão de por qual conteúdo começar. Com certeza, começar pelas ideias que tenham recebido mais votos, comentários ou cliques faz todo o sentido, mas se mesmo assim ainda restarem muitas opções, adicione mais métricas, como a contagem de Likes/Shares do Facebook, Tweets e até mesmo backlinks. Como? Com ferramentas:

As duas primeiras ferramentas estão no Agência Mestre Labs, são ferramentas que desenvolvemos e estão abertas a teste. Com elas, você submete URLs e descobre um indício de popularidade de cada URL no Facebook e no Twitter (para ver se os conteúdos populares em agregadores também foram bem aceitos pelas redes sociais).

A terceira, OpenSiteExplorer, é a consagrada ferramenta do SEOmoz, com a qual você consegue submeter até 2 URLs por vez e obter a diversas métricas de backlinks (quantidades, Page Authority, Domain Authority) – será útil para descobrir se além de populares nos agregadores, os conteúdos também receberam diversos backlinks.

Ou seja, você produzir conteúdo nos mesmo moldes, além de prover conteúdo novo para o seu site, pode resultar em outros 2 efeitos colaterais “espontâneos:” o ganho de backlinks e o compartilhamento em redes sociais.

Digg.com

Para fechar o artigo, deixo a sugestão de você buscar os conteúdos de seu interesse dentro do próprio Digg.com. Se para você, inglês não é um problema, pesquisar quais conteúdos fizeram sucesso por lá também é uma boa ideia; e as análises para os agregadores no Brasil também valem para análise de conteúdos do Digg, que possui um sistema de busca cheio de recursos:

Busca - Digg

Filtros - Digg

Mais uma vez: ideias de conteúdo em todo formato e sobre qualquer assunto não vai faltar.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>